Ciência & Tecnologia

Tremores nos olhos: 10 principais causas e como tratar os espasmos

Tremores ou espasmos oculares (blefarospasmo) é um piscar involuntário das pálpebras, geralmente inofensivos, mas podem indicar um problema.

Os tremores nos olhos ou os famosos ‘tiques’ são um daqueles pequenos incômodos comuns que podem aparentemente começar a acontecer do nada e, aos poucos, deixá-lo louco. Também chamado de blefaroespasmo ou miocimia ocular, os espasmos oculares geralmente afetam a pálpebra inferior (embora também possam afetar a pálpebra superior) de um único olho.

Na maioria das vezes, os espasmos associados aos espasmos duram pouco, mas não é incomum que durem dias, semanas ou até mais. A força da contração pode variar de leve e quase imperceptível, a forte o suficiente para fechar o olho completamente.

Entretanto, se a sua contração ocular persistir, você deve marcar uma consulta com um oftalmologista, durante o qual a causa da contração pode ser determinada e as opções de tratamento avaliadas. Confira tudo sobre esta condição a seguir.

10 principais causas de tremores nos olhos

Fonte: Pinterest

1. Olho seco

Em suma, o olho seco é uma condição extremamente comum causada pela falta de umidade nos olhos. O fluxo lacrimal natural fornece a lubrificação necessária para promover o conforto dos olhos. A evaporação excessiva das lágrimas ou fluxo insuficiente de lágrimas pode causar secura dos olhos e irritações associadas.

Olhos secos podem causar vermelhidão, queimação bem como sensação de coceira que geralmente pode ser aliviada com colírios. Além disso, o olho seco crônico pode exigir tratamento adicional. Então, consulte um oftalmologista se o problema persistir.

2. Estresse

Certamente, o estresse é algo com que lidamos diariamente. Embora o estresse tenda a ser mais um problema mental ou emocional, pode ter manifestações físicas; uma dessas manifestações são os tremores nos olhos.

Continua após a publicidade

3. Insônia

O cansaço e a fadiga que podem resultar da falta de sono podem causar uma variedade de problemas, incluindo espasmos oculares. Portanto, além de ser uma causa direta de espasmos oculares, o estresse também pode levar à insônia, que por sua vez pode causar mais espasmos ou espasmos crônicos.

4. Álcool

Muitos acreditam que o consumo excessivo de álcool pode ser uma causa de espasmos nos olhos. Come feito, isso pode estar ligado à natureza relaxante do álcool, além do fato de que o consumo excessivo de álcool pode causar desidratação.

5. Cafeína

Você já teve tremores nos olhos? Descubra o que significam
Fonte: Pinterest

Assim como o álcool, muitos especialistas acreditam que a cafeína pode ser a causa do tremor nos olhos. Enquanto esses especialistas apontam para as propriedades relaxantes do álcool, acredita-se que os estimulantes da cafeína estejam associados ao blefaroespasmo.

6. Irritação

Uma pequena irritação que afeta a superfície da córnea ou a pálpebra interna pode resultar em espasmos. Aliás, esfregar os olhos pode exacerbar essa irritação. Com efeito, fontes externas de irritação, como luzes fortes ou poluição do ar, também podem causar espasmos nos olhos.

7. Tensão ocular

Junto com o estresse e a fadiga, a fadiga ocular é uma das causas mais comuns de espasmos oculares. Todavia, existem várias causas diferentes para a fadiga ocular, incluindo a perda de visão.

Esforçar-se para ler ou ver com clareza pode ser um indicador de que você precisa de óculos, lentes de contato ou cirurgia de correção da visão. Desse modo, melhorar a visão pode ser suficiente para combater os espasmos crônicos causados ​​pelo cansaço visual.

Continua após a publicidade

O uso excessivo de computador ou smartphone é uma causa mais moderna de cansaço visual. Aliás, o estresse visual causado por ficar olhando para a tela do computador o dia todo pode forçar seus olhos a ponto de estremecer.

8. Conjuntivite

A conjuntivite é uma condição ocular desconfortável e desagradável que tem sido associada a espasmos. Desse modo, ela pode ser não infecciosa ou infecciosa (o último sendo altamente contagiosa).

Em resumo, as causas da conjuntivite infecciosa tendem a ser enraizadas em bactérias ou vírus, enquanto a doença não infecciosa tende a ter causas enraizadas em coisas mais benignas, como irritação química, alergias ou traumas.

Portanto, a natureza altamente contagiosa da conjuntivite infecciosa significa que você deve evitar o contato com outras pessoas para não espalhar.

9. Distúrbios do sistema nervoso

Em casos raros, espasmos oculares crônicos podem ser o sinal de um distúrbio grave do sistema nervoso. Desse modo, Paralisia de Bell, Mal de Parkinson, Síndrome de Tourette e distonia são quatro doenças graves do sistema nervoso que estão relacionadas com espasmos oculares.

10. Desequilíbrio de cálcio/magnésio ou potássio

Por fim, alguns profissionais de saúde acreditam que os espasmos oculares podem ser agravados por desequilíbrios nos níveis de cálcio, magnésio e/ou potássio.

Continua após a publicidade

Sintomas de blefarospasmo

Fonte: Pinterest

Os sintomas de espasmos oculares (blefaroespasmo) incluem:

  • Espasmo das pálpebras
  • Fechamento de pálpebra involuntário
  • Aumento gradual do piscar
  • Irritação ocular
  • Fadiga
  • Tensão emocional
  • Sensibilidade à luz brilhante
  • Os sintomas se tornam mais frequentes conforme a doença progride em blefarospasmo essencial benigno (BEB)
  • Espasmos faciais podem se desenvolver em BEB

Como tratar os ‘tiques’ nos olhos?

Você já teve tremores nos olhos? Descubra o que significam
Fonte: Pinterest

Você pode não precisar de nenhum tratamento se não tiver muitos sintomas de espasmos oculares. Descansar mais e reduzir a ingestão de cafeína pode ajudar a aliviar os sintomas.

No entanto, se o tremor nos olhos está causando problemas, o seu médico pode recomendar uma injeção de toxina botulínica nos músculos das pálpebras. Isso pode paralisar o músculo que está se contraindo.

Ademais, seu médico pode recomendar que você experimente um medicamento para tratar espasmos oculares. Esses medicamentos tendem a aliviar os sintomas apenas a curto prazo.

Contudo, se os seus espasmos oculares ainda forem intensos, você pode precisar de uma cirurgia chamada miectomia. Nesta cirurgia, os profissionais de saúde removem alguns dos músculos e nervos das pálpebras. Isso interrompe os sintomas em muitas pessoas.

Quais são as possíveis complicações de espasmos oculares?

Fonte: Pinterest

Se os espasmos oculares forem crônicos e graves, podem causar danos permanentes às pálpebras e a outras estruturas da região. Dessa forma, isso pode causar problemas como:

Continua após a publicidade
  • Pálpebras superiores descansando abaixo do normal
  • Sobrancelhas descansando mais baixas do que o normal
  • Pele extra no olho superior ou inferior
  • Dobramento anormal das pálpebras
  • Ademais, algumas pessoas com espasmos oculares crônicos também desenvolvem espasmos musculares em outras partes do corpo, como mandíbula ou pescoço.

Como evitar os tremores dos olhos?

Você já teve tremores nos olhos? Descubra o que significam
Fonte: Pinterest

Se seus olhos às vezes se contraem, você pode tomar medidas para reduzir seus sintomas:

  • Não consuma álcool;
  • Durma o suficiente;
  • Reduza outras fontes de irritação nos olhos com o uso de medicamentos ou colírios prescritos pelo médico;
  • Evite ficar muito tempo diante de telas;
  • Use óculos escuros quando necessário.
  • Reduza ou evite o uso de cafeína ou estimulantes
  • Pratique técnicas de redução do estresse, como meditação, respiração profunda ou ioga
  • Tente manter uma boa higiene
  • Não fume nem use tabaco
  • Pratique atividade física
  • Por fim, tenha uma ingestão adequada de líquidos

Então, gostou deste artigo? E, falando em olhos, você deveria ler também: Posição dos olhos pode prever sua morte, segundo japoneses.

Fontes: Time, Uol, Mega Curioso

Fotos: Pinterest

Próxima página »

Escolhidas para você