Curiosidades

História do Papai Noel – Origem e principais curiosidades

A história do Papai Noel tem sua origem baseada na vida de São Nicolau, santo católico que presenteava crianças órfãs. Hoje, um símbolo popular no Natal.

Uma das figuras mais icônicas do Natal é o Papai Noel, também conhecido como Santa Claus. Pois o bom velhinho é o símbolo da bondade, simpatia, altruísmo e gratidão. De acordo com a história do Papai Noel, ele viaja pelo mundo inteiro entregando presentes para crianças bem comportadas, na noite da véspera de Natal.

É um velhinho bondoso, barrigudo e barbudo, que se veste todo de vermelho, voando de casa em casa com seu treno puxado por oito renas. Como parte das tradições natalinas, o Papai Noel, entra nas casas pela chaminé. Então, deixa presentes dentro das meias sob a lareira ou debaixo das árvores de Natal, saindo sem que ninguém o veja.

Dizem que o bom velhinho mora no Polo Norte, juntamente com seus ajudantes, os elfos. Porém, há versões da história que afirmam que ele vive na Lapônia, extremo norte da Finlândia.

Mas, qual é a origem da história do Papai Noel? Existem duas teorias sobre sua origem, sendo que, uma delas, vem de um santo católico, São Nicolau de Mirra. Que era um bispo, que presenteava crianças carentes e ajudava os mais necessitados.

Já a outra teoria, diz que a lenda do Papai Noel teve sua origem nas histórias dos deuses nórdicos. Pois o deus Odin, cujas características físicas são as mesmas do Papai Noel, presenteava as pessoas durante o festival do solstício de inverno.

História do Papai Noel: São Nicolau de Mirra

Imagem: Canção Nova

A história do Papai Noel teria sua origem em 280 d.C., quando nasceu São Nicolau de Mirra, também conhecido como Nicolau Taumaturgo. Que era um bispo cristão, que viveu na Ásia Menor, atual Turquia. No entanto, São Nicolau ficou conhecido por sua generosidade e caridade.

Era filho de uma família rica, cuja herança herdou após a morte prematura de seus pais. Então, começou a usar sua herança para distribuir presentes entre os mais necessitados, principalmente para crianças órfãs. Durante a noite, São Nicolau deixava sacos com moedas nas chaminés dos mais necessitados.

No entanto, o episódio que o tornou famoso foi quando São Nicolau ajudou um homem que tinha três filhas. Por ser muito pobre, o homem não tinha dinheiro para pagar o dote para que suas filhas se casassem. Por isso, elas corriam o risco de se tornarem prostitutas para conseguir sobreviver. No entanto, São Nicolau doou o dote de cada uma delas, salvando as três filhas do homem.

As características físicas de Papai Noel e São Nicolau são muito semelhantes, ambos são velhinhos com barba branca e se vestem de vermelho.

Hoje, a fama de São Nicolau, dentro da igreja católica é muito grande, ficou conhecido como o padroeiro dos pobres, dos órfãos, dos estudantes e de algumas nações, como Noruega, Grécia e Rússia.

História do Papai Noel: Velho Inverno

Imagem: Veja

Em alguns lugares a devoção ao santo São Nicolau é muito grande, como em Bari, na Itália. De acordo com a igreja católica, o dia de São Nicolau é comemorado em 6 de Dezembro, data de sua morte.

Antes de São Nicolau, há uma lenda relacionada à origem da história do Papai Noel, a do Velho Inverno. De acordo com essa lenda, durante o inverno, um velhinho andava de casa em casa pedindo comida.

Então, todos aqueles que o recebiam com gentileza e o ajudavam, garantiam um inverno mais agradável para sua família. Alguns anos depois, começaram a associar a história do Velho Inverno e a de São Nicolau, chegando ao bom velhinho, origem da história do Papai Noel.

História do Papai Noel: deus Nórdico

Imagem: R7

A história do Papai Noel e a do deus Odin (deus mais poderoso da mitologia nórdica), são bem semelhantes, inclusive suas características físicas. Pois ambos são grisalhos e barbudos.

Assim como o bom velhinho, o deus Odin também entregava presentes para as pessoas. Ele fazia isso durante o Yule, festival onde se comemorava o solstício de inverno entre os povos nórdicos.

De acordo com a lenda, Odin distribuía os presentes voando montado em seu cavalo de oito patas, o Sleipnir. Provavelmente, uma referência às oito renas do treno do Papai Noel.

Então, as crianças colocavam suas botas perto da chaminé com feno e cenouras para que Sleipnir pudesse se alimentar. Como recompensa, Odin entrava pela chaminé e enchia as botas com presentes e doces.

No entanto, a história se modernizou, hoje, as crianças colocam meias sob a chaminé para que o Papai Noel coloque os presentes.

Já a associação entre Odin e São Nicolau à história do Papai Noel, foi resultado da expansão do cristianismo no norte da Europa no século X. Pois, a igreja católica queria acabar com as celebrações pagãs.

Então, como o festival Yule acontecia no dia 21 de Dezembro, a igreja o substituiu pelo Natal, mudando para dia 25 de Dezembro. E a figura de Odin, foi substituída pela a de São Nicolau, figura de tradição cristã.

Na América do Norte, a história do Papai Noel ou Santa Claus (como é chamado em inglês), chegou através dos imigrantes holandeses, que acreditavam em Sinterklaas.

Representação moderna

Imagem: UOL

Nem sempre o bom velhinho foi representado como o conhecemos hoje. No final do século XIX, um desenhista alemão chamado Thomas Nast resolveu melhorar a imagem do Papai Noel acrescentando alguns elementos, publicando na revista norte-americana Harper´s Weekly. No entanto, o resultado foi um Papai Noel parecido com um gnomo da floresta, cujas roupas eram nas cores verde e marrom. Já para os Natais seguintes, Thomas melhorou seu desenho, dando uma barriga protuberante e uma barba branca bem cheia.

Imagem: UOL

Mas, foi somente em 1931, que o Papai Noel ganhou suas vestes vermelhas, graças à Haddon Sundblom, contratado pela Coca Cola para fazer uma campanha publicitária. Para a nova imagem do Papai Noel, Haddon usou como inspiração o poema A Visit From Saint Nicholas (Uma visita de São Nicolau). Publicado por Clement Clarke Moore, no início do século XIX.

As propagandas da Coca Cola fizeram tanto sucesso que a nova imagem do bom velhinho ficou consolidada. Hoje, ele é conhecido como um bondoso velhinho, barrigudo, com cabelos e barba grisalhos que se veste de vermelho e faz a alegria de milhares de crianças no Natal.

Curiosidades

Imagem: Globo
  1. Qual criança que nunca perguntou como que o Papai Noel consegue entregar todos os presentes em uma única noite? A resposta seria por causa dos diferentes fusos horários existentes no mundo, que renderiam algumas horas extras. Portanto, Papai Noel conseguiria entregar tudo em mais ou menos 31 horas.
  2. Para os norte-americanos, o Papai Noel vive no Polo Norte, já para os europeus, ele mora na Lapônia, Finlândia.
  3. Enquanto que nos Estados Unidos eles chamam Papai Noel de Santa Claus, em Portugal ele é conhecido como Papai Natal.
  4. Também faz parte da história do Papai Noel, que ele adora comer quando entrega os presentes. Por isso, em algumas regiões, eles têm o costume de deixar um copo de leite e biscoitos para ele e cenouras para as renas.
  5. No dia 24 de Dezembro, o site do Comando de Defesa Aeroespacial da América Do Norte (Norad), disponibiliza a rota do Papai Noel. Assim, as crianças acreditam que conseguem acompanhar sua rota e saber em qual parte do planeta ele está.
  6. Na Finlândia existe um lugar chamado de A Aldeia do Papai Noel, cujo endereço é Tähtikuja 1, 96930 Rovaniemi, Finlândia. Então, os pais costumam colocar esse endereço nas cartinhas feitas pelas crianças para que elas acreditem que seja a casa do Papai Noel.

Em fim, seja qual for à verdadeira origem da história do Papai Noel, o importante é o que ele representa para as tradições natalinas, que é a bondade, caridade, generosidade, esperança e gratidão.

Se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: Curiosidades sobre o Natal – Fatos intrigantes no Brasil e no mundo. 

Fontes: Brasil Escola, Toda Matéria, História do Mundo

Imagens: Barbacenamais, Canção Nova, Veja, R7, UOL,Globo

Próxima página »

Escolhidas para você