Ciência & Tecnologia

Origem do Gmail – Como o Google revolucionou o serviço de e-mail

Com inovações que permitiram mais velocidade e mais armazenamento para usuários, a origem do Gmail transformou a tecnologia

Atualizado em 19/06/2020

Primeiramente, desde sua criação, o Google foi responsável por participar do desenvolvimento de vários produtos que definiram a internet. Foi exatamente com esse propósito que a empresa foi responsável pela origem do Gmail.

Um dos serviços de e-mail mais populares do mundo surgiu em 2004 e chamou atenção por oferecer 1 GB de espaço para os usuários. Por outro lado, os principais e-mails da época não passavam de 5 MB.

Além disso, as tecnologias utilizadas na época, colocavam o serviço bem a frente dos concorrentes da época, Yahoo e Hotmail. Com a aceleração dos processos, o e-mail do Google eliminava as esperas após cada clique, otimizando a experiência.

Origem do Gmail

Origem do Gmail - como o Google revolucionou o serviço de e-mail
O Expresso do Ártico

A origem do Gmail começa com o desenvolvedor Paul Buccheit. A princípio, ele estava focado em um serviço voltado para os funcionários da empresa. Assim, em 2001, ele concebeu o desenvolvimento básico do que seria o Gmail e suas novas tecnologias.

A transição do produto para um serviço de acesso público foi motivada pelas reclamações de uma internauta. Ou seja, a origem do Gmail partiu da necessidade direta de atender aos usuários. A mulher reclamava que gastava muito tempo arquivando, excluindo ou procurando mensagens.

Dessa maneira, o desenvolvimento focou em oferecer mais espaço e velocidade e o Gmail foi anunciado no dia 1º de abril de 2004. Por causa da associação com o dia da mentira, muita gente acreditou que a possibilidade de um e-mail com 1 GB de armazenamento era falsa.

Tecnologia

Origem do Gmail - como o Google revolucionou o serviço de e-mail
UX Planet

Além de conta com mais velocidade e mais armazenamento, a origem do Gmail também foi marcada por um ponto importante: a integração com o Google. Portanto, o serviço podia ser atrelado a outras ferramentas disponibilizadas pela empresa.

O Gmail, também conta com um serviço de rejeição a mensagens de spam mais efetivo que dos concorrentes. Isso porque a tecnologia é capaz de reter até 99% das mensagens em massa.

Ainda que tivesse uma tecnologia exemplar, a origem do Gmail não contava com um servidor tão potente assim. Na verdade, a primeira versão pública do e-mail contava com apenas 100 computadores Pentium III.

As máquinas da Intel estiveram no mercado até 2003 e eram menos potentes do que smartphones simples da atualidade. Como estavam abandonadas pela empresa, acabaram sendo utilizadas para manter o novo serviço.

Já o logotipo do Gmail surgiu, literalmente, de última hora. O designer Dennis Hwang, responsável por praticamente todos os Google Doodles até então, entregou a versão do logotipo na noite anterior ao lançamento do e-mail.

Convites

Origem do Gmail - como o Google revolucionou o serviço de e-mail
Wigblog

A origem do Gmail também é marcada por uma peculiaridade que fez parte de outros serviços do Google, como o Orkut. Na época, o e-mail só podia ser acessado por mil convidados selecionados, entre membros da imprensa e pessoas importantes do mundo da tecnologia.

Aos poucos, os primeiros convidados receberam o direito de convidar novos usuários. Além de ter funcionalidades inovadores, o e-mail também era exclusivo, o que aumentou aina mais o interesse pelo acesso.

Por outro lado, o acesso restrito deu origem a um mercado negro. Isso porque algumas pessoas passaram a vender convites para o Gmail em serviços como eBay, por valores que chegam a até US$ 150. Com apenas um mês do lançamento, o número de convites subiu exponencialmente e o comércio paralelo chegou ao fim.

O Gmail chegou a rodar em sua versão de testes – ou beta – por cinco anos. Foi só em 7 de julho de 2009 que a plataforma anunciou oficialmente que estava em sua versão definitiva.

Fontes: TechTudo, Olhar DigitalOlhar Digital, Canal Tech

ImagensEngageO Expresso do ÁrticoUX PlanetWigblog