Curiosidades

Michael Myers: conheça o maior vilão do Halloween

Conheça Michael Myers, um dos assassinos mais famosos da história do cinema de terror e protagonista nos filmes da saga 'Halloween'.

Michael Myers é um icônico personagem do cinema de terror e o protagonista de ‘Halloween’. Este personagem icônico não é um zumbi, como Jason Voorhees, nem fez pacto com demônios dos sonhos, como Freddy Krueger.

John Carpenter e Debra Hill afirmaram que, quando escreveram o roteiro do primeiro Halloween na década de 1970, queriam que Michael Myers incorporasse o conceito de “puro mal”, sem nenhuma outra explicação além disso.

Apesar de estar conosco desde 1978, muitos não conhecem a verdadeira história por trás da máscara de um dos mais famosos assassinos do gênero slasher. Portanto, vamos saber mais sobre ele neste artigo.

Quem é Michael Myers?

Conhecemos Michael Myers desde 1978, quando John Carpenter trouxe para a telona o primeiro longa-metragem da saga: ‘Halloween’ . Na noite de 31 de outubro, Myers, um menino de apenas seis anos, entrou no quarto da irmã, Judith Myers, onde encontrou a famosa máscara branca.

Ele a vestiu e a esfaqueou até a morte com uma faca afiada. Após o ocorrido, ele foi internado em um hospital psiquiátrico, de onde escapou quinze anos depois. Este seria apenas o primeiro assassinato de uma longa lista. Seus crimes foram encenados filme após filme.

História

A ideia de Michael Myers como a personificação do ‘mal’ vem diretamente da decisão de desenvolver o filme no Halloween. A tradição do Halloween vem diretamente do festival Samhain ou Samaim, uma importante celebração da mitologia celta. Durante esse evento, espíritos de outros mundos podem cruzar para o nosso, incluindo entidades malignas que vieram para enganar e fazer mal.

Continua após a publicidade

Em Halloween II, a sequência lançada em 1981, há uma referência direta a isso. Por alguma razão, Michael Myers deixou a palavra ‘samhain’ escrita em um quadro. É neste filme que ficamos sabendo que Laurie Strode, a protagonista do primeiro filme, é irmã do assassino.

A máscara de Michael Myers

Michael Myers: conheça o maior vilão do Halloween

Michael é um ser humano de dois metros com poderes sobrenaturais, essencialmente maligno e indestrutível. Ele esconde o rosto com uma máscara branca feita com pele humana. Ele é famoso por ser inexpressivo e arrepiante. Além disso, ele veste um macacão cinza-azulado e usa botas pretas.

Aliás, há uma história curiosa por trás da sua máscara. Quando a equipe do filme original de 1978 começou a pensar em ideias para a máscara que Myers usaria, eles apresentaram quatro opções diferentes.

Eles primeiro pensaram em uma máscara de palhaço, mas com cabelo ruivo. Então, eles também consideraram colocar uma réplica do rosto do ex-presidente dos EUA, Richard Nixon, na pele de Michael.

As duas opções restantes estavam ligadas diretamente a Star Trek: havia uma máscara de Spock e uma máscara de William Shatner como Capitão James T. Kirk. No final, eles optaram por este último.

Depois de comprá-la, é claro que eles fizeram algumas alterações. Tiraram-lhe as sobrancelhas, pintaram-na de branco e mudaram-lhe o cabelo. Eles também mudaram a forma dos olhos.

Ao realizar os testes pertinentes, perceberam que a máscara era perfeita porque não só parecia ruim, mas sua expressão refletia uma total falta de emoção , assim como o próprio personagem. Assim, ao longo dos diferentes filmes, as diferentes equipas criativas foram adaptando-o de acordo com as suas necessidades.

Inspiração para a criação do personagem

Há rumores de que o protagonista é baseado em Stanley Stiers, um serial killer que, aos 11 anos de idade, matou seus pais e irmã. Assim como Myers, após cometer os crimes ele foi levado para um hospital psiquiátrico. Anos depois, na noite de Halloween, ele escapou e iniciou uma nova matança.

Aparentemente, essa história seria uma farsa, já que não há evidências de que Stiers fosse um assassino de carne e osso. Da mesma forma, o diretor Carpenter não confirmou que seus filmes estejam relacionados a esse assassino.

Ao longo da história, outras comparações com verdadeiros assassinos também apareceram. Um deles é com o caso Ed Kemper. Aos 16 anos, ele acabou com a vida de sua avó e também de seu avô e de sua esposa. Mas seus crimes não terminaram aqui. Em 1969, ele assassinou vários estudantes universitários e sua mãe. No entanto, não há nenhuma evidência conclusiva de um relacionamento.

Outra teoria diz que o personagem aterrorizante é inspirado em Ed Gein, um serial killer que nas décadas de 1940 e 1950 era conhecido por decapitar suas vítimas, arrancando sua pele para criar roupas e máscaras horríveis. Este homem era filho de pai alcoólatra e agressivo e de mãe religiosa fanática, que o proibia de ver mulheres por considerá-las objeto de pecado.

Depois de quase 10 anos semeando o terror, Ed Gein foi pego e ao revistar sua casa encontraram órgãos humanos, móveis feitos de restos humanos e outras atrocidades.

Halloween

Até o momento existem 13 longas-metragens na saga Halloween e pode ser um tanto confuso mergulhar na história de Michael Myers pela primeira vez, por isso listamos todos os filmes da franquia, em ordem cronológica abaixo:

1. Halloween: A Noite do Terror (1978)

Claro, começamos com o trabalho original e a que concebeu Michael Myers e Laurie Strode. Um slasher à moda antiga com cinematografia que, apesar de ter um orçamento bastante apertado e dos anos 1970, ainda se mantém amada nos dias de hoje.

O Halloween de Carpenter é caracterizado por sua sutileza e elegância na hora de capturar a violência que Myers, interpretado por Nick Castle, espalha pela cidade de Haddonfield.

2. Halloween II – O Pesadelo Continua (1981)

Os eventos do filme acontecem logo após o que foi vivenciado no longa original, por isso é mais um filme imperdível se você quiser vivenciar qual é o ciclo de vida original de Michael Myers.

3. Halloween III: A Noite das Bruxas (1982)

Não é uma continuação da saga do Halloween. Digamos que seja um spin-off que só rouba o título da saga iniciada por Carpenter. Nesse caso, Tommy Lee Wallace assume a direção de uma peça em que Conal Cochran, dono de uma loja de brinquedos, confecciona máscaras que transformam crianças em seres diabólicos.

4. Halloween IV: O Retorno de Michael Myers (1988)

Depois de ver que a terceira parcela foi um fracasso, a saga foi redirecionada de volta ao território de Myers. Aqui, o serial killer, após ser capturado pelo Dr. Loomis, consegue escapar novamente de um hospital psiquiátrico com um único objetivo: matar seu último familiar vivo, o jovem Jamie Lloyd, sua sobrinha.

5. Halloween V: A Vingança de Michael Myers (1989)

Outra espécie de ave rara que atravessa certas barreiras sobrenaturais. Michael Myers retorna à caça de sua sobrinha, que agora está hospitalizada e perdeu a fala, mas em troca conseguiu estabelecer uma ligação telepática com o assassino que a está caçando e sabe muito bem que está vivo e está atrás dela.

6. Halloween VI: A Última Vingança (1995)

Um longa-metragem que mergulha um pouco mais nas origens do serial killer que protagoniza a saga Halloween e sua motivação para acabar com tudo que se move na cidade de Haddonfield. É o filme para encerrar o ciclo iniciado em Halloween 4: O retorno de Michael Myers.

7. Halloween H20: Vinte Anos Depois (1998)

No final da década de 1990, foram feitas tentativas de fazer uma sequência direta dos dois primeiros trabalhos originais de Halloween. Jamie Lee Curtis voltou à saga pela porta da frente acompanhado de um elenco variado que ia de Josh Hartnett a Janet Leigh. Assim, a festa de Halloween repete-se mas, desta vez, numa escola cheia de jovens.

8. Halloween: Ressurreição (2002)

Um reality show na casa onde Michael Myers nasceu. O que poderia dar errado? Nada a não ser que o serial killer com aquele pedaço de faca que tanto o caracteriza anda pela mesma casa massacrando todos que encontra. Assim, um grupo de jovens competidores deve tentar sobreviver e tentar escapar do local.

9. Halloween: O Início (2007)

A reinicialização da saga nas mãos de Rob Zombie, um dos diretores de gênero mais brutais que já vimos. Zombie representa Michael Myers aqui como um colosso que, após escapar de seu hospital psiquiátrico particular, retorna à sua cidade natal para matar todos que cruzam seu caminho.

10. Halloween II (2009)

Sequência direta do Halloween de 2007. Mesma história: Michael Myers continua a caçar Laurie e o Dr. Loomis continua obcecado com a mente e a motivação do assassino. Zombie aqui melhora vários pontos do primeiro capítulo e torna o filme ainda mais brutal que o anterior, algo que não foi nada fácil.

11. Halloween (2018)

Esta nova trilogia funciona como uma sequência direta do Halloween de 1978, e apresenta uma Laurie Strode mais velha, com uma família, que se prepara há anos para o retorno de Myers, que pode voltar a buscá-la a qualquer momento.

Esse mesmo Myers também envelheceu, tornando-o provavelmente o Halloween mais maduro da saga que deixa claro que esse serial killer sempre será obcecado pela mesma coisa: matar Laurie Strode e toda a sua família.

12. Halloween Kills: O Terror Continua (2021)

Funciona como o filme de número 2 da saga, ou seja, segue os eventos logo após a obra que o precede. Neste caso, a noite de Halloween de 2018. Myers está agora à solta em Haddonfield à procura de Laurie Strode, e os habitantes da cidade agora parecem estar fazendo justiça com as próprias mãos e caçando esse assassino que os assombra há anos.

13. Halloween Ends (2022)

Por fim, o último da trilogia de David Gordon Green. Nesse filme, o desejo de vingança dos personagens é o motivo da queda definitiva de Michael Myers. Pode não ser o melhor final, mas pelo menos oferece um ponto de vista diferente que permite que a história termine de forma única.

Fontes: Lista Nerd, Folha Estado, Observatório do Cinema, Legião de Heróis

Leia também:

Assassino do Zodíaco: o serial killer mais enigmático da história

Jeff the killer: conheça essa creepypasta aterrorizante

15 filmes incríveis inspirados no mito de Doppelgänger

30 filmes que dão medo mas não são de terror

25 filmes de Halloween para quem não curte terror

15 produções true crime que você não pode deixar de conhecer

Jeffrey Dahmer: o serial killer retratado pela série da Netflix

Próxima página »

Escolhidas para você