Ciência & Tecnologia

Calculadora científica, o que é? Como usar e principais funções

Capaz de realizar cálculos complexos, a calculadora científica tem uma série de funções especiais e se assemelha à calculadora financeira

Por P.H Mota

-

A calculadora científica é um tipo de calculadora mais complexa do que a comum, capaz de realizar operações matemáticas muito mais avançadas. Entretanto, existem vários modelos e peculiaridades diferentes entre elas, o que pode causar confusão com alguns modelos de calculadoras financeiras.

Para fazer contas simples, no dia-a-dia, uma calculadora comum pode ser suficiente. Por outro lado, para quem estuda ou trabalha na área de exatas, por exemplo, ter um modelo científico é essencial. Esses aparelhos são capazes até mesmo de realizar procedimentos que vão além do processamento dos primeiros computadores.

Ainda que os vários modelos tenham suas próprias particularidades, a maioria deles é capaz de realizar as mesmas funções, indisponíveis nas calculadoras simples. Por conta dessas diferenças, portanto, é importante estudar o manual para conhecer as peculiaridades de cada tecla e função.

Funções básicas

Calculadora científica - o que é, como usar e principais funções
University of Arizona

Assim como uma calculadora comum, a científica também é capaz de realizar funções básicas, como adição, subtração, multiplicação e divisão. A grande diferença fica por conta da inclusão de operações mais complexas, ainda que recorrentes em diversos cálculos.

Entre elas, podemos listar:

^: Elevado à potência de
yx: y elevado à potência de x
√ ou Sqrt: Raiz quadrada
ex: Exponenciação
sin: Seno
sin-1: Inverso do seno (arco seno)
cos: Cosseno
cos-1: Inverso do cosseno (arco cosseno)
tan: Tangente
tan-1: Inverso da tangente (arco tangente)
ln: Logaritmo de base e (natural)
log: Logaritmo de base 10
(-) ou neg: Indica número negativo
(): Parênteses para alterar a precedência das operações
π: Pi
Mode: Alterna entre graus e radianos

Funções secundárias

Calculadora científica - o que é, como usar e principais funções
Guia55

Geralmente, as funções mais utilizadas são marcadas por teclas que também incluem uma função secundária. Nesses casos, pode ser possível a utilização de uma tecla auxiliar presente no teclado da calculadora científica.

Sendo assim, observe se sua calculadora conta com um botão Shift ou 2ND, por exemplo. Esses botões servem para ativar funções mais complexas e menos utilizadas, assim como a tecla Shift é capaz de gerar letras maiúsculas ou caracteres especiais num teclado de computador, por exemplo.

Além disso, essas calculadoras também são capazes de realizar equações longas e complexas. Entretanto, é importante que a expressão seja escrita da forma correta. Isso porque o mau uso dos parênteses, por exemplo, pode alterar todo o cálculo e oferecer um resultado diferente do esperado.

O menu MATH disponível na calculadora também pode esconder algumas operações mais raras ou mais complexas. Depois de apertar o botão, é só utilizar os controles da calculadora para navegar pelos tipos de cálculos disponíveis e escolher o mais apropriado.

Gráficos em calculadora científica

Calculadora científica - o que é, como usar e principais funções
Cocoon Power

Apesar de não estar presente em todos os modelos, a apresentação de gráficos é uma característica recorrente em calculadoras científicas. Se a sua calculadora possuir o bota Y=, deve ser capaz de fazer gráficos. Para ter certeza, é só conferir o manual, que deverá ter mais explicações de como ativá-la.

Logo após pressionar o botão Y=, a calculadora vai abrir uma lista de valores para poder criar gráficos. Em seguida, é só colocar a equação desejada e pressionar ENTER. Para inserir o valor de X de uma equação, aperte o botão X, ou semelhante, assim como T, Θ ou n.

Com a equação apresentada e os valores definidos, é só apertar o botão GRAPH e ver o desenho aparecer na tela. Também é possível observar pontos individuais do gráfico por meio da tecla TABLE, quando ela existir. Em alguns modelos, essa função pode estar apresentada como secundária.

Calculadora financeira

Calculadora científica - o que é, como usar e principais funções
Total Construção

É muito comum que a calculadora científica seja confundida com a calculadora financeira, mas as duas possuem características próprias e utilidades diferentes.

Assim como o nome sugere, as financeiras são indicadas para quem faz cálculos envolvendo o mercado financeiro. Dessa maneira, é possível fazer operações de juros compostos, investimentos, taxas de retorno, amortizações, funções estatísticas, etc.

Por conta das propriedades voltadas para esse tipo de cálculo, as calculadoras são mais indicadas a quem trabalha em áreas como Economia, Ciências Contábeis e Administração por exemplo. Além disso, quem trabalha com qualquer tipo de venda ou precificação no dia-a-dia, pode se beneficiar da facilidade que os modelos oferecem para essas operações.

Por outro lado, uma calculadora financeira precisa de um pouco mais de conhecimento para ser operada. Para fazer operações simples, como 10 + 10, por exemplo, não basta realizar o procedimento como num modelo normal.

Uma vez que utilizam o modo RPN (Notação Polonesa Reversa), precisam de um pouco mais de passos para fazer os procedimentos.

Fontes: Tebel, Extra, Contabilista, WikiHow

Imagens: Guia55, University of Arizona, Cocoon Power, Total Construção

Próxima página »

Escolhidas para você