Curiosidades

Aprenda para nunca mais esquecer qual é a diferença entre mar e oceano

A diferença entre mar e oceano começa a partir da extensão territorial, mas vai além porque envolve questões de salinidade e profundidade.

A principal diferença entre mar e oceano está na extensão territorial. Por um lado, os mares são menores e estão em áreas costeiras. Ademais, tem ligação direta ou indireta com os oceanos. Dessa forma, apresentam categorias e tipos diversos, como é o caso dos mares abertos, mares continentais e mares fechados.

Em contrapartida, os oceanos ocupam grandes extensões e tem delimitações por porções de terra. Além disso, tendem a ser muito profundos, em especial quando comparação com o mar. Nesse sentido, cabe citar que até os dias atuais os seres humanos não tem conhecimento completo do fundo do oceano.

No geral, estima-se que 80% dos oceanos não foram explorados. Ainda nesse contexto, deve-se levar em conta que existem tecnologias insuficientes para investigar o oceano nesse momento. Sendo assim, a indústria e os especialistas buscam aperfeiçoar e inventar novas formas de conhecer melhor essa parte do planeta.

Curiosamente, a Terra recebe o nome de Planeta Azul também  porque os oceanos correspondem a cerca de 97% de toda a água do planeta. Portanto, a grande presença de água na superfície terrestre, assim como a composição da atmosfera, estão por trás da origem do apelido. Por fim, entenda mais sobre qual é a diferença entre mar e oceano a seguir:

Continua após a publicidade

Aprenda para nunca mais esquecer qual é a diferença entre mar e oceano

Qual é a diferença entre mar e oceano?

Comumente, as pessoas associam ambos por serem grandes corpos de água salgada. Portanto, surge essa ideia do mar e oceano como sinônimos. No entanto, a diferença entre mar e oceano começa na questão da extensão territorial e vai além. Nesse sentido, vale lembrar que, apesar da sua vasta cobertura, nem toda porção de água na Terra é um oceano.

Ou seja, existem outros corpos de água, como mares, canais, golfos, lagos e rios, por exemplo. No caso dos mares, ainda existem tipos diferentes que cabem ser citados. Em primeiro lugar, os abertos tem como principal característica a conexão com os oceanos. Logo em seguida temos os continentais, que por sua vez, apresentam uma conexão com maior limitação.

Por fim, os fechados são aqueles cuja relação com o oceano acontece de forma indireta. Em outras palavras, por meio dos rios e canais. Basicamente, a cobertura de 71% de água na superfície do Planeta Azul acontece nesses tipos de mares e também nos 5 oceanos.

Continua após a publicidade

Em resumo, os 5 oceanos estão divididos por continentes, e também em grandes arquipélagos. Entre os oceanos principais temos o Oceano Pacífico, Índico, Atlântico, Glacial Ártico e Antártico. Sobretudo, o Oceano Pacífico é o maior da Terra, e está entre o continente americano e a Ásia, assim como a Oceania.

Por outro lado, o Oceano Glacial Antártico é a massa de água ao redor do Círculo Polar Antártico. No entanto, existem polêmicas sobre o reconhecimento desse corpo de água como oceano, o que desperta muitas discussões na comunidade científica. Apesar disso, a diferença entre mar e oceano se faz entender melhor a partir das diferenciações e categorizações.

Aprenda para nunca mais esquecer qual é a diferença entre mar e oceano

Curiosidades sobre os corpos d’água

Em resumo, a diferença entre mar e oceano envolve o fato dos mares serem limitados ou cercados quase que completamente por continentes. Enquanto isso, os oceanos são aqueles que cercam os continentes e as massas de terras emersas, como arquipélagos e ilhas. Por outro lado, mares são partes ou extensões dos oceanos, majoritariamente em áreas intercontinentais ou próximas.

Continua após a publicidade

Ademais, os oceanos são maiores que os mares em extensão territorial, o que faz com que sejam bem mais profundos. Em contrapartida, os mares tem uma menor distância entre o fundo e sua superfície porque são menores e mais ligados aos continentes de forma natural.

Portanto, ainda que tenham semelhanças por serem grandes corpos de água salgada, essas diferenças são fundamentais para a compreensão. Além disso, os conceitos individuais servem ainda para entender os fenômenos naturais. Por exemplo, sabe-se hoje que as tsunamis partem do oceano e chegam ao mar, invadindo o continente.

Mais ainda, os mares tendem a ser mais salgados que os oceanos. Sobretudo, essa variação decorre das correntes oceânicas, que acabam distribuindo matéria orgânica e sal. Ou seja, a salinidade dos oceanos é renovada enquanto os outros corpos d’água estão mais suscetíveis ao processo de evaporação. Quando a água evapora, há maior taxa de salinidade e concentração dessa substância.

E aí, aprendeu qual é a diferença entre mar e oceano? Então leia sobre Sangue doce, o que é? Qual a explicação da Ciência

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você