Listas

Zumbido no ouvido: o que causa e como tratar?

O zumbido no ouvido tem perturbado sua paz? Descubra quais são as causas do problema e como trata-lo em casa, de forma natural.

O zumbido no ouvido, também conhecido como tinnitus, é uma condição que gera a impressão de que a pessoa está ouvindo um chiado incômodo continuamente, por exemplo.

De fato, essa situação pode acometer todos os indivíduos. No entanto, costuma ocorrer, sobretudo, com pessoas idosas.

Uma das causas do zumbido no ouvido é o processo de perda auditiva. Como consequência dessa perda, as partes que não são afetadas costumam trabalhar muito mais e acabam produzindo o zumbido.

Neste texto, te mostraremos mais informações acerca dessa condição desconfortável que, aliás, nos tira a paciência e concentração.

Continua após a publicidade

O que causa o zumbido no ouvido?

Acúmulo de cera

Pode haver um entupimento no canal do ouvido, dessa forma, causando o zumbido.

Envelhecimento

Costuma ser o primeiro sintoma da perda da audição, sobretudo, nessa fase da vida.

Alimentação

substâncias que, se ingeridas, podem estimular o sistema nervoso central e afetar, consequentemente, a audição, por exemplo, cafeína.

Exposição a ruídos altos pode causar zumbido nos ouvidos

Os sons altos danificam as células ciliadas, que revestem os ouvidos, e, por isso, causam o desconforto auditivo. O incômodo pode durar até 2 dias.

Continua após a publicidade

Infecção de ouvido

Essa condição pode ser causada por meio de bactérias, vírus ou fungos. Dessa forma, pode alterar a pressão dos ouvidos e gerar o zumbido no ouvido.

Labirintite

Neste caso, há uma inflamação em parte do ouvido médio e, assim, gera o incômodo auditivo.

Disfunção temporomandibular causa zumbido nos ouvidos

Essa condição é causada em decorrência de uma alteração na estrutura que une o maxilar à mandíbula, por meio de apertamento dos dentes ou pancada na região, por exemplo.

Lesões no ouvido

Além do zumbido no ouvido, haverá sintomas, como dor, sangramento, por exemplo.

Continua após a publicidade

Doenças crônicas

Exemplos dessas doenças crônicas envolvem a diabetes, pressão alta, lupus etc.

Mudanças na estrutura do ouvido

Essas alterações podem ser resultado, sobretudo, de malformações de vasos sanguíneos ou otosclerose, doença que causa a degeneração do osso que forma o ouvido interno, causando o zumbido no ouvido.

Uso de medicamentos tóxicos para o ouvido

Alguns remédios podem causar danos aos ouvidos ou aos nervos que compõem o órgão, por exemplo, alguns anti-inflamatórios, diuréticos, antibióticos etc.

Tumores no ouvido ou no cérebro provocam zumbido no ouvido

Nestes casos, aparecem sintomas, como tontura, perda de audição, alterações na visão, por exemplo.

Continua após a publicidade

Sinais e sintomas associados ao zumbido no ouvido

  1. Tontura;
  2. Perda auditiva;
  3. Suor frio;
  4. Enjoo;
  5. Dores de cabeça;
  6. Falta de disposição e sonolência;
  7. Problemas emocionais;
  8. Falta de concentração.

Diagnóstico do zumbido no ouvido

Como já mencionamos, as causas do zumbido no ouvido são diversas. Dessa forma, o diagnóstico costuma ser feito por meio de exclusão.

Em primeiro lugar, o otorrino faz o teste de capacidade auditiva e exame de sangue para observar se há doenças que são fatores de risco para a condição, por exemplo, diabetes, colesterol alto etc.

Em seguida, os passos variam de acordo com os resultados dos exames.

Prevenção do zumbido no ouvido

Para se prevenir de sofrer com zumbido nos ouvidos, é importante manter hábitos saudáveis, para evitar as doenças que são fatores de risco.

Continua após a publicidade

Além disso, evitar ficar exposto a sons muito altos por longos períodos, ou mesmo usar fones de ouvido com volume ultrapassando a média indicada pelos aparelhos eletrônicos.

Tratamentos para zumbido no ouvido

Antes de mais nada, é muito importante, ao sentir esse tipo de desconforto, buscar um médico otorrinolaringologista, sobretudo, se o incômodo persistir por mais de 2 dias.

No entanto, caso o incômodo esteja no início, é possível tratar com algumas medidas naturais.

1. Ginkgo biloba

Essa espécie de árvore tem inúmeras utilidades medicinais e é bastante conhecida por sua capacidade de melhorar o fluxo sanguíneo, sobretudo, no cérebro e em toda região da cabeça.

Continua após a publicidade

Portanto, é um bom remédio contra o zumbido no ouvido.

2. Suplementos

Contra o zumbido no ouvido, os suplementos mais indicados são à base, sobretudo, de zinco e de vitamina B12.

Além disso, eles funcionam muito bem se o incômodo for uma consequência do envelhecimento natural.

Fora isso, a própria carência de vitamina B12 no organismo também é capaz de provocar esse desconforto.

Continua após a publicidade

3. Ruído branco

Para quem não sabe, ruídos brancos são ruídos intencionais, provocados para desviar a atenção do zumbido no ouvido, nesse caso.

Ventiladores, ares-condicionados, umidificadores, até mesmo a TV e outros aparelhos que possam provocar ruídos no ambiente são eficazes nisso e, aliás, ajudam a suprimir o barulho constante que você ouve internamente.

Mas, claro, isso não trata o problema, só impede que você fique louco por causa dele.

4. Acupuntura

Além dos inúmeros benefícios da acupuntura, o tratamento do zumbido no ouvido tem se destacado recentemente, de acordo com estudos e testes científicos.

Continua após a publicidade

A técnica tem o poder de corrigir a obstrução nos canais internos do ouvido, o que acontece, aliás, em poucas sessões.

Você já sentiu esse incômodo auditivo? Não se esqueça de que, caso venha a passar por isso e o zumbido persistir por mais de 2 dias, a busca de um médico é essencial.

Por falar em ouvido, confira esta matéria: Por que sua orelha fica quente e vermelha? Entenda o que aconteceu!

Fontes: Veja Saúde, Tua Saúde, A&R Aparelhos Auditivos.

Continua após a publicidade

Bibliografia:

BEEBE, Palumbo D, Joos K, De Ridder D, Vanneste S. . The Management and Outcomes of Pharmacological Treatments for Tinnitus. Curr Neuropharmacol. 13. 5; 692-700, 2015

LANGGUTH, B. . Treatment of tinnitus. Curr Opin Otolaryngol Head Neck Surg. 23. 5; 361-8, 2015

LEVINE, R. A.; ORON, Y. Tinnitus. Handb Clin Neurol. 129. 409-31, 2015

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você