Como evitar cáries: 8 hábitos simples para ficar longe do problema

Quem nunca ouviu dizer que é melhor prevenir que remediar? Quando o assunto é a saúde de nossos dentes e as cáries, isso é mais que uma realidade, é uma necessidade.

E, ao contrário do que a maioria imagina, para cuidar dos dentes e prevenir as cáries não basta só escová-los de vez em quando. Como você vai ver, é preciso mudar alguns hábitos alimentares, de higiene e até mesmo prestar atenção nas cerdas da escova de dente e no modo de guardá-la para que a saúde da sua boca esteja em dia.

Agora, nada disso faz sentido se você não visita o dentista periodicamente. A limpeza profissional, pelo menos uma vez ao ano, faz toda diferença na hora de cuidar dos dentes e não deixar que as cáries se instalam, assim como os demais cuidados que listamos abaixo.

Confira 8 hábitos simples para prevenir as cáries:

1. Melhore seus hábitos alimentares

Seus dentes são o resultado da saúde de seu organismo. Assim, adotar uma dieta mais saudável é uma ótima maneira de ficar longe das cáries. Aliás, um estudo publicado pelo The British Medical Jounal sugere que adotar uma alimentação saudável pode até mesmo reverter a cárie.

Além de cortar o açúcar o máximo possível, especialmente nas bebidas; você também pode evitar as cáries ingerindo mais cálcio, principal componente da formação de ossos e dentes. Esse último nutriente, aliás, pode ser encontrado de forma mais concentrada no leite e em seus derivados.

2. Masque chiclete sem açúcar

Ao que tudo indica, o chiclete em si não é o vilão das cáries, mas sim o açúcar presente na maioria deles. Tanto que dentistas afirmam que mascar chiclete sem açúcar pode ajudar a prevenir as cáries.

Nesse tipo de goma de mascar, o mais comum é que seja utilizado o adoçante xilitol. Especialistas explicam que ele evita a proliferação de bactérias na boca, sem contar o papel da saliva, que fica abundante durante a mastigação e ajuda manter os dentes naturalmente limpos dos resíduos de comida.

3. Troque a escova de dentes sempre

Sua escova de dente também pode ser um grande aliado contra as cáries. Mas, para que a escovação seja eficiente é preciso ficar atento a alguns detalhes.

Na hora da escolha da escova, por exemplo, prefira uma pequena ou, no máximo, uma média. As cerdas devem ser suficientemente altas para atingir as fendas dos molares, já que eles são naturalmente acumuladores de alimento devido à posição que têm na boca (lá atrás).

Outro cuidado interessante é nunca guardar a escova de dente nas embalagens que as acompanham. Esses pequenos recipientes costumam ser um verdadeiro paraíso para os micro-organismos e as bactérias. Para manter sua escova limpa, tudo que você precisa fazer é enxaguá-la com água depois de cada uso e deixá-la secar.

Ah, e nunca deixe sua escova de dente sobre a pia, especialmente se for perto do vaso sanitário. Isso porque as bactérias fecais vão acabar se acumulando nas cerdas todas as vezes que você der a descarga!

Prestar atenção no tempo de uso da escova também é importante. Ela deve ser trocada com periodicidade, de preferência sempre que as cerdas começarem a ficar abertas e deterioradas.

4. Mantenha uma rotina de higiene dental

Você escova seus dentes? Parece uma pergunta boba e de resposta óbvia, mas parece que a limpeza da boca não é uma realidade muito presente na vida de muitos adultos por aí. Segundo a Associação Internacional de Saúde Bucal, quase 42% dos adultos no mundo não usam a escova de dente ou não têm cuidados bucais quaisquer! Dá para acreditar nisso?

Para ficar livre das cáries, um dos passos mais importantes é o cuidado com a higiene da boca. E esse deve ser um cuidado diário, pelo menos pela manhã e antes de dormir.

A escovação do dente, por exemplo, deve durar pelo menos 2 minutos, sempre tentando alcançar todas as superfícies e chegar aos cantos mais profundos e distantes da boca. Mas, claro, como as cerdas não dão conta do recado por completo, o uso do fio dental é indispensável.

Enxaguantes bucais também são importantes. Eles têm efeito antibacteriano e por isso mesmo protegem contra as cáries. Só é preciso se lembrar de não enxaguar a boca ou tomar água imediatamente depois de usar esse produto.

5. Faça uma limpeza profissional periodicamente

Ir ao dentista é importante para saber como anda sua saúde bucal, mas também para fazer a limpeza profissional e mais aprofundada dos dentes. Isso porque, não importa quão bem você escove seus dentes, sempre vai ter sujeira acumulada nas áreas mais difíceis de se alcançar.

Só um dentista vai ter os instrumentos necessários para esse tipo de limpeza mais pesada e vai saber conduzi-la sem ferir sua gengiva, por exemplo. Até porque é perto da gengiva que mais se acumulam placas e tártaro.

Isso deve ser feito pelo menos uma vez por ano.

6. Acrescente vitaminas e suplementos em sua dieta

Como já dissemos, a saúde dos dentes está diretamente ligada à sua saúde de um modo geral. Logo, incluir vitaminas e outros suplementos alimentares à dieta deixam sua imunidade mais forte e sua saliva mais potente na hora de combater a placa bacteriana, por exemplo.

Alimentos ricos em fibra, como legumes e frutas, devem fazer parte do seu cotidiano, assim como os integrais, que contém vitaminas B e ferro e magnésio. Esse último, aliás, é ajuda na absorção de cálcio, que fortalece os dentes.

A vitamina D também é um ótimo aliado contra as cáries e pode ser obtida por meio de banhos de sol e de alguns alimentos, como os frutos do mar.

7. Óleo de coco

Pode parecer estranho, mas usar óleo de coco nos dentes ajuda a remover as bactérias que se cumulam nos vãos dos dentes e ao redor da gengiva.

Para isso, basta usar uma colher de chá do extrato para enxaguar a boca, bochechando até que a saliva e o óleo fiquem de uma cor branca leitosa. Daí, é só cuspir. Isso funcionará como uma proteção a mais contra as cáries.

8. Faça sua própria pasta de dente remineralizante

Essa misturinha pode ser feita em casa, com ingredientes naturais, e é ótima para a saúde dos dentes. Tudo que você precisa fazer é misturar os ingredientes abaixo, cuidando para que não fiquem nódulos na mistura:

4 colheres de sopa de cálcio em pó
1 colher de sopa de Stévia
1 colher de sopa de sal marinho
2 colheres de sopa de bicarbonato de sódio
1/4 xícara de óleo de coco

Alertas: essa pasta de dente caseira não deve ser utilizada por mais de 30 dias seguidos, por causa de sua estrutura abrasiva e por causa da ausência de flúor.

Agora, para continuar cuidando de seus dentes em casa, você precisa conferir ainda: Como eliminar tártaro e clarear os dentes com esse remédio caseiro.

Fonte: Incrível