Curiosidades

Carolina Reaper: conheça a pimenta mais ardida do mundo

As pimentas Carolina Reaper são uma das mais picantes comercialmente disponíveis e são usadas com moderação em pratos mexicanos e indianos.

A Carolina Reaper é uma pimenta excepcionalmente picante cultivada a partir das espécies de plantas Capsicum chinense. Em suma, a pimenta é pequena, e originalmente conhecida por “HP22B”.

Seu criador e cultivador é Ed Currie, que dirige a Pucker Butt Pepper Co. em Fort Mill, Carolina do Sul. Ela é fruto do cruzamento entre a pimenta Habanero e a Naga Bhut Jolokia. Ou seja, essa pimenta híbrida surgiu da mistura de duas pimentas potencialmente fortes, buscando atingir a maior ardência possível.

De acordo com o Guinness Book, em 2013 a Carolina Reaper foi classificada como a pimenta mais ardida do mundo. De fato ela chegou a alcançar a incrível marca de 2.200 milhões de SHU (escala Scoville). Aproximadamente o dobro da Bhut Jolokia, que já é uma pimenta incrivelmente picante. Saiba mais sobre ela seguir.

Quão ardidas são as pimentas Carolina Reaper?

Carolina Reaper: conheça a pimenta mais ardida do mundo

Continua após a publicidade

A escala Scoville é a medida oficial para o nível de calor das pimentas. Ele mede o tempero ou a pungência de uma pimenta em Scoville Heat Units, ou SHUs.

As unidades Scoville são baseadas na concentração de capsaicina e outros capsaicinoides, os irritantes químicos que dão o calor às pimentas. O nível oficial de SHU do Carolina Reaper é de 1.641.183 SHUs, de acordo com testes realizados na Universidade Winthrop da Carolina do Sul em 2017.

Continua após a publicidade

Para fins de comparação com outras pimentas, uma pimenta jalapeño tem em média cerca de 5.000 SHUs. Isso significa que o Carolina Reaper é quase 400 vezes mais quente que um jalapeño.

Portanto, se você é fã de pimentas super picantes, provavelmente já experimentou a pimenta fantasma, originalmente cultivada na Índia, onde é conhecida como bhut jolokia. As pimentas fantasmas têm em média cerca de 950.000 SHUs; então Carolina Reapers são quase duas vezes mais quentes.

Continua após a publicidade

Quais suas variações?

As pimentas Carolina Reaper podem variar amplamente em aparência, dependendo do solo e do clima em que são cultivadas. Assim, as vagens são profundamente enrugadas, vincadas e torcidas em formas retorcidas e a pele amadurece de verde a vermelho brilhante com uma aparência brilhante e empolada.

Sob a superfície, a carne é crocante e aquosa, contendo algumas sementes redondas e planas, de cor creme. As pimentas Carolina Reaper têm um sabor doce e frutado com notas de canela e chocolate, seguido por um calor muito intenso que continua a crescer e permanece na garganta.

Qual é o gosto dessa pimenta?

Carolina Reaper: conheça a pimenta mais ardida do mundo

Continua após a publicidade

Enquanto alguns descreveram a sensação de comer um Carolina Reaper como semelhante a engolir lava, a pimenta tem um sabor inesperadamente frutado. Aliás, isso proporciona uma sensação de doçura na língua antes que o calor extremo se instale.

Desse modo, você pode usar o Carolina Reaper ao cozinhar alimentos picantes, mas tome cuidado para não exagerar. Se você é um fã de molho picante, faça seu próprio molho picante com Carolina Reapers (mas certifique-se de usá-las com moderação).

Para sua própria segurança e conforto, é melhor usar luvas ao trabalhar com o Carolina Reaper na cozinha. Não importa o que aconteça, não toque nos olhos enquanto cozinha com Carolina Reapers, não antes de lavar bem as mãos.

Como usá-la na cozinha?

Continua após a publicidade

As pimentas Carolina Reapers podem ser enlatadas e desidratadas, e são ideais para usar em molhos de pimenta (mais uma vez, com moderação). Depois de desidratar um Carolina Reaper em pó ou em flocos, você tem o que precisa para apimentar sopas e outros pratos.

Você também pode usar pequenas quantidades de pó de pimenta Carolina Reaper em carnes grelhadas ou carne seca, ou misturar um pouco em pratos tailandeses, mexicanos ou indianos para aumentar o a picância.

Com efeito, a doçura inicial do Carolina Reaper permite a experiência fascinante do sabor dos seus pratos mudando na língua enquanto você come.

A Carolina Reaper é a pimenta mais ardida do mundo?

Continua após a publicidade

A partir de 2017, o Guinness Book lista a Carolina Reaper como a pimenta mais quente do mundo, com uma classificação de 1.641.183 SHUs. O recordista anterior foi a pimenta Trinidad Scorpion Moruga, que é nativa de Trindade e Tobago e não oficialmente conhecida como a pimenta “Butch T”.

Algumas outras pimentas recentemente chegaram perto de derrubar a Carolina Reaper de sua classificação como a pimenta mais picante do mundo. A pimenta Dragon’s Breath, desenvolvida pelo criador do País de Gales, Mike Smith, atingiu 2,4 milhões de SHUs em testes individuais, mas o Guinness não conseguiu confirmar esses resultados.

Por fim, o próprio Ed Currie, o produtor do Carolina Reaper, também afirma que seu Pepper X atinge 3,18 milhões de SHUs.

10 curiosidades sobre a Carolina Reaper

Carolina Reaper: conheça a pimenta mais ardida do mundo

Continua após a publicidade

1. O Carolina Reaper é tão forte que você deveria usar luvas ao manuseá-la.

2. A pimenta Carolina Reaper é 400 vezes mais picante do que as saborosas pimentas Jalapeno que você pode obter em pizzas, que classificam apenas 3.500 na escala Scoville.

3. É a mesma espécie que a famosa pimenta escocesa que é frequentemente usada na culinária das Índias Ocidentais.

4. Não são as sementes que fazem uma pimenta picante, é a carne branca mais próxima das sementes que lhe dão o pontapé inicial

Continua após a publicidade

5. Apenas os mamíferos sentem o calor de uma pimenta, eles não afetam as aves!

6. As pimentas Carolina Reaper são mais comumente adicionadas a molhos quentes ou salsas como um sabor doce e calor intenso.

7. Uma vez que a pimenta estava totalmente desenvolvida e pronta para distribuição, ela recebeu o nome de sua semelhança em forma com a foice do ceifador ou em inglês “gream reaper”.

8. As pimentas Carolina Reaper não são vendidas em mercados comerciais e são predominantemente uma variedade espécie própria para jardinagem doméstica.

Continua após a publicidade

9. A capsaicina presente na pimenta demonstrou ter propriedades anti-inflamatórias e faz com que o corpo libere endorfinas para neutralizar a dor percebida.

10. As pimentas Carolina Reaper são extremamente picantes, e deve-se ter cuidado antes de consumí-las, pois podem causar reações viscerais no corpo.

Então, gostou de saber mais sobre essa pimenta mais ardida do mundo? Pois, confira a seguir: Benefícios da pimenta – Quais os tipos e os principais benefícios

Continua após a publicidade

Próxima página »

Escolhidas para você