Curiosidades

Quais são os 10 mandamentos da lei de Deus? Origem e significados

Para aprender quais são os 10 mandamentos precisa-se conhecer a história desse conjunto de princípios entregues por Deus ao profeta Moisés.

Para aprender quais são os 10 mandamentos precisa-se conhecer de onde eles surgiram. Nesse sentido, se trata de um conjunto de princípios relacionados à ética e à adoração. No geral, aparecem duas vezes na Bíblia hebraica, e incluem instruções sobre o monoteísmo, assim como proibições importantes.

Apesar disso, dependendo de cada tradição religiosa, estima-se que os 10 mandamentos sejam escritos e inumerados de formas diversas. Além disso, a interpretação varia de acordo com cada dogma. Curiosamente, estudiosos modernos, arqueologistas e historiadores identificam influências hititas e mesopotâmicos na origem desses princípios.

Sobretudo, entende-se que Moisés, o profeta hebreu nascido entre faraós, subiu o Monte Sinai por volta do ano 1279 antes de Cristo e recebeu as tábuas com as leis diretamente de Deus. Desse modo, fundou-se o alicerce das duas principais religiões monoteístas praticadas no Ocidente, o Cristianismo e o Judaísmo. Porém, estima-se que a primeira tábua foi destruída por Moisés.

Em resumo, sua ação decorreu após descobrir que os israelitas confeccionaram um bezerro de ouro para cultuar, indo contra seu trabalho messiânico. Entretanto, Deus providenciou a ele um segundo compilado das leis. Contudo, existem outras versões sobre os 10 mandamentos no mundo.

Continua após a publicidade

Tábua sagrada

Origem dos 10 mandamentos

A princípio, existem outras versões sobre o surgimento do que são os 10 mandamentos. Em especial, a tradição judaica e cristã tem narrativas diferentes para explicar a interpretação diferente, assim como a organização dos mandamentos. Porém, a versão mais popular refere-se à Bíblia Sagrada, onde os mandamentos aparecem pela primeira vez no livro Êxodo.

Dessa forma, após receber os 10 mandamentos diretamente de Deus, Moisés aparece no livro Deuteronômio transmitindo os mandamentos aos hebreus. Ademais, esse conjunto de princípios teria sido escrito nas tábuas de pedra pelos próprios dedos de Deus. Apesar disso, em nenhum desses livros sobre os mandamentos referem-se a eles como o nome popular 10 mandamentos.

Sendo assim, somente em outras passagens adota-se essa designação mais famosa. Portanto, no cristianismo, a apresentação dos Dez Mandamentos observou uma estrutura bem definida. Ou seja, tem a exibição original no Livro de Êxodo e posteriormente no Livro de Deuteronômio, com a mesma estrutura.

Continua após a publicidade

Em contrapartida, o Judaísmo guarda a apresentação mandamental conforme a coluna que exibe a concepção. Basicamente, adotando a versão talmúdica que coloca a prescrição sabática como o quarto mandamento. Porém, ambas vertentes apresentam o mandamento “Ame o Senhor, o seu Deus de todo seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento” como o mais importante.

Quais são os 10 mandamentos?

1. “Não terás outros deuses diante de mim”, o primeiro dos 10 mandamentos

Ilustração de Moisés

Antes de mais nada, a principal preocupação e função dos 10 mandamentos envolve a missão de Moisés em estabelecer o culto monoteísta a Deus. Portanto, a maioria dos mandamentos refere-se a essa busca. Ou seja, o princípio mais importante dos 10 mandamentos é o de colocar Deus acima de tudo.

2. “Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão”

Ilustração de Moisés

Continua após a publicidade

Logo em seguida, tem-se a norma que orienta o cristão a tratar o nome de Deus como autoridade divina, e não para ações levianas. Portanto, expressões como “juro por Deus” ou “Deus me livre” são proibidas. Sobretudo, a invocação do Pai deve acontecer em um contexto de respeito e adoração absoluta.

3. “Não farás para ti imagens de escultura”

Ilustração de Moisés

Sobretudo, este mandamento condena a adoração de ídolos, sejam elas imagens esculpidas ou estátuas. Além disso, há a substituição de Deus por outros ídolos, como dinheiro, bens materiais ou prestígio. Portanto, deve-se fugir da devoção a outros símbolos que não sejam Deus.

4. “Lembra-te do dia do Sábado, para o santificar”, a adoração nos 10 mandamentos

Ilustração de Moisés

Continua após a publicidade

Em resumo, esse mandamento tem sua aplicação por meio da tradição judaica como sábado sendo o sétimo dia da Criação. Porém, o cristianismo entende o dia sagrado como domingo, porque foi quando Jesus ressuscitou. Apesar disso, deve-se utilizar o dia para adoração divina, observação e vigilância.

5. “Honra a teu pai e a tua mãe”, o preceito moral dos 10 mandamentos

Ilustração de Moisés

Antes de mais nada, este é o primeiro preceito moral nos 10 mandamentos, estabelecendo a família como o mais importante na vida. Portanto, diz respeito tanto à educação dos filhos, como ao tratamento dos jovens em relação aos seus pais e mais velhos. Ainda que hajam diversos conceitos de família, o texto defende que deve-se tratar esse núcleo com amor e respeito acima de tudo.

6. “Não matarás”

Quais são os 10 mandamentos? Origem e significados

Continua após a publicidade

Por um lado, esse mandamento reformou o artigo mais famoso do Código de Hamurabi, que previu a vingança como retribuição ao agravo social. Entretanto, também defende a disciplina por meio da preservação da vida, e não por meio de ações irreversíveis. Sobretudo, mostra que a vida humana é sagrada, porque parte de Deus.

7. “Não adulterarás”

Quais são os 10 mandamentos? Origem e significados

Além de referir-se à proteção do casamento, o mandamento ainda proíbe a relação extraconjugal. Nesse sentido, vê-se a união como origem da família e da vida. Portanto, o adultério consiste em uma ofensa grave porque fere a aliança sagrada feita diante de Deus por parte dos homens.

8. “Não furtarás”

Quais são os 10 mandamentos? Origem e significados

Continua após a publicidade

Acima de tudo, o furto e o roubo consistem em uma desonestidade. Ou seja, apossar-se dos bens alheios por meio do furto, roubo, fraude, extorsão ou demais atos de corrupção são puníveis aos olhos de Deus. Desse modo, há uma valorização especial do trabalho árduo do homem, e também da convivência em sociedade.

9. “Não dirás falso testemunho contra o teu próximo”

Quais são os 10 mandamentos? Origem e significados

Basicamente, este mandamento proíbe que alguém acuse uma pessoa por aquilo que ela não fez. Ou seja, se trata da calúnia, da mentira, da fofoca e da difamação. Portanto, é ainda uma falta moral grave.

10. “Não cobiçarás”

Quais são os 10 mandamentos? Origem e significados

Continua após a publicidade

Por fim, os 10 mandamentos preveem que cobiçar ou invejar algo que pertence a outra pessoa é prejudicial à alma. Sendo assim, não se deve sentir insatisfação com aquilo que se tem ou desejar algo que não é seu.

E aí, aprendeu sobre quais são os 10 mandamentos? Então leia sobre Sangue doce, o que é? Qual a explicação da Ciência

Próxima página »

Escolhidas para você