20 fotos com drone em lugares de acesso proibido pelo mundo

Apesar de poderem ser facilmente comprados, nem todo mundo sabe que drones são considerados veículos aéreos não tripulados controlados de maneira remota e, por causa disso, estão sujeitos a várias regras impostas pela Aeronáutica. Por isso, antes de sair por aí fazendo fotos com drone, é melhor pensar suas vezes para evitar muitas dores de cabeça.

Por que estamos falando isso? Por que as fotos com drone que você vai ver hoje foram feitas de forma ilegal, de lugares onde o grande público não pode ir e que, normalmente, são escondidos pelos governos (por algum motivo). Ou seja, seus responsáveis, na maioria, foram punidos de alguma forma pela ousadia.

Mas, claro, graças aos “esforços” dessas pessoas, você vai conseguir ver o que há por trás de muros intransponíveis, como o da Área 51, nos Estados Unidos. Como você vai ver, na lista contamos com fotos de cidades desertas que não podem ser visitadas e até mesmo de lugares proibidos da China, que renderam muitos problemas por terem sido registrados.

Mas, claro, não é só isso. Abaixo você vai descobrir outros lugares de acesso proibido e que foram fotografados por drones.

Veja as fotos com drone em lugares de acesso proibido pelo mundo:

1. Spitsbergen, Noruega

Construído em 2007, pelo governo da Noruega, esse banker subterrâneo fica dentro de uma montanha, onda as temperaturas estão quase sempre entre 3ºC e 4ºC.

O abrigo foi desenhado para ter uma vida praticamente infinita: são três câmaras separadas, a 130 metros abaixo do nível do mar e 120 metros para dentro da montanha. Segundo informações oficiais do governo norueguês, cada uma dessas câmaras armazena 1,5 milhão de amostras de sementes, que são mantidas a uma temperatura de -18ºC.

Para quem não entendeu nada, o banker funciona, basicamente, como um banco. Nele, uma instituição tem deposita o conteúdo a ser guardado, no caso, as sementes. Elas ficam armazenadas e são oferecidas de forma gratuita.

A intenção, segundo as autoridades do país, é ter estoque para no caso de um desastre nuclear ou para socorrer uma possível extinção de espécies de plantas devido a alterações climáticas.

2. Tesla, Rússia

O que você nas fotos com drones são imagens da invenção de Nikola Tesla. As turbinas em destaque produzem descargas elétricas a vários metros de distância.

Infelizmente, não é possível visitar esse local. As turbinas ficam a 40 km de Moscovo, na Rússia, e é constante vigiada.

3. Tar Heel, Estados Unidos

Outra das fotos com drone de lugares que ninguém pode visitar mostra o terreno da Smithfield Foods, uma empresa de carnes, digamos assim.

A água que você vê nas imagens, aliás, está tingida com sangue, já que esse é o lago artificial da empresa, onde são descartados os rejeitos da matança dos animais de corte.

4. Debaltsevo, Ucrânia

Esse lugar é resultado do conflitos entre as forças militares pró-russas e ucranianas. Para quem não sabe, ele recebe o nome de Caldeira de Debaltsevo. Foi nessa área que aconteceu uma batalha em fevereiro de 2015.

5. Área 51, Estados Unidos

Sobre a área 51, com certeza, você já ouviu falar. Ela se trata de uma área secreta do governo dos Estados Unidos, onde supostamente são feitas experiências militares e onde são tratados os assuntos confidenciais do país. A região está associada até mesmo a avistamentos de extraterrestres e a experimentos científicos bem peculiares.

Obviamente, ninguém pode ir até lá e o próprio Google Maps censura a visão do que existe nesse lugar. Mas, nessas fotos com drone dá para matar um pouquinho da curiosidade.

6. Fukushima, Japão

Essa é a região da central nuclear Fukushima, no Japão. Um grave acidente nuclear acabou devastando o lugar depois de um tsunami e um sismo de magnitude 9, que atingiu a área de Okuma.

Mais de 150 mil pessoas que viviam nas redondezas foram obrigadas a deixar a cidade, que se transformou em um local completamente desabitado.

7. Kazantyp, Crimeia

Essa é uma construção interditada, onde deveria funciona a central nuclear de Crimeia. Ela começou a ser levantada em 1976, mas as instabilidades do terreno obrigaram os responsáveis pela obra a abandoná-la.

O lugar acabou se tornando palco de um festival de música, o Kazantip ou Reaktor, entre os anos de 1993 e 1999. Em 2005, no entanto, o terreno foi vendido e o acesso à região foi restringido.

8. Pripyat, Ucrânia

Essa região, nas fotos com drone, foi o palco do maior desastre nuclear da história da humanidade (pelo menos até agora). Havia uma cidade ali, que acabou sendo completamente contaminada depois de uma explosão na central de Chernobyl.

Na imagem acima, aliás, você pode ver o sistema antimísseis da cidade, que se encontrava junto a Chernobyl, o Duga-3.

9. Cidade proibida de Pequim, China

Dentro de Pequim, na China, existe uma cidade que pode ser visitada apenas em determinados horários do dia e onde é terminantemente proibido fazer sobrevoos. Aliás, o responsável pelas fotos com drone, Trey Ratcliff, foi expulso da China depois de sua peripécia.

Para quem não sabe, nessa região são encontrados o palácio real chinês e a sede do governo.

10. Homs, Síria

Essa era a maior cidade Síria antes da guerra civil, que teve início em 2011.

11. Aleppo, Síria

A destruição da cidade foi filmada por aviões não tripulados, e mostra no que a guerra na região transformou o lugar.

E então, matou sua curiosidade sobre esses locais proibidos ao público?

Agora, desses outros lugares (que listamos na matéria seguinte) ter acesso permitido a visitantes, você pode ter certo problemas em visitá-los se não for uma pessoa corajosa: 24 lugares proibidos para quem tem medo de altura.

Fonte: Fatos Desconhecidos