Curiosidades

É necessário lavar o frango? Quando precisamos lavar os alimentos, ou não!

No geral, não se deve lavar o frango porque isso causa disseminação de bactérias, e não eliminação. Sobretudo, precisa-se cozinhar a carne.

Lavar o frango ou não tornou-se um debate na internet depois que alguns vídeos de receita mostraram a prática. Apesar disso, a principal recomendação do Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos é que não se lave o frango cru. Sobretudo, fazer isso antes de cozinhá-la pode causar a proliferação de micróbios.

Ademais, essa contaminação alcança outros alimentos e também os utensílios de cozinha. Porém, o debate principal envolve consumidores que não confiam na higiene das embalagens de frango. Em contrapartida, há quem defenda que basta lavar a pia depois de lavar o frango para evitar bactérias.

Contudo, os especialistas explicam que a melhor limpeza para uma ave é cozinhá-la direito. Mais ainda, a própria FSA, a Agência de Regulamentação Alimentar do Reino Unido criou um alerta sobre isso em 2014. Em resumo, disseram que lavar o frango aumenta o risco de propagação da bactéria campylobacter, que causa inflamações e infecções no trato digestivo.

Sendo assim, é um agente severo das intoxicações alimentares, causando sintomas como náuseas, enjoo e diarreia. Acima de tudo, a principal recomendação da Organização Mundial da Saúde é o cozimento dos alimentos, garantindo que eles estejam quentes por dentro. No geral, a intoxicação alimentar pode ser letal para idosos ou crianças pequenas, por exemplo.

Continua após a publicidade

Por fim, o tratamento dessas intoxicações alimentares variam desde a hidratação até operações de lavagem estomacal, bem mais invasivas. Nesse contexto, o principal trabalho da Medicina e dos profissionais da Saúde envolve a prevenção, em especial com o cuidado no preparo dos alimentos e consumo de água. Finalmente, entenda mais sobre isso a seguir:

Lavar o frango é necessário? Por que lavamos os alimentos?

De onde surgiu o debate sobre lavar o frango?

A princípio, a discussão sobre lavar o frango tomou a internet após pesquisadores identificar que 44% dos britânicos lavavam a carne crua como se faz com legumes. Dessa maneira, estavam acreditando que a ação eliminava germes, e isso tornou-se um hábito muito rápido. Por outro lado, no Brasil também começaram a surgir notícias falsas sobre a importância de fazer isso.

No entanto, especialistas explicam que o frango cru pode abrigar a salmonela e a campylobacter. Entretanto, não é verdade que lavar o frango as elimina, porque são organismos com maior resistência. Sendo assim, o problema está principalmente no frango cru, de modo que cozinhar a carne pode matar todos os micro-organismos imediatamente.

Continua após a publicidade

Então, muito pelo contrário da crença popular, lavar o frango pode ser um problema maior, e não uma solução. Basicamente, lavar a carne faz com que as bactérias se espalhem em diferentes superfícies, e fica mais difícil se livrar delas. No geral, ambas bactérias conseguem fixar-se até mesmo em roupas por meio das gotas d´água.

Sendo assim, o processo de eliminação delas nesse caso é bem mais complexo, porque no caso da carne basta somente cozinhar. Comumente, se utiliza de técnicas de limpeza e esterilização mais profunda, com químicos fortes que podem prejudicar a saúde caso administrados da forma errada.

Ademais, recomenda-se que haja sempre uma limpeza final da pia e dos utensílios com água quente. Em especial, deve fazer isso porque é comum que algumas pessoas manuseiem o frango para temperá-lo, podendo espalhar gotas de água ou do próprio tempero e causar contaminações.

Lavar o frango é necessário? Por que lavamos os alimentos?

Continua após a publicidade

Por que lavamos os alimentos?

No geral, a higienização de alimentos precisa acontecer principalmente com verduras, frutas e legumes. Desse modo, são alimentos com produção e crescimento no meio ambiente. Portanto, estão suscetíveis a bactérias, vírus, parasitas e outros microrganismos nocivos.

Além disso, a depender do método de cultivo, há ainda o perigo envolvendo fertilizantes e agrotóxicos, verdadeiros venenos para o organismo. Por outro lado, o cuidado com higienização de carnes vermelhas, frangos e peixes parte da seleção do corte, armazenamento e manuseio no próprio estabelecimento de venda.

Sendo assim, não se deve lavar o frango, nem o peixe ou a carne vermelha. Sobretudo, a principal forma de prevenção e limpeza de microrganismos é o próprio cozimento. Nesse sentido, evita-se a intoxicação alimentar, um problema que de acordo com a Organização Mundial da Saúde afeta mais de 582 milhões de pessoas no mundo, fazendo 351 mil vítimas fatais no processo.

Por fim, a higienização de hortaliças e verduras não acontece somente com água corrente, porque ela somente retira a sujeira superficial. Antes de mais nada, deixe o alimento em um saco aberto dentro da geladeira por uma hora. Como consequência, haverá diminuição da temperatura do alimento e evita-se a absorção dos organismos no momento do preparo.

Continua após a publicidade

Logo em seguida, remova as partes estragadas e passe-os em água corrente para limpeza superficial. Posteriormente, aplique uma mistura de uma colher de bicarbonato de sódio por quinze minutos em uma recipiente com um livro de água. Ademais, após esse período, basta passar pela água corrente de novo e consumir normalmente.

E aí, aprendeu que não se pode lavar o frango? Então leia sobre Sangue doce, o que é? Qual a explicação da Ciência

Próxima página »

Escolhidas para você