Curiosidades

Como tirar bicho de pé? Sintomas e tratamento caseiro

A tungíase é uma infecção causada por parasita, que causa dor, coceira e vermelhidão no local afetado. Portanto, preparamos dicas de como tirar bicho de pé.

A tungíase ou bicho-de-pé é uma infecção de pele causada por um parasita chamado Tunga penetrans. Em suma, a pulga Tunga entra na pele, principalmente nos pés, onde se desenvolve rapidamente. Então, quando isso acontece, você sabe como tirar bicho de pé? Ademais, dependendo da região, também se chama de bicho-de-areia, bicho-de-porco, bicho-do-cachorro, jatecuba, matacanha, pulga-de-areia ou tunga, por exemplo.

Além dos pés, a Tunga penetrans  pode penetrar em qualquer parte do corpo. Em suma, o parasita se infiltra na pele e pode viver ali por várias semanas, causando uma pequena lesão que pode inflamar. Consequentemente, a pulga pode causar sintomas como dor, coceira e vermelhidão. Além disso, o macho e a fêmea dessa espécie se alimentam de sangue.

No entanto, apenas a fêmea penetra na pele para que seus ovos amadureçam, geralmente, ela produz cerca de 100 a 200 ovos. Em seguida, os ovos são eliminados no ambiente e a pulga morre. Ademais, a Tunga penetrans mede aproximadamente 1 milímetro e vive na terra. Porém, depois que penetra a pele ela começa a crescer, podendo chegar ao tamanho de uma ervilha.

Por fim, para tratar a infecção causada pelo bicho-de-pé, é preciso retirar o parasita da pele. No entanto, é preferível fazer isso em um posto de saúde. Onde são usadas agulhas esterilizadas. Além disso, para aliviar os sintomas também podem ser usados cremes à base de cânfora ou vaselina salicilada.

Da mesma forma, há remédios como Tiabendazol ou Ivermectina em comprimido. Contudo, para evitar novas infecções, é necessário tomar certos cuidados como evitar andar descalço em solos com areia ou lama. Principalmente, próximo ao lixo ou locais sem saneamento adequado.

Como tirar bicho-de-pé: sintomas e como se pega

Como tirar bicho de pé: sintomas e tratamento caseiro
Brasil Escola

Antes de aprender como tirar bicho-de-pé é necessário saber identificar seus sintomas. Em suma, a infecção provocada pela pulga Tunda causa lesões que ocorrem principalmente nas plantas dos pés, ao redor das unhas e no espaço entre os dedos. Entretanto, também pode ocorrer em outras regiões do corpo.

Continua após a publicidade

Após penetrar a pele, cerca de 30 minutos o parasita já produz os sintomas iniciais. Dessa forma, aparece no local uma mancha avermelhada com cerca de 1 mm, além de uma dor leve no local. Em seguida, outros sintomas podem surgir na pele, tais como:

  • Erupção na pele, com um ponto preto no centro e branco à volta;
  • Coceira;
  • Dor e desconforto;
  • Presença de secreção transparente ou amarelada, caso haja inflamação ou infecção local.

Enfim, após 3 semanas, os ovos já  podem ter sido expelidos. E, quanto ao parasita, pode ter saído espontaneamente ou ser morto e eliminado do corpo pelo sistema imunológico. Todavia, a pulga pode ter deixado resíduos que podem permanecer meses na pele.

Ademais, o parasita que causa o bicho-de-pé habita em solos com areia e pouca luminosidade. Principalmente, em locais próximos a chiqueiros, a monte de esterco ou lixo. No entanto, a Tunga penetrans, também pode estar presente nos pelos de cães e ratos, se alimentando do seu sangue.

Pois, quando a fêmea está cheia de ovos, ele procura por um hospedeiro, podendo ser um animal ou em pessoas, para penetrar na pele. Dessa forma, o parasita se infiltra deixando a parte posterior para fora. Por isso, fica um ponto preto no meio da lesão e, é assim que o parasita elimina seus ovos e as fezes.

Enfim, esses ovos tornam-se larvas em 3 ou 4 dias e, depois viram novas pulgas. Que podem infectar outras pessoas.

Como tirar bicho-de-pé

Diário de Biologia

Apesar do parasita que causa o bicho-de-pé ficar na pele temporariamente, é importante que seja feito um tratamento adequado. Dessa forma, evitará complicações como infecção por bactérias, perda de unhas, formação de úlceras ou deformidades nos dedos. Além disso, impedirá que novos ovos sejam expelidos no ambiente e contamine mais pessoas.

Continua após a publicidade

Mas, afinal, como tirar o bicho-de-pé? Em suma, o parasita deve ser retirado com a ajuda de uma agulha esterilizada, perfurando a pele. Dessa forma, será retirado o parasita e seus ovos. No entanto, é muito importante desinfetar bem o local da lesão, antes e após a retirada da Tunga penetrans.

Dessa forma, para uma boa cicatrização é necessário manter a lesão limpa, seca e com um curativo. No entanto, o mais indicado é que o procedimento seja feito por um profissional, que vai garantir os cuidados adequados de higiene. E, assim evitando mais infecções. Além disso, no caso de muitas pulgas, pode haver a necessidade da pessoa ser hospitalizada. Para que seja anestesiada antes do procedimento.

Por fim, para ajudar na cicatrização da lesão causada pelo bicho-de-pé, pode ser indicado o uso de pomada com antibiótico. Além de um reforço da vacina contra tétano e medicamentos antifúngicos, antibióticos e anti-inflamatórios.

Como tirar bicho-de-pé: tratamentos caseiros

Tem como tirar bicho-de-pé com tratamentos caseiros. Por exemplo, lavar os pés com vinagre e, em seguida fazer uma compressa de própolis. Dessa forma, o parasita será eliminado sem a necessidade de cortar a pele. Enfim, o tratamento caseiro é realizado em dois passos, são eles:

1- Lavar os pés com vinagre e calêndula

Como tirar bicho de pé: sintomas e tratamento caseiro
Globo

Por possuir propriedades antisséptica e antiparasitária, o vinagre e a calêndula ajudam a tirar o bicho-de-pé. Além disso, mantêm a pele limpa e saudável. Dessa forma, para o preparo você vai precisar de:

  • 4 colheres (sopa) de flores de calêndula secas;
  • 60 ml de vinagre;
  • 100 ml de água fervente.

Então, pegue as folhas de calêndula e adicione em um recipiente com a água fervente. Depois, tampe e espere ficar morno. Ademais, coloque em uma bacia que caibam os pés e adicione o vinagre. Por fim, coloque os pés na bacia e deixe os pés de molho por 20 minutos. Repita de 4 a 5 vezes por dia.

Continua após a publicidade

2- Aplicar própolis

Após lavar os pés, para finalizar o tratamento caseiro, aplique extrato de própolis diretamente na região afetada pelo bicho-de-pé. Em seguida, cubra com esparadrapo. Pois, o própolis ajuda na desinfecção da ferida, além de acelerar o processo de regeneração dos tecidos. Por fim, aplique o própolis sempre após a lavagem dos pés com o vinagre, durante 3 dias.

Como prevenir

Gazeta do Bairro

Agora que você já sabe como tirar bicho-de-pé, é preciso saber como evitar ser contaminado novamente. Para isso, você deve tomar os devidos cuidados:

  • Evite andar descalço ou permanecer em lugares que podem estar infestados pelo parasita;
  • Use botas de cano alto ao andar por locais propícios ao desenvolvimento da Tunga penetrans;
  • Examine regularmente os animais para prevenir infestações e retire os parasitas que encontrar;
  • Evite ir a praias onde animais frequentam;
  • Procure não entrar em casas abandonadas ou que não estão habitadas, pois podem abrigar pessoas ou animais infectados;
  • Não entre em contato com areia e grama que você não conheça a procedência.

Então, se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: Pulgas – Como identificar no animal, prevenção e tratamento.

Fontes: Médico Responde; Tia Saúde;

Imagens: Youtube; Brasil Escola; Diário de Biologia; Gazeta do Bairro;

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você