Curiosidades

Epitáfio, o que é? Origem e importância dessa tradição antiga

O epitáfio é uma das tradições fúnebres do Brasil, são frases colocadas no túmulo do ente querido como uma forma de homenagear aquela pessoa especial.

O Brasil é um país rico de tradições e cultura, e quanto aos ritos funerários não podia ser diferente. Por isso, são comuns rituais como velório, sepultamento, cremação, missas ou cultos, entre outros. No entanto, a composição do túmulo e todos os cuidados com ele, também fazem parte da tradição. Por exemplo, o registro do epitáfio nos túmulos.

O epitáfio é o ato de escrever sobre o túmulo, cuja origem é proveniente da Grécia antiga. Ademais, tem como objetivo prestar uma homenagem à pessoa que ali está sepultada, além de evocar memórias e lembranças da vida do ente querido. Pois, no epitáfio fica eternizado a personalidade do ente e a importância que teve em vida. Com o tempo, a tradição de escrever nos túmulos se popularizou, hoje, é usado por toda a população.

Por se tratar de uma homenagem, não há restrições sobre o que escrever no epitáfio. Dessa forma, é muito comum encontrarmos lápides com epitáfios contendo frases famosas, versos, poemas, canções, passagens da Bíblia e até mesmo uma brincadeira em comum com o ente sepultado.

Por fim, Epitáfio também é o nome de uma música da banda de rock brasileira Titãs. De acordo com a letra da música, ela fala sobre como uma pessoa que já morreu gostaria de mudar muitas de suas atitudes, se ainda pudesse voltar a viver. Por isso, uma das frases mais conhecida da música, ‘Devia ter amado mais, ter chorado mais, ter visto o sol nascer’, é muito usada em epitáfios.

Continua após a publicidade

O que é epitáfio?

Razão para viver

A palavra epitáfio significa ‘sobre o túmulo’, que vem do grego epitáfios, epi, que significa acima e táphos, que quer dizer túmulo. Em suma, se refere às frases escritas sobre túmulos, podendo ser escritas em placas de mármore ou metal, e colocadas em cima de túmulos ou mausoléus nos cemitérios. Ademais, essas placas são chamadas de lápides e seu objetivo é prestar uma homenagem aos mortos sepultados naquele lugar.

Por isso é comum que pessoas famosas escolham em vida o que gostariam que escrevessem em suas lápides. Porém, sem sempre os familiares atendem ao último desejo por considerarem a escolha não apropriada. Por fim, o epitáfio é uma espécie de resumo da vida do falecido e é colocada ali pela família como uma última homenagem, uma lembrança positiva. Dessa forma, todos que visitarem o cemitério, saberão um pouco da pessoa que foi sepultada ali e como ela amada e deixou saudades.

Origem do epitáfio

Aventuras na História

O epitáfio nasceu na Grécia, depois se estendeu até Roma, até chegar aqui no Brasil. Eram usados para narrar os atos heroicos do nobre, rei ou membro proeminente da corte que morreu e foi sepultado naquele local. No entanto, com o passar do tempo começou a ser usado por toda a população, que queriam deixar registrado as qualidades daquele ente querido que faleceu e deixou muita saudades para aqueles que o amavam. Em suma, o epitáfio auxiliava na vivência e superação do luto, mantendo uma linha tênue entre a vida e a morte.

 Principais tipos de epitáfios

Genildo

Parte da tradição, o epitáfio segue a seguinte estrutura:

Continua após a publicidade
  • Nome da pessoa falecida
  • Data de nascimento e de morte
  • Contexto textual (poema, citação, agradecimento, biografia, dedicatória, letra de música, passagem bíblica, entre outras)

No entanto, há modelos de epitáfios mais populares, onde as pessoas costumam usar frases conhecidas, tais como:

  • ‘Aqueles que amamos nunca morrem, apenas partem antes de nós’
  •  ‘Quando morreres, só levarás aquilo que tiveres dado’
  •  ‘A saudade é o que faz as coisas pararem no tempo’ – (Mário Quintana)
  • ‘Saudade: presença dos ausentes’ – (Olavo Bilac)
  • ‘Os teus dias duram por todas as gerações!’ – (Salmos 102:24)
  • ‘Bem-aventurados os puros de coração, porque eles verão a Deus’ – (Mateus 5:08)

No entanto, esses são apenas alguns exemplos, pois, as possibilidades são infinitas. Onde cada escolha representa qualidades e características daquele ente querido. Por exemplo, algumas pessoas escolhem colocar epitáfios engraçados, como:

  • Epitáfio de um sapateiro: ‘Bati as botas!’
  • Epitáfio de um confeiteiro: ‘Acabou-se o que era doce!’
  • Do hipocondríaco: ‘Não disse que eu estava doente?’

Por fim, tem aqueles túmulos com epitáfios famosos, por exemplo:

  • ‘Aqui jaz Fernando Sabino, que nasceu homem e morreu menino.’- (Mário Quintana, escritor e poeta brasileiro)
  • ‘É uma honra para o gênero humano que tal homem tenha existido’- (Isaac Newton, cientista e físico inglês)
  • ‘Foi poeta, sonhou e amou na vida’- (Álvares de Azevedo, escritor brasileiro)
  • ‘Assassinado por imbecis de ambos os sexos’- (Nelson Rodrigues, cronista brasileiro)
  • ‘O tempo não para…’- (Cazuza, cantor famoso brasileiro)
  • ‘Longa é a arte, tão breve a vida’- (Antônio Carlos Jobim, cantor e compositor)

Epitáfios de famosos mais conhecidos

Como já mencionamos o epitáfio ou lápide, tem o objetivo de eternizar memórias e lembranças de uma pessoa. Por isso, quando uma pessoa pública tem uma vida marcante, é natural que seu epitáfio fique na história. Inclusive, há aqueles que transmitem emoção pra todos que o visitam. Por exemplo:

Continua após a publicidade

1 – Eva Perón

Flickr

Conhecida também como Evita, a mãe dos pobres, foi uma das personalidades mais icônicas da Argentina, falecendo em 1952, aos 33 anos de idade. Durante o período da ditadura argentina, seu corpo foi retirado do país, retornando apenas em 1976. Atualmente, o mausoléu Perón é um dos mais visitados do país, e em seu epitáfio está a seguinte frase:

‘Não chores por mim perdida ao longe, eu sou parte essencial da sua existência, todo o amor e dor me foi previsto, cumpri minha humilde imitação de Cristo que andou em meu caminho para seguir seus discípulos’.

2 – Sir Arthur Conan Doyle

Pinterest

Criador da famosa história de Sherlock Holmes faleceu em 1930, em sua casa, devido a problemas cardíacos. Ademais, seu túmulo é bastante visitado por seus fãs. E em seu epitáfio está a frase:

‘Verdadeiro aço. Lâmina afiada’.

Continua após a publicidade

3 – Elvis Presley

Pinterest

O cantor ficou conhecido como o rei do rock, embora sua morte seja rodeada de controversas, seu túmulo é um dos mais visitados do mundo. Que está localizado na mansão que pertenceu o cantor, chamada Graceland, em sua lápide há uma homenagem de seu pai, Vernon Presley, que escreveu:

‘Foi um presente precioso de Deus. Nós o amávamos muito, ele tinha um talento divino que compartilhava com todos e, sem dúvida, passou a ser aclamado em todo o planeta, conquistando os corações dos jovens e velhos, apenas para nos entreter, mas também por sua grande humanidade, sua generosidade e seus sentimentos nobres para com o próximo. Ele revolucionou o mundo da música e recebeu os prêmios mais prestigiados. Ele se tornou uma lenda viva do seu tempo, ganhando respeito e amor de milhões de pessoas. Deus notou que ele precisava descansar e levou-o para casa para estar com Ele. Sentimos sua falta e agradecemos a Deus por nos dar você como filho’.

4 – Karl Marx

R7

Um dos maiores filósofos da história ficou conhecido como o pai do socialismo, pois era um dos principais críticos do capitalismo. Em suma, seu corpo foi sepultado em Londres, cujo epitáfio é:

‘Os filósofos têm interpretado o mundo de várias maneiras. O ponto, contudo, é mudá-lo’.

Continua após a publicidade

5 – Frank Sinatra

Pinterest

O cantor Frank Sinatra, com sua voz potente, é considerado como um dos maiores nomes da música mundial e um dos maiores artistas do século XX. Assim como o túmulo de Elvis Presley, o de Frank Sinatra é um dos mais visitados do mundo. Faleceu em 1998 e foi sepultado no Desert Memorial Park, Califórnia, e em sua lápide está a seguinte frase:

‘O melhor ainda está por vir’.

6 – Edgar Allan Poe

El Espanõl

Um dos fundadores do gênero de ficção científica e considerado como um dos maiores nomes da literatura mundial. Edgar Allan Poe foi encontrado morto após ser visto vagando pelas ruas de Baltimore. E em seu epitáfio está uma frase de sua autoria, que pertence a um de seus poemas:

‘Disse o corvo, nunca mais’.

Continua após a publicidade

Em suma, a tradição de colocar epitáfios nos túmulos é bastante popular, pois é uma homenagem ao ente falecido, uma forma de deixar lembranças e qualidades perpetuadas para que pessoas possam visitar no futuro. E assim, matar um pouco a saudade que aquela pessoa especial deixou ao partir. Por isso, quando for criar um epitáfio, pense nos feitos da pessoa em vida, leve suas convicções religiosas em consideração e nas coisas que ela mais gostava. Afinal, o epitáfio deve servir como uma conexão entre o falecido e aqueles que o amava e tudo o que ele representava em vida.

Por fim, há um fato curioso sobre epitáfios, é a existência de um turismo focado em visitas a cemitérios para conhecer lápides de pessoas famosas. Então, o que você acha disso? Se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: Sarcófagos, o que são? Como surgiram e risco de abrir nos dias de hoje.

Fontes: Significados, Correio Brasiliense, A Cidade On, Amar Assist

Imagens: Genildo, Razão para viver, Aventuras na História, Flickr, Pinterest, R7, El Espanõl

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você