Arcanjos: quem são esses poderosos anjos?

Já ouviu falar sobre Arcanjos? Clique neste post, do portal “Segredos do Mundo”, e descubra quem são esses poderosos anjos.

Os arcanjos são seres celestiais que ocupam a mais alta ordem na hierarquia angélica. Eles são mencionados na Bíblia cristã, no livro de Daniel, onde são descritos como “os príncipes que assistem ao trono de Deus”.

A palavra “arcanjo” significa “anjo principal”. Os arcanjos são considerados os líderes dos anjos e têm como função principal servir a Deus e defender a humanidade. Eles também são responsáveis por transmitir mensagens de Deus aos seres humanos.

Quem são os arcanjos?

Os arcanjos são seres poderosos e benevolentes que estão sempre dispostos a ajudar os seres humanos. Eles são uma fonte de inspiração e força para aqueles que acreditam em sua existência.

Continua após a publicidade

São frequentemente representados na arte e na literatura como seres poderosos e majestosos. Essas criaturas são geralmente retratados com asas, armadura e uma espada ou lança.

Entretanto, vertentes religiosas observam os arcanjos de formas diferentes. Vamos descobrir um pouco mais sobre essas diferenças entre os seres celestiais?

Continua após a publicidade

Na Igreja Católica

Os Santos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael, figuras celestiais de grande importância, desempenham papéis distintos e são agora homenageados no mesmo dia, em virtude das reformas do Concílio Vaticano II, celebrado em 29 de setembro.

A Bíblia atribui a cada um deles missões específicas que delineiam suas funções: Miguel, o destemido adversário de Satanás; Gabriel, o mensageiro divino; e Rafael, o protetor e auxiliador. A designação de “arcanjo” evoca a ideia de uma corte celestial, onde os anjos ocupam posições de acordo com suas distintas graças e dignidades.

Continua após a publicidade

Os Santos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael, situados no topo das hierarquias angelicais, têm a nobre incumbência de preservar a transcendência e o mistério de Deus, enquanto manifestam de forma tangível Sua proximidade e graça salvadora.

No protestantismo

No protestantismo, os arcanjos são os mesmos que no cristianismo em geral. Eles são seres celestiais que ocupam a mais alta ordem na hierarquia angélica e são mencionados na Bíblia cristã, no livro de Daniel, onde são descritos como “os príncipes que assistem ao trono de Deus”.

Os protestantes acreditam que os arcanjos são seres reais que foram criados por Deus. Eles acreditam que os arcanjos são seres poderosos e benevolentes que estão sempre dispostos a ajudar os seres humanos.

No entanto, os protestantes não dão a mesma importância aos arcanjos que os católicos. Os católicos acreditam que os arcanjos são santos e podem ser invocados em oração. Os protestantes acreditam que os arcanjos são seres celestiais que devem ser reverenciados, mas não devem ser invocados.

Continua após a publicidade

No judaísmo

O conceito de “arcanjo,” que denota um anjo de alto escalão com autoridade sobre outros anjos, não tem um equivalente direto nas Escrituras judaicas. No entanto, o livro de Daniel faz menção a dois anjos pelo nome, Gavriel e Michael, e se refere a Michael como “sar,” que pode ser traduzido como “príncipe” ou “ministro.” O termo “ministro” parece ser uma descrição apropriada do que distingue anjos como Michael e Gavriel dos anjos sem nome que encontramos em toda a Torá, desde o início em Bereshit.

Dentro do reino angelical, existem uma variedade de tipos de anjos, cada um com missões e funções específicas. Alguns anjos são criados para cumprir uma tarefa específica e, uma vez que essa missão é concluída, deixam de existir. Outros anjos, após o cumprimento de uma tarefa, podem ser designados para desempenhar outras funções. Nesse contexto, surge a categoria dos chamados “ministros” ou “arcanjos,” que continuam a desempenhar papéis significativos no plano divino. Entre eles, Uriel.

Quais são os arcanjos mais poderosos?

Miguel é frequentemente representado com uma armadura e uma espada, simbolizando sua função como líder do exército celestial. Gabriel é frequentemente representado com uma trombeta, simbolizando sua função como mensageiro de Deus. Rafael é frequentemente representado com um cajado, simbolizando sua função como guardião dos viajantes. Uriel, por sua vez, é um dos arcanjos da tradição rabínica pós-exílio, bem como de algumas tradições cristãs, assim como Metatron. Segundo escritas sagradas para o judaísmo, é ele quem deterá a chave que abrirá o Inferno no Final dos Tempos.

Confira mais sobre cada um desses arcanjos abaixo!

Continua após a publicidade

1. Miguel

O arcanjo Miguel é um dos seres celestiais mais importantes do cristianismo. Ele é conhecido como o arcanjo da guerra e da proteção, e é responsável por lutar contra o mal e proteger a humanidade.

Miguel é mencionado na Bíblia, no livro de Daniel, onde é descrito como “o príncipe que assista ao trono de Deus”. Ele é também mencionado no livro de Judas, onde é descrito como “o arcanjo que contende com o diabo”.

Na tradição cristã, Miguel é frequentemente representado como um guerreiro, com uma armadura e uma espada. Ele é também representado com uma balança, que simboliza sua função de julgar os justos e os injustos.

2. Rafael

Ele é conhecido como o arcanjo da cura e da compaixão, e é responsável por ajudar os seres humanos em necessidade.

Continua após a publicidade

Rafael é mencionado na Bíblia, no livro de Tobias, onde é descrito como um anjo que ajuda Tobias a viajar para a Média e a curar a cegueira de seu pai.

Na tradição cristã, Rafael é frequentemente representado como um anjo com um cajado, que simboliza sua função de curar os enfermos. Ele é também representado com uma bolsa de medicamentos, que simboliza sua função de ajudar os viajantes.

3. Gabriel

Gabriel é mencionado na Bíblia, no livro de Daniel, onde é descrito como um anjo que revela a Daniel o futuro. Ele é também mencionado no livro de Lucas, onde é descrito como um anjo que anuncia a Maria o nascimento de Jesus Cristo.

Na tradição cristã, Gabriel é frequentemente representado como um anjo com uma trombeta, que simboliza sua função de anunciar notícias importantes. Ele é também representado com uma flor, que simboliza sua pureza e sua mensagem de esperança.

Continua após a publicidade

Gabriel é um ser poderoso e benevolente que está sempre disposto a ajudar os seres humanos. Ele é uma fonte de inspiração e fé para aqueles que acreditam em sua existência.

4. Uriel

O arcanjo Uriel é um dos arcanjos mais importantes do judaísmo e do cristianismo. Ele é conhecido como o arcanjo da luz e da sabedoria, e é responsável por iluminar a mente dos seres humanos e guiá-los no caminho da verdade.

Uriel é mencionado na Bíblia hebraica, no livro de Enoque, onde é descrito como um anjo que revela a Enoque o segredo do universo. Ele é também mencionado no livro de Daniel, onde é descrito como um anjo que ajuda Daniel a interpretar uma visão.

Na tradição cristã, Uriel é frequentemente representado como um anjo com uma espada de fogo, que simboliza sua função de iluminar a mente dos seres humanos. Ele é também representado com um livro, que simboliza sua função de transmitir sabedoria aos seres humanos.

Continua após a publicidade

E o Metatron?

Ele é conhecido como o escriba divino, e é responsável por registrar todas as ações humanas no Livro da Vida.

Metatron é mencionado nas Escrituras hebraicas, no livro de Enoque, onde é descrito como um anjo que é elevado ao status de arcanjo. Ele é também mencionado no livro de Ezequiel, onde é descrito como um anjo que aparece ao profeta Ezequiel.

Na tradição cristã, Metatron é frequentemente representado como um anjo com uma grande estatura, que simboliza sua importância.

Fontes: Chabad, Comunidade Shalom, Canção Nova, UCDB, Acidigital

Continua após a publicidade

Outras postagens