Saúde

Hérnia de disco, o que é, sintomas e tratamento

A hérnia de disco pode ser uma condição muito dolorosa que requer tratamento médico, muito repouso e em casos graves, até cirurgia.

Para alguns a dor nas costas pode ser causada por uma simples tensão muscular. Para outros, no entanto, uma possível causa da dor pode ser a hérnia de disco.

Em suma, a dor de uma hérnia de disco geralmente é muito intensa e causa outros sintomas dolorosos, além da dor nas costas, como dor que se estende por uma ou ambas as pernas, juntamente com fraqueza muscular a ponto de ser incapaz de andar corretamente, interrompendo inevitavelmente o estilo de vida diário, atividades e rotinas do paciente.

Abaixo, você vai ler sobre as causas, sintomas de hérnia de disco, bem como as opções de tratamento para a doença.

O que é hérnia de disco?

Cada ser humano tem 24 discos espinhais entre as vértebras que vão de cima para baixo de nossa medula espinhal. Os discos são uma espécie de almofadas de borracha com um centro macio.

Continua após a publicidade

Assim, eles ajudam a absorver o impacto dos movimentos na coluna vertebral e conectam as vértebras umas às outras para que você possa dobrar e torcer o pescoço e as costas.

Uma hérnia de disco acontece quando ocorre dano a um dos discos da coluna, fazendo com que a substância gelatinosa no centro do disco espinhal se rompa e vaze.

Desse modo, a maioria das hérnias de disco ocorre na região lombar, logo acima dos quadris. Contudo, os discos também podem se romper no pescoço.

O que provoca a hérnia de disco?

Uma hérnia de disco pode ser causada por diversos fatores como:

Continua após a publicidade

1. Idade

Deterioração do disco intervertebral, na maioria das vezes sendo resultado do desgaste gradual relacionado à idade. À medida que você envelhece, a substância interna semelhante a gel de seus discos espinhais começa a perder sua flexibilidade, fazendo com que os discos deslizem para fora do lugar mais facilmente e pressionem os nervos circundantes.

2. Estilo de vida

Outro aspecto importante na degeneração acelerada do disco é o estilo de vida e os hábitos diários de uma pessoa. Algumas pessoas fazem muito trabalho pesado e fazem isso usando os movimentos errados, fazendo com que os discos suportem a tensão de muito peso.

3. Movimentos repetitivos

Para atletas ou praticantes de esportes, uma hérnia de disco pode ser o resultado de movimentos repetitivos e forte impacto nos discos ou um movimento repentino de torção.

4. Obesidade

Indivíduos com excesso de peso também correm maior risco de hérnia de disco devido ao peso adicional que os discos devem suportar. Portanto, todos esses fatores podem contribuir para acelerar a degeneração do disco ou causar uma ruptura ou ruptura do disco, pressionando os nervos circundantes.

Continua após a publicidade

Sintomas da hérnia de disco

Se você está tendo uma hérnia de disco, você pode experimentar os principais sintomas abaixo:

1. Dor na região lombar

Uma hérnia de disco pode pressionar o nervo ciático. Desse modo, a pressão causa dormência, formigamento e queimação. Aliás, alguns pacientes a descrevem como um choque elétrico em um lado do corpo.

2. Dor no pescoço

A compressão do nervo na coluna cervical pode dificultar a movimentação. Com efeito, quem sofre de hérnia de disco pode sentir uma dor no pescoço que irradia do braço para os dedos; ou dor maçante como um faca rasgando a escápula.

3. Dificuldade para fazer coisas simples

Os músculos podem enfraquecer em quadros de hérnia de disco. Dessa forma, músculos fracos podem dificultar a caminhada ou a realização de tarefas diárias; fazendo com o que o paciente possa se sentir melhor após o descanso e pior durante atividades intensas.

Continua após a publicidade

4. Dor no braço ou na perna

Se a hérnia de disco estiver no pescoço, isso causa muita dor na panturrilha, coxa, nádegas, braços e até nos pés. Dessa maneira, um simples movimento repentino como tossir ou espirrar pode exacerbar os sintomas.

Diagnóstico

O diagnóstico geralmente começa com um exame físico completo e uma revisão do histórico médico do paciente, incluindo uma revisão dos sintomas.

Em pacientes com dor lombar e outros sinais de compressão do nervo, como dormência, atrofia muscular ou fraqueza muscular, a avaliação geralmente inclui uma radiografia ou ressonância magnética para avaliar a presença de hérnia de disco.

Tratamento

Por fim, o tratamento da hérnia de disco pode incluir procedimentos não cirúrgicos como irepouso absoluto, medicamentos e injeções. Além disso, o médico também pode recomendar fisioterapia ou outros serviços de reabilitação para ajudar com seus sintomas.

Continua após a publicidade

Para algumas pessoas, esses tratamentos podem melhorar sua condição. Todavia, se esses métodos forem insuficientes, você pode precisar de intervenção cirúrgica.

Prevenção de hérnia de disco

Assim como para outras doenças, a melhor opção é sempre a prevenção precoce. Com efeito, algumas recomendações importantes a serem seguidas, incluem:

  • Evitar levantar objetos pesados;
  • Se você precisar ficar sentado por longos períodos de tempo, tente se alongar e mudar de posição com frequência;
  • Trabalhe para desenvolver e manter a força muscular do núcleo (isso inclui os músculos das costas e abdominais);
  • Tente evitar esportes que envolvam saltos frequentes ou impacto pesado na coluna e pratique natação e outras formas mais leves de exercícios que se concentrem no aumento da flexibilidade;

Por fim, todas essas mudanças podem ajudar a prolongar a vida útil de uma coluna e discos intervertebrais saudáveis ​​e prevenir a deterioração prematura do disco.

Fontes: Uol, Bvsms, Itcvertebral

Continua após a publicidade
Bibliografia

ROGERSON, Ashley; AIDLEN, Jessica; JENIS, Louis G. Persistent radiculopathy after surgical treatment for lumbar disc herniation: causes and treatment options. Int Orthop. 43. 4; 969-973, 2019
KREINER, D Scott; et al. An evidence-based clinical guideline for the diagnosis and treatment of lumbar disc herniation with radiculopathy. Spine J. 14. 1; 180-191, 2014
VAN DER WINDT, Daniëlle Awm; et al. Physical examination for lumbar radiculopathy due to disc herniation in patients with low-back pain. Cochrane Database Syst Rev. 17. 2; CD007431, 2010
AMIN, Raj M.; et al. Lumbar Disc Herniation. Curr Rev Musculoskelet Med. 10. 4; 507–516, 2017

Então, achou este conteúdo interessante? Pois, não deixe de ler: Dor na nuca – Causas, doenças relacionadas e situações graves

Próxima página »

Escolhidas para você