Curiosidades

Tártaro, o que é? Origem e significado na mitologia grega

Na mitologia grega o Tártaro é um dos deuses primordiais e, também o nome dado ao lugar para onde os inimigos do Olimpo são mandados para serem castigados.

De acordo com a mitologia grega, o Tártaro é a personificação do mundo inferior por um dos deuses primordiais, nascido a partir do Caos. Da mesma forma, Gaia é a personificação da Terra e Urano a personificação do Céu. Ademais, as relações entre os deuses primordiais do cosmo Tártaro e Gaia geraram terríveis bestas mitológicas, como, por exemplo, o poderoso Tifão. Uma besta horripilante responsável pelos ventos ferozes e violentos, nascida para acabar com Zeus.

Em suma, o deus Tártaro vive enclausurado nas profundezas do mundo inferior, de mesmo nome. Dessa forma, Tártaro, o mundo inferior é formado por cavernas escuras e cantos obscuros, localizado muito abaixo do Reino de Hades, o mundo dos mortos. Segundo a mitologia grega, é para o Tártaro onde são enviados os inimigos do Olimpo. E lá, são castigados por seus crimes.

Ademais, na Ilíada de Homero e na Teogonia, o Tártaro é representado como sendo uma prisão subterrânea, onde os deuses inferiores são aprisionados. Ou seja, é o local mais profundo das entranhas da terra. Assim como Chronos e os outros Titãs. Diferentemente, quando os seres humanos morrem, eles vão para o submundo chamado de Hades.

Por fim, os primeiros prisioneiros do Tártaro foram os Cyclops, Arges, Estérope e Brontes, lançados pelo deus Urano. Entretanto, após Chronos vencer seu pai, Urano, os Cyclops foram libertos a pedido de Gaia. Mas, como Chronos temia os Cyclops, acabou prendendo-os novamente. Dessa forma, só foram libertos em definitivo por Zeus, quando se juntaram ao deus na luta contra os Titãs e os terríveis gigantes.

Continua após a publicidade

Tártaro: o mundo inferior

Pinterest

De acordo com a mitologia grega, Submundo ou Reino de Hades, era o lugar para onde os seres humanos mortos eram levados. Já no Tártaro haviam muitos outros moradores, como os Titãs, por exemplo, aprisionados nas profundezas do mundo inferior. Ademais, o Tártaro é vigiado por enormes gigantes, chamados Hecatônquiros. Onde cada um possui 50 grandes cabeças e 100 braços fortes. Posteriormente, Zeus derrota a besta Tifão, filho de Tártaro e Gaia, e também o manda para as profundezas do poço d’água do mundo inferior.

O mundo inferior também é conhecido como o local onde o crime encontra seu castigo. Por exemplo, o ladrão e assassino chamado Sísifo. Que está condenado a empurrar uma rocha ladeira acima, apenas para vê-la descer novamente, por toda a eternidade. Outro exemplo é Íxion, primeiro homem a assassinar um parente. Em suma, Íxion fez com que seu sogro caísse em um fosso cheio de carvões em brasa. Isso, porque não queria pagar o dote pela esposa. Então, como castigo, Íxion passará a eternidade girando em uma roda em chamas.

Por fim, Tântalo convivia com os deuses, comendo e bebendo com eles. Mas, ele acabou traindo a confiança dos deuses ao revelar segredos divinos aos amigos humanos. Então, como castigo, ele passará a eternidade sendo mergulhado até o pescoço com água fresca. Que desaparece sempre que ele tenta beber para aplacar sua sede. Além disso, deliciosas uvas ficam logo acima de sua cabeça, mas quando tenta comê-las elas sobem ficando fora de seu alcance.

Mitologia romana

Pinterest

Para a mitologia romana, o Tártaro é o local para onde os pecadores vão após sua morte. Dessa forma, em Eneida de Virgílio, o Tártaro é descrito como um lugar rodeado pelo rio de fogo chamado Flegetonte. Além disso, uma tripla muralha cerca todo o Tártaro para impedir que os pecadores de fugirem.

Continua após a publicidade

Diferentemente, da mitologia grega, na romana o Tártaro é vigiado por uma Hidra de 50 enormes cabeças negras. Ademais, a Hidra fica diante um portão rangente, protegido por colunas de adamante, um material considerado indestrutível. E no interior do Tártaro há um castelo com enormes muralhas e um alto torreão de ferro. Que é vigiado pela Fúria que representa a Vingança, chamada Tisífone, que nunca dorme, chicoteando os condenados.

Por fim, no interior do castelo há um poço frio, úmido e escuro, que desce até as profundezas da terra. Basicamente, o dobro da distância entre a terra dos mortais e o Olimpo. E no fundo desse poço, se encontram os Titãs, os Aloídas e muitos outros criminosos.

Então, se você gostou dessa matéria, você pode saber mais em: Gaia, quem é? Origem, mito e curiosidades sobre a deusa da Terra. 

Fontes: Info Escola, Deuses e Heróis, Mitologia Lendas Urbanas, Mitologia e Civilização Grega

Continua após a publicidade

Imagens: Pinterest, Mitologias

Próxima página »

Escolhidas para você