Curiosidades

Como saber se a formiga é macho ou fêmea?

Você sabia que para descobrir se uma formiga é macho ou fêmea é mais fácil do que você imaginava? Confira aqui e aprenda como se faz!

Para saber se uma formiga é macho ou fêmea, basta observar a presença ou ausência de asas. De modo geral, os machos são os que têm asas, ao contrário das fêmeas. A única exceção é a rainha: ela também tem asas e é maior que os machos.

Muito mais fácil do que você imaginava, né? A gente nem precisava gastar tanto tempo, sobretudo na infância, tentando identificar daquela forma que fazemos com os mamíferos, procurando algum órgão específico. Já aproveita para contar para as crianças da família e poupar o tempo e as vistas delas.

Quer saber ainda mais sobre as formigas? Confira nossa matéria.

Formiga macho ou formiga fêmea?

Saber se uma formiga é macho ou fêmea pode ser um mistério da natureza, mas o professor Igor Coelho, do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG, em entrevista ao Universidade das Crianças dá uma dica.

Segundo o biólogo, para a gente descobrir se uma formiga é macho ou fêmea, basta a gente observar um aspecto: a presença ou ausência de asas. De modo geral, são os machos que têm asas, no entanto, temos uma exceção: a rainha.

Como identificar uma rainha?

E agora? Como saber qual formiga é um macho e qual é a rainha? A resposta não é difícil, é só se atentar ao tamanho delas.

Continua após a publicidade

O professor explica que a rainha é bem grande e gorducha, por causa dos ovos que leva em seu abdômen. Os machos, por outro lado, não têm um tamanho muito diferente das formiguinhas sem asas, que provavelmente são as fêmeas.

Existe reprodução de formigas fêmeas sem machos?

Sim! Existe uma espécie de formigas chamada Mycocepurus smithii que não precisa de machos para se reproduzir, ou seja, ela não necessita da fertilização para que dê origem a outros seres. O que ocorre é que, de maneira geral, essas rainhas são autossuficientes e assexuadas, conforme confirmaram pesquisadores.

“Animais completamente assexuados são relativamente raros, o que faz desta uma formiga muito interessante” afirmou Christian Rabeling, um dos pesquisadores.

Leia também:

Fontes: Universidade das Crianças, Diário de Notícias.

Bibliografia:

HIMLER, Anna G. et al. No sex in fungus-farming ants or their cropsProceedings of the Royal Society B: Biological Sciences, v. 276, n. 1667, p. 2611-2616, 2009.

Continua após a publicidade

Rabeling C, Lino-Neto J, Cappellari SC, Dos-Santos IA, Mueller UG, Bacci M Jr (2009) Thelytokous Parthenogenesis in the Fungus-Gardening Ant Mycocepurus smithii (Hymenoptera: Formicidae). PLoS ONE 4(8): e6781.

Próxima página »

Escolhidas para você