Ciência & Tecnologia

Google: história, curiosidades e TUDO sobre empresa

A história do Google é relativamente recente, com início em 1998, mas já possui capítulos essenciais para a internet como conhecemos hoje.

Por P.H Mota

A história do Google começou como um projeto de pesquisa dos estudantes de doutorado Larry Page e Sergey Brin enquanto frequentavam a Universidade de Stanford, na Califórnia, em janeiro de 1996. Larry Page e Sergey Brin tinham formação acadêmica e sabiam da importância das citações em trabalhos de pesquisa.

Eles criaram o PageRank com base na mesma noção, onde se pode estimar a importância de um site com base em seus links recebidos. Assim, o mecanismo de busca do PageRank era a espinha dorsal para o Google.

A ideia original de criar um mecanismo de busca, no entanto, foi uma ideia de Page, que então trabalhou com Scott Hassan ( o terceiro fundador incidental do Google ) para escrever código para ele.

Contudo, os anos passaram e Hassan partiu para seguir uma carreira em robótica, seguido por Brin se juntando à equipe e produzindo o produto final.

Vamos saber tudo sobre a história do Google aqui!

Quem fundou o Google?

História do Google - origem e desenvolvimento da empresa de tecnologia

Os pais fundadores do Google são Larry Page e Sergey Brin. Na época, Sergey Brin tinha 21 anos e já estudava na instituição. Aluno do curso de ciências da computação, ele foi o responsável por apresentar o campus a Page.

Page tinha a intenção de ingressar em Stanford para um doutorado e, então, acabou se aproximando intelectualmente de Brin. Essa conexão, inclusive, foi mencionada pelos dois durante uma entrevista em 2008, quando usaram o termo “almas gêmeas intelectuais”. Entretanto, este foi só o primeiro passo para o desenvolvimento da história do Google.

Além disso, os dois se tornaram parceiros de pesquisa, estudando as propriedades matemáticas da internet. Com a dissertação “The Anatomy of a Large-Scale Hypertextual Web Search Engine” (A anatomia de um mecanismo de pesquisa da Web hipertextual em grande escala, em tradução livre), descreviam especificidades de um buscador capaz de rastrear a web e ranquear as páginas por relevância. Dessa maneira, decidiram criar a página que se tornaria o Google.

A princípio, o sistema de buscas se chamava BackRub. Apesar do nome diferente, a tecnologia já tinha a base do Google. Assim, o buscador classificava sites por relevância, que incluía o número de páginas naquele domínio e quantas outras páginas de outros sites levavam a ele.

Como surgiu o Google Inc.?

Depois de desenvolver o sistema, a dupla decidiu trocar seu nome pelo que conhecemos: Google. A inspiração veio de googol, nome dado ao número 1 seguido por 100 zeros.

No início, o site ainda era hospedado nos servidores de Stanford. Foi a partir de 15 de setembro de 1997 que o domínio google.com foi registrado.

A partir daí, a dupla começou a focar na evolução da empresa. Os dois buscaram financiamento para conseguir abrir a companhia e chegaram até mesmo a se endividar com amigos. Quase um ano depois, em 4 de setembro de 1998, a Google Inc. foi fundada.

Durante essa fase, Page e Brin conseguiram um bom crescimento e tentaram vender sua startup. A dupla ofereceu o site de buscas ao portal Excite por US$ 1 milhão, mas não teve sucesso. O preço ainda foi reduzido para US$ 750 mil, mas o CEO da Excite não foi convencido.

Como a empresa começou a se popularizar?

O crescimento da empresa nos anos 2000 começa a dar forma a história do Google. Em maio, o site passou a ter versões em idiomas além do inglês, incluindo o português. As outras línguas adicionadas foram: francês, alemão, italiano, sueco, finlandês, bem como espanhol, holandês, norueguês e dinamarquês.

O sucesso foi tanto que o buscador do Yahoo! passou a utilizar o serviço do Google em seu portal.

No mesmo ano, o site chegou a um bilhão de endereços categorizados e ampliou o serviço para japonês, chinês e coreano. Entretanto, a China começou com bloqueios ao sistema. Eventualmente, o bloqueio a qualquer conteúdo internacional foi decretado.

A partir do fim do ano, o Google passou a investir em serviços além da busca. Foi nessa época que a empresa comprou o Usenet Discussion Service. O serviço foi renomeado para Google Groups e oferecia um espaço para discussões online.

Onde fica a sede do Google?

Para começar a empresa, Page e Brin usavam a garagem de uma amiga, em Menlo Park. A amiga, Susan Wojcicki, atualmente é CEO do YouTube. O primeiro funcionário da dupla foi um colega de classe, Craig Silvertein, que deixou o emprego em 2012.

A partir de 1999, a dupla foi para seu primeiro escritório comercial, com oito funcionários. Apenas seis meses depois, se mudava para Mountain View, já com 40 funcionários.

A última mudança aconteceu em 2003. Desde essa data, o Google opera a partir do Googleplex.

Como o Google ganha dinheiro com suas ferramentas?

No novo escritório, começam a surgir as principais mudanças para o Google. Primeiramente, um funcionário turco da empresa, Orkut Buyukkokten, foi responsável por criar uma rede social que permitia discussões em fóruns, além de compartilhamentos de fotos e mensagens.

Em seguida, o Google investiu num serviço de e-mail: o Gmail. A princípio, o diferencial estava no oferecimento de armazenamento de 1 GB para cada usuário. Tanto Orkut como Gmail precisavam de convites para seus primeiros cadastros.

A partir daí, surgiu uma série de novas ferramentas, dentre elas: Google Earth, Google Talk, Google Reader e Google Analytics. Entretanto, a compra mais marcante da história do Google aconteceu em 2006.

Nesse ano, a empresa desembolsou US$ 1,65 bilhões para comprar o YouTube. Na época, o site de vídeos tinha apenas um ano de funcionamento.

Por fim, atualmente, a empresa também é responsável por diversas tecnologias que fazem parte do uso diário da internet por milhões de usuários. Entre eles estão o sistema operacional Android, o navegador Google Chrome e o Google Drive, bem como Google Maps, Waze e uma porção de aplicativos disponíveis no Google Play.

O que é Google X?

Durante anos, o Google teve um laboratório secreto chamado Google X. É onde a empresa criou coisas como elevadores espaciais, projetos de robótica e o famosos carro autônomo.

Em suma, o Google tem quantias exponenciais de dinheiro, e os fundadores do Google adoram grandes ideias. O Google X explorou ideias secretas de um grupo diversificado de inventores e empreendedores que constroem e lançam tecnologias que visam melhorar a vida de milhões, até bilhões, de pessoas.

No que diz respeito aos projetos secretos, as ideias que receberam cobertura da imprensa eram difíceis, talvez, mas não inconcebíveis. Desse modo, o laboratório Google X tornou-se um pouco menos secreto quando os relatórios sobre ele apareceram nas notícias.

A renomeada empresa X , assim como sua antecessora, aborda ideias radicais na tentativa de tornar o mundo um lugar melhor. Entretanto, a empresa não divulga muitas informações sobre seus projetos secretos, mas alguns projetos mais antigos do Google X demonstram o tipo de trabalho que o X faz.

20 momentos marcantes na história do Google

1. (1998)

Larry Page e Sergey Brin começam a mostrar aos investidores seu novo mecanismo de busca, o Google, que classifica os resultados de pesquisa com base em links para páginas individuais, em vez de palavras-chave.

O projeto, inicialmente chamado BackRub, atraiu o interesse de quatro investidores, entre eles Jeff Bezos, fundador da Amazon.

2. (1999)

Page e Brin tentam, sem sucesso, vender sua startup para o extinto gigante de buscas Excite. Eles teriam pedido US$ 1 milhão, mas foram recusados ​​pelo CEO da Excite, que achava que a empresa estava supervalorizada.

Posteriormente, em 1999, o Google levanta US$ 25 milhões de empresas tradicionais de capital de risco Sequoia Capital, Kleiner Perkins Caufield & Byers e outras.

3. (2000)

O Google lança sua primeira brincadeira do Dia da Mentira, chamada MentalPlex, pedindo às pessoas que projetem uma imagem mental do que desejam pesquisar enquanto observam um GIF animado.

4. (2001)

O Google faz sua primeira aquisição em sua história corporativa, comprando a Deja, que forma a base do Google Groups. Desde então, o Google adquiriu mais de 200 outras empresas.

5. (2002)

O Google entra oficialmente no vernáculo da cultura pop, como com um personagem do programa de TV “Buffy, a Caça-Vampiros” fazendo uma referência a ‘Googling’ alguém. Além disso, o Yahoo se oferece para comprar o Google por US$ 3 bilhões, uma oferta que o Google recusa.

6. (2003)

O Google se muda para seu novo local de trabalho. O complexo fica localizado na cidade de Mountain View, no estado da Califórnia. Posteriormente, o lugar se tornaria o nexo para o Googleplex, que agora abrange centenas de milhares de metros quadrados de escritórios em Mountain View.

7. (2004)

O Google abre seu capital em agosto de 2004 a US$ 85 por ação, levantando pouco mais de US$ 1,9 bilhão. A empresa dividiu suas ações em 2014 e agora é negociada a cerca de US$ 1.214 por ação.

8. (2005)

A empresa lança o Google Maps e o Google Earth, minando o mercado pago de navegação por GPS.

9. (2006)

O Google faz sua primeira mega-aquisição, comprando o YouTube por US$ 1,6 bilhão. Apesar do alto preço, o YouTube continua sendo uma das aquisições mais lucrativas do Google até hoje, gerando bilhões de dólares por ano em receita de publicidade em vídeo.

10. (2007)

A empresa faz sua segunda mega-aquisição, comprando o serviço de publicidade DoubleClick por US$ 3,1 bilhões.

11. (2008)

Google começa a distribuir as primeiras versões do sistema operacional Android para fabricantes de telefones. O G1 da T-Mobile é o primeiro smartphone a rodar o Android.

12. (2009)

O Google atinge um marco importante, com pessoas fazendo mais de 1 bilhão de consultas de pesquisa no site por dia. Desse modo, o site se torna o mecanismo de busca dominante nos EUA, com 65% de participação de mercado.

13. (2010)

A empresa lança seu primeiro smartphone de marca, o Nexus One.

14. (2011)

O Google faz sua maior aquisição até hoje, gastando US$ 12,5 bilhões para comprar a Motorola Mobility. Três anos depois, o Google vendeu a Motorola Mobility para a Lenovo por US$ 2,9 bilhões.

15. (2012)

O Google atinge outro marco importante, reportando uma receita anual de mais de US$ 50 bilhões. No ano passado, a empresa registrou receita de quase US$ 110 bilhões.

16. (2013)

O Google lança o Chromecast, um dongle que permite que as pessoas transmitam conteúdo de seus telefones ou computadores para uma TV.

17. (2014)

Google compra DeepMind, uma empresa de inteligência artificial sediada no Reino Unido, por US$ 625 milhões. Ademais, também compra a startup de automação residencial Nest por US$ 3,2 bilhões.

18. (2015)

Google se reestrutura como Alphabet, uma holding que possui várias empresas, incluindo o Google. O lançamento da Alphabet foi projetado para dar aos investidores uma visão melhor dos lucros e perdas do Google, separando os caros projetos “moonshot” da empresa, como o Google Fiber, em entidades separadas.

19. (2016)

O Google lança sua linha de alto-falantes domésticos inteligentes, equipados com o Google Assistant.

20. (2017)

O Google lança seu sistema de pagamento por aproximação, o Android Pay, no Brasil, o primeiro país da América Latina a receber a modalidade.

Em que ano o Google chegou ao Brasil?

O Google chegou ao Brasil no ano 2000, mas foi no dia 20 de julho de 2005 que o Google fechou a aquisição de uma startup mineira, a Akwan, e deu o pontapé inicial na história da companhia no Brasil.

A pequena empresa local era responsável pelo sistema de buscas TodoBR e foi criada por pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte; foram eles: Nivio Ziviani, Ivan Moura Campos, Alberto Laender e Berthier Ribeiro Neto, hoje diretor de engenharia do Google para América Latina.

Logo depois, o escritório em São Paulo foi aberto. Esta sede é, até hoje, a principal do Brasil. Hoje, o “escritório de BH” reúne 181 profissionais (onde 174 são engenheiros), incluindo profissionais vindo de países como Peru, Argentina, Colômbia, Venezuela e Índia.

Além de ser uma referência em desenvolvimento de algoritmos para a Busca, esse time é responsável por outros projetos importantes, como o Family Link, aplicativo que ajuda famílias a criarem hábitos digitais saudáveis em seu dia a dia, e tecnologias de combate a ataques de phishing e spam.

Atualmente o Brasil é um dos principais países em número de desenvolvedores registrados na loja de aplicativos do Google. O número de apps criados por desenvolvedores brasileiros com mais de 1 milhão de usuários cresceu quase 50% de maio de 2019 para maio de 2020.

O que o Google sabe sobre você?

Para começar, ele sabe sobre seu nome, sexo, data de nascimento, números de celular pessoais, onde você trabalha, pesquisas recentes no Google, sites que você visitou, onde você mora, suas pesquisas recentes no YouTube e gravações de sua voz sempre que você interage com o Google Assistant e muito mais, você nem imagina.

Confira quais dados os serviços do Google coletam sobre você:

Pesquisa Google

O Google mantém um histórico de todas as pesquisas que você fez na Web ao usar o mecanismo de pesquisa do Google. Aliás, isso por si só é muita informação, mas quando fica ainda mais abrangente quando combinado com o seguinte.

Google Chrome

Embora o Chrome possa muito bem ser o melhor navegador da Web disponível, ele também fornece ao Google um histórico de todos os sites que você visitou, mesmo que não tenha acessado esse site por meio de pesquisa.

YouTube

O Google rastreia as pesquisas que você fez no YouTube e mantém um registro de todos os vídeos que você assistiu.

Google Maps

O uso do Google Maps , especialmente ao usar a funcionalidade de navegação, dará ao Google acesso à sua localização e histórico.

Waze

Você pode não saber, mas o Google realmente possui a popular alternativa do Google Maps. Além disso, o Waze usa crowdsourcing para ajudar a orientar os motoristas, o que significa que as informações que os Wazers fornecem sobre o tráfego vão direto para o Google.

Android

O Android também está armazenando suas mensagens de texto e seu uso de aplicativos, então ele sabe tudo sobre o vício em Candy Crush que você sofreu alguns anos atrás.

Aplicativos do Google

Em suma, essa lista também engloba todos os outros aplicativos ou serviços do Google. Isso inclui Google Agenda, Gmail, Google Docs, Google Fotos, Google Drive etc.

O Google provavelmente sabe mais sobre você do que seus amigos e parentes. No entanto, graças à política de transparência de dados do Google, você pode verificar e verificar os dados coletados e armazenados pelo Google em seus servidores e, se necessário, excluí-los também. Mas, como saber onde seus dados estão armazenados com o Google e como baixá-los? Siga o passo a passo abaixo e use o Takeout clicando aqui.

Como baixar seus dados do Google?

O Google Takeout existe há muitos anos, mas a maioria das pessoas não está familiarizada com essa ferramenta. Ele permite que os usuários baixem todos os dados que compartilharam em todos os serviços do Google. A ferramenta deve empacotar todos os seus dados em um único arquivo ZIP.

1. Ir para Conta do Google e faça login com sua senha de ID do Google.

2. Depois de fazer login, você será levado ao Painel da sua conta. Você pode ver e acessar várias configurações e ferramentas. Você verá três menus colunares “Login e segurança”, “Informações pessoais e privacidade” e “Preferências da conta”.

3. Em Informações pessoais e privacidade, procure a opção “Controlar seu conteúdo”.

4. Ele irá redirecioná-lo para a página, onde você encontrará duas preferências. Primeiro, para “Criar um arquivo” dos seus dados do Google para download ou transferência. E segundo, para “Atribuir um administrador de conta”, caso você morra ou pare de usar o Google.

5. Depois de clicar na opção Criar arquivo, você será levado a Página do Google Takeout onde você pode começar a criar seu arquivo de dados do Google.

Usando o Takeout

6. Na página do Google Takeout, você verá uma lista completa dos Serviços do Google que armazenam seus dados pessoais. Ao ativar o botão de alternância de um serviço específico, você pode adicionar os dados que deseja incluir em seu arquivo. Clique no botão Avançar para prosseguir.

7. Logo depois de clicar no botão próximo, um menu suspenso aparecerá solicitando que você selecione o tipo de arquivo preferido da lista. Depois de selecionar em qual formato deseja seu arquivo, em seguida, ele solicita que você identifique o método de entrega.

Você pode selecionar a opção “Enviar link de download por e-mail” ou “Adicionar ao Google Drive”, que permite acessar o arquivo do seu Google Drive.

8. Clique no botão Create Archive, para iniciar o processamento de todos os seus dados para download. Dependendo da quantidade de dados que o Google carrega, pode levar algum tempo para prosseguir para a próxima etapa. Depois que seu arquivo for criado, você será notificado por e-mail.

9. Confira seus dados, pois cada dado tem seu próprio produto.

Como controlar sua privacidade no Google?

A maioria de nós sabe como excluir nossos históricos de navegação, mas isso é apenas uma pequena fração do seu perfil do Google. Para excluir as informações complexas enterradas no banco de dados do Google, você precisará excluí-las da página Minhas atividades.

1. Excluir seu histórico de atividades

  • A partir de um navegador Google Chrome conectado à conta que você deseja gerenciar, digite “myactivity.google.com” na barra de pesquisa.
  • Na coluna da esquerda, selecione “Excluir atividade por”.
  • Na nova janela exibida, expanda o menu suspenso Excluir por data e selecione o período de tempo que deseja excluir. Para excluir tudo, selecione “Todos os tempos”. Você também pode especificar de qual serviço deseja excluir.
  • Depois disso, clique em “Excluir” e pronto. Contudo, pode levar alguns minutos para que todas as alterações sejam aplicadas.

2. Desative o rastreamento de atividades

  • Feito isso, clique no botão Voltar para retornar ao menu principal.
  • Na coluna da esquerda, selecione “Controles de atividade”.
  • Percorra todas as opções e desative todas as atividades que você não deseja que o Google rastreie. Todavia, lembre-se de que alguns recursos do Google podem não funcionar se determinadas opções estiverem desativadas. Por exemplo, suas recomendações de vídeo do YouTube podem não ser tão relevantes se você desativar o histórico de exibição do YouTube. A maioria das opções tem explicações claras sobre o que fazem.

3. Verifique outras atividades do Google

  • Agora, volte ao menu principal novamente.
  • Na coluna da esquerda, selecione “Outra atividade do Google”.
  • Aqui é onde você pode excluir todas as informações fora da seção principal “Minha atividade”. As opções aqui são diversas, dando a você controle sobre serviços que variam de comentários do YouTube a dados de pesquisa compartilhados. Examine-os com cuidado, pois as alterações feitas aqui são irreversíveis.

10 dicas para refinar pesquisas no Google

Algumas dicas e truques do Google podem ajudar os usuários a encontrar informações específicas que estão procurando.

1. Usando aspas

Se você usar aspas em sua pesquisa do Google, o mecanismo fornecerá os resultados exatos que você está procurando. Com aspas, você pode encontrar a fonte da citação. Por exemplo: “animal mais rápido do mundo”.

2. Usando traços para excluir palavras da pesquisa

Para encontrar informações específicas que não incluam um aspecto das informações que você procura, você pode adicionar as palavras-chave que precisa excluir dos resultados da pesquisa adicionando traços. Por exemplo: “velocidade do guepardo -animal”.

3. Obtenha uma cotação de ações

Digitando o ticker de ações de uma empresa, você pode encontrar o preço das ações imediatamente. Assim, você pode simplesmente digitar ‘APPL’ para descobrir o último preço de negociação da Apple.

4. Usando ~ para encontrar sinônimos

Ao usar o til (~), os resultados da pesquisa exibirão opções mais específicas e incluirão mais resultados sinônimos do que você pode estar procurando. Se você digitar ‘~sapatos baratos’, obterá resultados que incluirão resultados para sapatos acessíveis e baratos, ampliando assim o intervalo de pesquisa.

5. Usando dois pontos

Adicionar dois pontos em uma consulta de pesquisa fornecerá resultados dentro de um intervalo específico. Aliás, este truque é notado, melhor na teoria do que na prática. Por exemplo: “site:segredosdomundo.r7.com”.

6. Pesquisando por tipo de arquivo ou domínio

Você pode adicionar um tipo de arquivo e especificar um domínio, se estiver procurando resultados em formatos específicos, como jpg, ou procurando resultados em um domínio específico. Além disso, você pode adicioná-lo ao mecanismo de pesquisa em ‘filetype: pdf’ ou para domínios específicos, adicionando ‘site:’ antes dele.

7. Pesquisando sites relacionados

Se houver um site ou blog específico que você gostaria de visitar, você pode usar o Google para encontrar outros sites semelhantes digitando “related:” seguido do URL. Exemplo: related:segredosdomundo.r7.com

8. Pesquisando dentro de uma faixa de preço

Quase 100% das compras feitas envolvem pesquisa on-line em algum ponto do processo de pesquisa de produtos e comparações de preços. Dessa forma, você pode solicitar ao Google que pesquise produtos específicos dentro de uma faixa de preço colocando dois pontos entre os dois preços na frase de pesquisa. Exemplo: celular $500

9. Procurando por qualquer palavra

Se você inserir uma consulta de pesquisa na qual deseja encontrar resultados que contenham uma ou outra das palavras da frase, mas não ambas as palavras, insira a palavra “OR” em letras maiúsculas entre as duas palavras. Exemplo: receitas de biscoitos com leite OR leite de soja

10. Pesquisar em redes sociais

Digite @ antes de uma palavra para pesquisar em redes sociais. Por exemplo: “@instagram”.

Google Assistente: como funciona?

Por fim, o Google Assistente se junta ao Siri da Apple, Alexa da Amazon, Bixby da Samsung e Cortana da Microsoft na linha de assistentes digitais que podem entender sua voz e responder a comandos ou perguntas.

Com efeito, esse recurso é a força motriz por trás do Google Home e também está disponível como um aplicativo para smartphones e tablets.

Para iniciar o Google Assistente, você não precisa pesquisar nada, basta pressionar longamente o botão Home do seu dispositivo ou dizer “Ok Google”.

Normalmente, você só precisa fazer isso na primeira vez que abre uma conversa com o Assistente; os aprimoramentos do Assistente original incluem um recurso que permite fazer várias perguntas na mesma solicitação.

No entanto, quando a interação terminar, você precisará dizer “Ok, Google”novamente para iniciar uma nova sessão.

100 perguntas e comandos que você pode fazer ao Google Assistente em português

  1. Quem é você?
  2. Qual é o seu signo?
  3. Quem é Einsten?
  4. Robô tem coração?
  5. Você cansa de responder a perguntas?
  6. Você acredita em fantasmas?
  7. Qual a cor dos seus olhos
  8. A que horas você se levanta de manhã?
  9. Você dormiu bem?
  10. Você tem uma família?
  11. quanto você calça?
  12. Qual língua você fala?
  13. Qual religião você é?
  14. Para que servem os seus poderes?
  15. Qual é a sua melhor característica?
  16. Onde você mora?Você é uma máquina
  17. Que cor você é?
  18. Quanto você pesa?
  19. Você é um homem ou uma mulher?
  20. Qual é a sua cor favorita?
  21. Quando é seu aniversário?
  22. Quantos anos você tem?
  23. Você tem imaginação?
  24. Construindo um relacionamento com o assistente do Google
  25. Você quer se casar?
  26. Quer ir a um encontro?
  27. Você feriu meus sentimentos
  28. Pode me animar?
  29. Você pode bater palmas para mim?
  30. Me dê um abraço
  31. Você está apaixonado?
  32. Como posso chamá-lo?
  33. Sobre o que podemos conversar?
  34. Você quer discutir sobre algo?
  35. Qual é o seu maior medo
  36. Você tem sentimentos?
  37. Que é o seu modelo?
  38. Quem é o teu patrão?
  39. Você acredita na fada do dente?
  40. Por que seis tem medo de sete?
  41. Qual é o seu meme favorito?
  42. Você acredita em duendes
  43. Você acredita no Papai Noel?
  44. Quantos anos tem o papai noel?
  45. Você acredita na fada do dente?
  46. Você acredita no Coelhinho da Páscoa?
  47. Beam me up
  48. Mais campainha, por favor
  49. De onde vêm os bebês?
  50. Sua geladeira está funcionando?

Outras perguntas e comandos

  1. O que é preto, branco e vermelho?
  2. Por que a galinha atravessou a estrada?
  3. Me conte uma história de fantasmas
  4. Você pode fazer rap para mim?
  5. Me conte uma história
  6. Posso te contar uma piada?
  7. Você poderia me contar uma piada?
  8. Eu sou engraçado?
  9. Ok Google, faça um sanduíche para mim
  10. Você sabe fazer rap?
  11. Como está o Google?
  12. Estou resfriado.
  13. Você está resfriado?
  14. Qual o significado da vida
  15. Estou triste
  16. Sofro de gripe
  17. estou solitário
  18. Você é demais!
  19. Você se exercita?
  20. Eu acho você engraçado.
  21. Jogar uma moeda
  22. Estou em casa
  23. Voce está trabalhando?
  24. Quão alto você pode contar
  25. Esqueça isso
  26. Quem é melhor você ou Siri
  27. Você conhece Alexa?
  28. O que você está vestindo?
  29. Estou entediado
  30. O que você vai fazer hoje? S
  31. Cante-me uma música
  32. Testando 1-2-3
  33. Estou pensando em um número entre 1-100 …
  34. Vamos jogar pedra, papel e tesoura
  35. Me conte uma curiosidade
  36. Posso te contar um segredo
  37. Qual veio primeiro, a galinha ou o ovo
  38. Mostre-me um vídeo.
  39. O que voce gosta de jogar?
  40. Que tipo de música você ouve?
  41. Cócegas cócegas!
  42. Vamos jogar curiosidades
  43. O que está na caixa?
  44. Google, faça um rolo de barril
  45. Vamos ficar assustadores!
  46. Você conhece o homem muffin?
  47. Te vejo mais tarde Jacaré
  48. Me indique uma série
  49. Leia um livro para mim
  50. Quais os melhores filmes?

Fontes: Olhar Digital, Tecmundo, Oficina da Net

Então, gostou de saber mais sobre a história do Google? Pois, leia também:

Próxima página »

Escolhidas para você