Curiosidades

TikTok salva jovem durante um sequestro nos EUA

O caso de que o TikTok salva jovem de um sequestro aconteceu após a vítima utilizar gestos de socorro enquanto estava em Kentucky nos EUA.

Após desaparecer em decorrência de um sequestro, uma adolescente norteamericana utilizou sinais com a mão que aprendeu na internet para pedir ajuda a desconhecidos. Nesse sentido, a imprensa noticiou que o TikTok salva a jovem quando outros usuários entendem o sinal e ligam para a polícia.

A princípio, a jovem desapareceu durante uma semana, e seus pais rapidamente entraram em contato com as autoridades. Sobretudo, fizeram o boletim de ocorrência no Estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos. Posteriormente, avistou-se a vítima em um carro no Kentucky.

Em resumo, um motorista que estava próximo ao veículo reconheceu o sinal que ela fazia com a mão pedindo ajuda. Logo em seguida ligou para a polícia informando do que estava acontecendo. Felizmente, o caso teve fim com a recuperação da vítima pois encontraram o carro numa estrada interestadual e prenderam o motorista James Hebert Brick, de 61 anos.

Apesar disso, o que tornou o caso surpreendente foram os registros e relatórios policiais dizendo que os gestos da jovem são populares no TikTok. Basicamente, foram gestos comuns em vídeos que ensinam como pedir ajuda a estranhos quando se é vítima de violência doméstica. Por fim, entenda mais sobre o caso de como o TikTok salva a jovem durante o sequestro:

Continua após a publicidade

TikTok salva jovem durante um sequestro

Como o sinal do Tiktok salva jovem do sequestro?

Em primeiro lugar, a vítima de 16 anos explicou aos policiais que o sequestro aconteceu na Carolina do Norte. Porém, ela ainda passou por quatro Estados diferentes até chegar em Kentucky, onde pediu ajuda com o sinal que aprendeu no TikTok. Nesse sentido, o gesto em questão consiste em mostrar a palma da mão, dobrar o dedão para dentro e posteriormente cobrir o dedão com os outros dedos.

Curiosamente, se trata de um sinal popular, como o desenho de um X vermelho nas mãos. Sobretudo, convencionou-se este símbolo como forma silenciosa de pedir socorro em casos de violência doméstica. Sendo assim, é comum que organizações não governamentais, e até mesmo delegacias das mulheres, ensinem essas informações para conseguir se comunicar com a vítima.

Apesar disso, o TikTok salva a jovem durante o sequestro por conta de um viral na rede social. Em resumo, criou-se uma campanha para ensinar esse sinal de ajuda no início da pandemia em 2020. Acima de tudo, surgiu como um esforço de ensinar as vítimas que ficariam presas em casa com seus agressores como pedir ajuda de maneira discreta, mas eficaz e sem colocá-las em risco.

Continua após a publicidade

Portanto, com um simples movimento de mão, seria possível pedir socorro sem precisar falar e piorar a situação de violência ao fazer isso. Mais ainda, o aumento de casos chocantes e as notícias na mídia levaram a uma maior adesão desse movimento de conscientização, assim como um crescimento no debate sobre segurança da mulher.

TikTok salva jovem durante um sequestro

Crescimento da violência doméstica

De acordo com dados da ONU Mulheres em setembro de 2020, o isolamento social durante a pandemia aumentou o número de denúncias ou ligações para autoridades no mundo inteiro. Como exemplo, pode-se citar um crescimento de 30% nas ligações no Chipre, 33% em Singapura, 30% na França e 25% na Argentina.

Geralmente, os dados e informações sobre violência doméstica no Brasil e no mundo partem do processo de denúncia. Porém, especialistas explicam que a convivência constante com os agressores por conta do confinamento dificulta o as denúncias. Portanto, nem sempre os dados retratam a realidade completa.

Continua após a publicidade

Sobretudo, pode-se afirmar que a casa se tornou o lugar mais perigoso para as mulheres e para o público jovem durante a pandemia. No entanto, é ainda o local de onde elas não podem sair por conta das imposições do coronavírus. Ademais, a grande maioria começou a trabalhar de forma remota, não tendo o ambiente de trabalho como espaço seguro para fuga ou denúncia.

Uma pesquisa recente da Confederação Nacional de Municípios no Brasil mostrou que em 484 cidades houve um aumento de 20% nos casos de violência doméstica, somente me fevereiro de 2020. Basicamente, isso representa um aumento de 477 nos mais de 2300 municípios ouvidos na pesquisa.

Portanto, quando o  TikTok salva jovem de sequestro e o caso ganha uma escala internacional, há uma discussão importante sobre conscientização. Mais do que saber os dados sobre os casos, é fundamental que a sociedade civil esteja atento às possíveis vítimas, como no evento do sequestro em que o denunciante percebeu a jovem tensa no banco de trás do carro antes de ver o sinal que ela fez.

E aí, entendeu o caso? Então leia sobre Blanche Monnier: a ‘rapunzel’ da vida real foi presa por 25 anos na própria casa

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você