Negocios

Biden proíbe entrada de aeronaves russas nos EUA

O presidente Joe Biden proíbe entrada de aeronaves russas nos EUA, apertando ainda mais as sanções contra a Rússia.

Na noite da última terça-feira (1), o presidente americano Joe Biden anunciou que proibirá aeronaves russas de sobrevoar o espaço aéreo dos Estados Unidos. A notícia veio por meio de seu discurso sobre o Estado da União. Dessa forma, na ocasião em que Biden proíbe entrada de aeronaves russas nos EUA, ele também aumenta as sanções contra a Rússia, após ela invadir a vizinha Ucrânia.

Nesse sentido, os EUA devem se juntar a outros 36 países, incluindo o Canadá e as 28 nações da União Europeia, para aumentar o estrangulamento da capacidade da Rússia. Assim, fazer negócios e conduzir o comércio deve ficar cada vez mais difícil para o país.

Em seu discurso, Biden comentou: “Esta noite, anuncio que nos juntaremos aos nossos aliados para fechar o espaço aéreo americano a todos os voos russos, isolando ainda mais a Rússia e adicionando um aperto adicional em sua economia. Você não tem ideia do que está por vir”. Ele se dirigiu diretamente à Rússia e seu presidente, Vladimir Putin.

Fonte: Brasilturis

Continua após a publicidade

Biden proíbe entrada de aeronaves russas nos EUA em discurso

Pragmatismo Político

Agora, a Rússia também deve considerar se fará o mesmo. Ou seja: se retribuirá e proibirá naves com sede nos EUA de sobrevoar seu espaço aéreo. Até então, a rota era uma comum leste-oeste para a maioria dos voos que viajam para a Ásia. Dessa forma, a reação natural da Rússia seria retribuir, mas de acordo com a revista Time, o país ganha um pouco de receita ao permitir que aviões dos EUA sobrevoem seu espaço aéreo ou pousem em seus aeroportos.

Contudo, a decisão de Biden significa ainda mais problemas para o setor da aviação. Isso inclui o aumento dos custos do combustível, mudanças de rota, atrasos e cancelamentos. Além disso, existe ainda uma possível necessidade de parar no caminho para escalas ou reabastecimento. Tanto voos comerciais quanto de carga seriam afetados por não poder passar pelo espaço aéreo russo. Por outro lado, a FedEx e a UPS anunciaram que suspenderam entregas para o país.

“Ao longo de nossa história, aprendemos esta lição – quando os ditadores não pagam um preço por sua agressão, eles causam mais caos”, confessou Biden. “Eles continuam se movendo, e os custos e ameaças para a América e o mundo continuam aumentando”.

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você