Curiosidades

Leite de vaca: composição e benefícios do alimento

O leite de vaca é um alimento completo, rico em nutrientes, vitaminas e cálcio, elementos essenciais para a boa nutrição do organismo.

O ser humano é o único mamífero que bebe leite quando adulto. Também é o único que bebe leite de outra espécie. Por exemplo, o leite de vaca. Pois, outros mamíferos deixam de tomá-lo ainda filhotes, quando começam a se alimentar de outros tipos de alimentos. Ademais, o leite tem sido fonte de alimento para o homem desde os tempos pré-históricos. Sendo que, sua principal função é nutrir e fortalecer o sistema imunológico para os mamíferos.

Em suma, o leite é um alimento com elevado valor nutritivo. Sendo rico em proteínas, vitamina B12, iodo, magnésio e cálcio. Lembrando que, o cálcio é muito importante para evitar problemas de saúde como osteoporose. Além de ajudar manter uma boa massa muscular. Também é rico em gorduras, sais minerais e compostos de alta digestibilidade.

O Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido recomenda que crianças entre um e três anos consumam 350 miligramas de cálcio por dia. O que equivale cerca de 500 ml de leite. Já no caso de adultos, não está claro se uma dieta rica de cálcio é suficiente para aumentar a resistência óssea. Todavia, o cálcio é muito importante durante a adolescência para o desenvolvimento da força óssea.

Por fim, o leite pode variar de acordo com sua forma de produção. Inclusive, existem outros tipos de leite, além do leite de vaca. Como o leite de origem vegetal, por exemplo, feito a partir de grãos de soja, castanha e amêndoas. No entanto, muitas pessoas se tornam intolerantes a lactose. Segundo pesquisas, apenas cerca de 30% da população mundial produz a lactase. Que é uma enzima necessária para digerir a lactose presente no leite.

Leite de vaca: composição

Portal do QUeijo

O leite de vaca é um alimento muito rico, composto por:

  • 87,3% de água
  • 3,9% de gordura
  • 8,8% sólidos não gordurosos
  • 3,25% de proteínas
  • 4,6% lactose
  • 0,65% de minerais (Ca, P, citrato, Mg, K, Na, Zn, Cl, Fe, Cu, sulfato, bicarbonato e outros)
  • 0,18% ácidos (citrato, metanoato, acetato, lactato, oxalato)
  • Enzimas (peroxidade, catalase, fosfatase, lípase)
  • Gases (oxigênio e nitrogênio)
  • Vitaminas (A, C, D, B12, tiamina, riboflavina, e outras)

No entanto, alguns fatores podem alterar a composição do leite, tais como:

Continua após a publicidade
  • Raça
  • Alimentação
  • Estágio de lactação
  • Estação do ano

Ademais, as proteínas presentes no leite de vaca se dividem entre dois grupos:

  • Complexos da caseína: αs1-, αs2-, β- e κ-
  • Frações de proteína do soro: β-lactoglobulina, α-lactoalbumina, albumina de soro bovino (BSA), imunoglobulinas (Ig)

Leite de vaca: função dos principais componentes

Nutrição Funcional

Cada 100 ml de leite de vaca integral possuí cerca de 60 kcal. Enquanto que a mesma medida de leite desnatado possuí 42 kcal. As caseínas são absorvidas de forma lenta e gradual. Enquanto que as proteínas do soro são absorvidas e metabolizadas mais rápido. Normalmente, o leite de vaca contém 38,4% de caseína, componente essencial para a fabricação dos queijos.

Já a gordura (lipídios) é o principal componente do leite de vaca que define o valor energético. Além de contribuir para as propriedades nutricionais e adequação tecnológica. Ademais, a gordura está presente na fase aquosa, formado por pequenos glóbulos.

Além disso, a gordura do leite atua como veículo para as vitaminas lipossolúveis em gordura. Por exemplo, as vitaminas A, D, E, K, colesterol e outras substâncias que são solúveis em gordura. Quanto à lactose, trata-se de um dissacarídeo constituído por glicose e galactose. Que corresponde a aproximadamente 52% dos sólidos totais do leite desnatado. E 70% dos sólidos encontrados no soro do leite. Portanto, a lactose é o principal carboidrato do leite, sendo insolúvel. Mas, quando hidrolisada pela lactase, a crioscopia é reduzida, aumentando o poder de edulcorante.

Outros componentes

Minha Saúde

O leite de vaca também contém os 22 minerais essenciais para a dieta humana. São eles:

  • Sódio (Na), potássio (K) e cloreto (Cl) – cuja função é manter o equilíbrio osmótico do leite com o sangue.
  • Cálcio (Ca), magnésio (Mg), fósforo inorgânico (P(i)) e citrato – forma coloidal (não-difusível) e presente na micela de caseína.
  • Sais difusíveis de Ca, Mg, citrato e fosfato – dependentes do pH, além de contribuir para o equilíbrio ácido-base geral do leite.

Por fim, um dos principais componentes do leite de vaca são as vitaminas, que são tanto solúveis em água, quanto em gordura. Por exemplo:

Continua após a publicidade
  • Vitaminas lipossolúveis – A (derivada do retinol e β-caroteno), D, E e K
  • Vitaminas hidrossolúveis – B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B6 (piridoxina), B12 (cianobalamina), niacina, ácido pantotênico.

Benefícios

Dicas de Saúde

Entre os benefícios do leite de vaca, podemos destacar:

  • Ajudar na prevenção de osteoporose. Por ser rico em cálcio e conter vitamina D.
  • Auxilia no crescimento dos músculos. Por ser rico em proteínas.
  • Atua no intestino, melhorando a flora intestinal. Pois, contém oligossacarídeos, nutrientes que são consumidos pelas bactérias benéficas do intestino.
  • Melhora o funcionamento do sistema nervoso. Por ser rico em vitaminas do complexo B.
  • Auxilia no controle da pressão arterial, graças aos aminoácidos presentes. Que possui propriedades anti-hipertensivas.

Normalmente, o leite de vaca integral contém vitaminas A, E, K e D, que estão presentes na gordura do leite. No entanto, como o leite desnatado não contém gordura, ele perde esses nutrientes. Por fim, é importante saber que, mesmo com todos seus benefícios. Não ofereça leite de vaca para crianças menores de 1 ano de idade.

Tipos de leite de vaca

Minha Saúde

Existem tipos diferentes de leite de vaca. Por exemplo, o leite de vaca integral, que é quando contém a gordura natural dele. Já o desnatado, é quando o leite perde sua gordura natural. E o semidesnatado, que perde apenas uma parte de sua gordura. Ficando apenas com carboidratos e proteínas.

De acordo com o processo de fabricação, o leite pode ser classificado em:

  • Leite de vaca puro ou natural – leite retirado da vaca que é consumido sem passar por nenhum processo industrial.
  • Leite Pasteurizado – é o leite armazenado em sacos plásticos. Então, o leite é aquecido a 65° por 30 minutos. Ou aquecido a 75° durante 15 a 20 segundos. Cujo objetivo é eliminar as bactérias. Além disso, esse tipo de leite deve ser conservado na geladeira.
  • Leite UHT – leite armazenado em caixas, também conhecido como ‘leite longa vida’. Ademais, esse tipo de leite não precisa ser guardado na geladeira antes de aberto. Em suma, o leite UHT é aquecido a 140° durante quatro segundos, para eliminar as bactérias.
  • Leite em pó – trata-se do leite de vaca integral desidratado. Ou seja, toda a água do leite líquido é retirada. Fazendo com que ele fique na consistência de pó. Podendo ser reconstituído ao adicionar água novamente.

Enfim, com exceção do leite de vaca natural, todos os outros podem ser encontrados nos supermercados. Nas versões, integral, semidesnatado e desnatado.

Leites vegetais

Diário do Nordeste

Além do leite de vaca que conhecemos, existem os leites vegetais. Em suma, são bebidas feitas a partir da trituração de grãos com água. Ademais, os leites vegetais mais usados são aqueles feitos de soja, arroz, coco, amêndoas e castanhas. No entanto, é importante entender que cada uma dessas bebidas tem nutrientes e benefícios próprios. Mas, não são semelhantes às características do leite.

Continua após a publicidade

Todavia, entre os leites vegetais, o de soja é o melhor como substitutivo do leite de vaca em termos de proteína. Apesar de que a proteína possui menor qualidade do que as proteínas do leite de vaca. O que pode ser um problema para adultos e crianças, que precisam de proteínas de qualidade para o desenvolvimento ósseo.

Por isso, há certa preocupação quanto a substituir o leite de vaca por alternativas vegetais. Sobre o que as alternativas contêm e não contêm em sua composição. Por exemplo, o leite de vaca contém lactose, um açúcar natural. Já nas alternativas, o açúcar é adicionado, o que pode ser prejudicial à saúde.

Portanto, ao escolher uma alternativa para o leite de vaca, você precisa analisar as informações nutricionais de cada uma. Então, decidir qual se encaixa melhor às suas necessidades. Por exemplo, para pessoas com risco de desenvolver osteoporose ou problemas cardíacos. O ideal é escolher o leite de vaca com baixo teor de gordura, desde que não seja intolerante a lactose. Enfim, em todo caso, o mais importante é que você siga uma dieta equilibrada. Dessa forma, você estará consumindo todos os nutrientes de que seu corpo precisa.

Beber leite de vaca faz mal?

Vix

Alguns pesquisadores afirmam que o leite de vaca é um alimento completo e não faz mal à saúde. Pelo contrário, possui proteínas e aminoácidos essenciais para uma boa nutrição. Também é rico em cálcio, importante para o desenvolvimento ósseo. E ácidos graxos, que ajudam no fortalecimento do sistema neurológico.

Além disso, o leite é essencial em todas as fases da vida. Apesar de poder substituir a fonte de cálcio, através do consumo de outros alimentos. O cálcio não será totalmente absorvido pelo organismo, fazendo com que fique com carência de cálcio. Mas, o cálcio contido no leite é 100% absorvido pelo organismo.

No entanto, o leite de vaca pode fazer mal para pessoas que são intolerantes a lactose ou são alérgicas. No caso de intolerância, a pessoa não possui a enzima lactase responsável pela quebra do açúcar do leite, a lactose. Já a alergia é uma reação do organismo contra a proteína do leite, especialmente a beta-caseína A1. Para esses casos, existem os leites zero lactose para os intolerantes e os leites A2 com propriedades menos alergênicas.

Continua após a publicidade

O leite de vaca tem hormônio?

Dicas de Saúde

Não. De acordo com especialistas, o leite de vaca não possui hormônios. Essa história surgiu quando utilizavam um tipo de produto que auxiliava na inseminação das vacas. Mas, não é usado há mais de 30 anos. Portanto, atualmente o leite é um alimento seguro. Que está dentro dos padrões de resíduos avaliados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Enfim, você pode beber leite de vaca sem se preocupar.

Então, se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: Intolerância à lactose – Tipos, causas, sintomas e diagnóstico.

Fontes: Uol, Tua Saúde, ProdapAgrosaber

Imagens: Nutrição Funcional, Portal do Queijo, Minha Saúde, Diário do Nordeste, Dica de Saúde, Vix

Bibliografia: Milk and dairy products in human nutrition. FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION OF THE UNITED NATIONS (FAO). Roma: 2013.

KONGERSLEC Tanja et al. Milk and dairy products: good or bad for human health? An assessment of the totality of scientific evidence. Food and nutrition research. 60. 2016.

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você