Notícias

Buraco negro que produz estrelas ao invés de devorá-las é descoberto

Os cientistas da Universidade Estadual de Montana, nos Estados Unidos da América (EUA), descobriram um buraco negro que produz estrelas.

Os cientistas da Universidade Estadual de Montana, nos Estados Unidos da América (EUA), descobriram um buraco negro que produz estrelas. Vale lembrar que essa região do espaço-tempo em que o campo gravitacional é tão poderoso que tudo que está próximo pode desaparecer. 

Contudo, os especialistas encontraram um buraco negro que produz estrelas ao invés de devorá-las. A descoberta, portanto, foi realizada por meio de um estudo com a utilização do telescópio espacial Hubble.

Segundo os cientistas, eles localizaram uma formação estelar em Henize 2-10. Ou seja, é como se chama uma pequena galáxia de explosão de estrelas. Sendo assim, o buraco negro, que está ali no meio, produziu esta formação estelar, ainda de acordo com os especialistas. 

Posicionamento da NASA

Buraco negro que produz estrelas ao invés de devorá-las é descoberto

Sobre a descoberta do buraco negro que produz estrelas, a NASA afirmou que essa nova descoberta é muito importante para explicar uma dúvida que já existia há muito tempo; “será que as galáxias menores tinham buracos negros proporcionais em tamanho aos maiores?”

Além disso, a pesquisadora da Universidade da Virgínia, nos EUA, e uma das autoras da pesquisa, Amy Reines, contou que desde que começou a estudar Henize 2-10 já desconfiava que tinha alguma coisa diferente e especial. Por isso, a cientista revelou para a NASA que irá fazer novos estudos sobre os buracos negros que vivem em pequenas galáxias. 

Sobre os buracos negros

Buraco negro que produz estrelas ao invés de devorá-las é descoberto

Como dito antes, os buracos negros são tão poderosos que até mesmo a luz pode ser devorada. Ademais, possui a capacidade de atrair qualquer tipo de matéria para si e destruí-la. Atualmente, existe aproximadamente 100 milhões de buracos negros na nossa galáxia. Ou seja, a Via-Láctea.

Além disso, os buracos negros demoram quase milhões de anos para morrer. Sendo assim, vivem um pouco menos que o Sol. O mais próximo do nosso Planeta se chama HR6819 ou QV Tel. Portanto, fica a 1.120 anos-luz de distância da Terra. 

Confira também sobre a NASA compara erupção do vulcão em Tonga 500 bombas de Hiroshima!

Próxima página »

Escolhidas para você