Curiosidades

Como aprender a nadar – Dicas para facilitar no aprendizado

Atividades na água são uma ótima maneira de cuidar da saúde e se divertir. Apesar de alguns terem medo, nunca é tarde para aprender a nadar.

A natação é uma atividade física que proporciona inúmeros benefícios para a saúde do corpo. Por exemplo, ajudar a controlar o nível de colesterol, perda de peso, prevenir diabetes, melhora de doenças respiratórias, entre tantos outros. Mas, se você ainda não sabe nadar, não precisa se preocupar. Pois nunca é tarde para saber como aprender a nadar, basta deixar os medos e receios de lado e começar. Afinal, a natação é uma atividade na água que não tem restrição de idade, qualquer pessoa pode praticar, desde o bebê até o vovô.

Além dos benefícios para a saúde, saber nadar proporciona momentos de prazer, alegria, bem estar e tantas outras emoções boas. Ademais, saber nadar é muito importante para sua segurança, pois mesmo em piscinas, rios e praias rasas podem ter perigo. Portanto, sabendo nadar você se sentirá mais seguro para desfrutar e ao mesmo tempo agir com segurança caso seja necessário.

Dessa forma, basta você se decidir, não deixe os obstáculos te impedirem, procure um local adequado com profissionais capacitados que te passe confiança, o que é muito importante. Ademais, vá com calma, não precisa ter pressa, pois tudo tem seu tempo, assim como aprender a nadar. Mas, procure praticar com regularidade, assim, logo você verá resultados significativos.

Caso tenha medo de nadar, converse com seu professor de natação, informe suas dúvidas, anseios e objetivos, pois ele saberá como contribuir de forma positiva no seu aprendizado. Por fim, sinta-se orgulhoso por cada avanço no seu aprendizado e curta cada momento, cada etapa e não pare de nadar. E para ajudar a você nessa fase inicial, separamos algumas dicas de como aprender a nadar, aproveite!

Continua após a publicidade

Como aprender a nadar: primeiros passos

1- Vencendo o medo da água

Imagem: Gettyimages

O primeiro passo para fazer algo é deixar o medo de lado, assim como aprender a nadar, não vai ser diferente. Ademais, aprender a nadar pode evitar situações de afogamento, pois desde que siga as orientações quando estiver nadando dificilmente você se afogará. Portanto, para começar você pode seguir as seguintes dicas:

  • Primeiramente, procure se acostumar com a água, faça movimentos e observe como a água reage a você.
  • Nunca nade sozinho, quando quiser nadar procure ir acompanhado de quem nade bem.
  • Para os iniciantes o ideal é aprender a nadar em piscinas e lugares tranquilos, evite aprender em locais com correntezas. Mas, se pretende aprender em rio ou mar, fique alerta para qual direção a água se move.
  • Fique em uma profundidade adequada, onde você poderá se levantar e respirar caso precise.
  • Não nade quando vir uma tempestade chegando, saia da água.
  • Procure nadar em águas com uma temperatura mais amena, pois a água fria dificulta no aprendizado.
Imagem: Wikihow
  • Para se adaptar a água acostume-se a flutuar. Inicialmente, segure na borda da piscina e deixe as pernas flutuarem e à medida que for ganhando confiança solte a borda, relaxe e deixe seu corpo flutuar.
  • Quando se sentir seguro nade de costas ou de peito em um local que possa ficar de pé caso precise. Pois é normal estranhar a água no ouvido quando sua boca e nariz estão na superfície. Se precisar manter a estabilidade, deixe os braços em um ângulo reto formando um T com o corpo.
  • No início use óculos de mergulho, protetores auriculares para proteger os ouvidos e touca para proteger os cabelos.

2- Não entre em pânico

Imagem: Gentside

É muito importante manter a calma e relaxar, não entre em pânico, se estiver em local profundo basta boiar de barriga para cima. Então, não se debata e nem respire muito rápido, deixe a água te carregar até que você se recupere e consiga fazer os movimentos.

Continua após a publicidade

Aprender a soltar a respiração dentro da água ajuda a não entrar em pânico ao aprender a nadar. Então, em local raso respire fundo e coloque o rosto debaixo d´água e vai soltando o ar lentamente, quando acabar retire o rosto da água. No entanto, se você não se sente confortável soltando o ar pelo nariz, uma boa opção é usar um tampão nasal e soltar o ar pela boca.

3- Boiando na água

Imagens: Wikihow

Após aprender a flutuar e a soltar a respiração na água é hora de aprender a boiar. Portanto, com o auxílio de uma pequena prancha flutue sobre suas costas e chute com as pernas. Em seguida, bata rapidamente os pés esticando os dedos dos pés e mantendo as pernas retas alternando-as. Depois bata os pés como se fossem chicotes mantendo as pernas juntas do quadril até o calcanhar, e do calcanhar até o tornozelo. Da mesma forma, flexione os joelhos de maneira que forme um ângulo de 90° em relação a suas canelas.

Continua após a publicidade

Continuando, afaste as pernas e mova-as em círculo mantendo as coxas juntas o tempo todo, faça um semicírculo com cada perna, da direita para a esquerda e vice-versa, levando as pernas até o final do círculo e repita o processo.

Imagem: Wikihow

Outra dica é a retropedalagem com os pés, que possibilita nadar na superfície. E ao mesmo tempo para que você consiga ficar na vertical, com a cabeça e ombros fora da água. Para realizar o movimento dobre os joelhos e pernas um pouco mais do que a distância de um ponto do quadril para o outro. Em seguida, pedale com cada perna, como em uma bicicleta, mas cada uma em uma direção, ou seja, uma pedala para frente e a outra para trás. Apesar de parecer complicado, esse movimento é bastante útil para você descansar em um local que não consegue tocar o fundo.

Imagem: Supreme Wealth Alliance

Outra opção para recuperar o fôlego é boiar na água, mantendo a cabeça para cima na superfície sem precisar nadar. Portanto, faça a retropedalagem e ao mesmo tempo use as mãos para manter o equilíbrio e remar, mantendo os antebraços na superfície da água movendo cada um em um sentido diferente.

4- Aprendendo a mergulhar

Imagem: Wikihow

Uma ótima maneira de entrar na água é mergulhando, então comece com a técnica de mergulho básica e a medida que for ganhando confiança avance na técnica. Por exemplo, o mergulho de cisne, de costas ou até mesmo um salto mortal.

Continua após a publicidade

Mas, é importante lembrar-se da importância em verificar o local antes de fazer um mergulho. Ou seja, verifique se a profundidade é suficiente entre 2,5 a 3,5 m para só depois praticar seu mergulho.

Para iniciantes, comece com o mergulho simples. Estenda os braços atrás da cabeça mantendo as mãos juntas, aponte o queixo em direção ao peito, mas sem encostar. Por fim, salte na água suavemente em um ponto logo a sua frente.

Para emergir da água use os braços, ou seja, se estiver debaixo d´água e quer subir basta dar impulso com os braços. Levante os braços acima da cabeça e traga-os rapidamente para os lados. Por fim, repita o processo até chegar á superfície.

Como aprender a nadar: primeiros movimentos

1- Como aprender a nadar o nado crawl

O movimento mais simples para iniciantes é o nado crawl, no entanto, é um movimento rápido. Inicialmente, nade de costas flutuando com a barriga para baixo e bata os pés rapidamente dobrando ligeiramente os joelhos e esticando as pontas dos pés. Em seguida faça o crawl coordenando os movimentos entre pernas e braços. Ou seja, levante um braço e mantenha ereto até chegar ao nível da cabeça, quando estiver debaixo da água deixe o braço ereto novamente perto do ombro. Dessa forma, alterne os braços enquanto nada, mantendo os dedos e mãos juntos e planos.

Continua após a publicidade

Já para nadar em estilo livre, com a barriga para baixo bata o pé rapidamente enquanto as suas pernas e braços fazem o crawl frontal. Então, bata o braço na água e para frente, depois abaixe o braço novamente e utilize a mão em forma de concha para empurrar a água para trás de você alternando os braços.

Agora, para respirar, vire a cabeça para o lado do braço que está fazendo o crawl e a levante o suficiente para que possa tomar fôlego. Procure respirar com um braço vez sim e vez não, ou seja, respire a cada duas braçadas dadas.

2- Como aprender a nadar nado peito

Continua após a publicidade

Comece pelas pernas, estique-as e com um impulso forte leve-as para os lados dobrando-as, o movimento lembra uma rã. Em seguida, junte os braços estendidos à frente, depois separe os braços simultaneamente e simetricamente em direção aos lados fazendo um semicírculo. Por fim, junte os braços novamente sob o peito e estique até a posição inicial, para respirar levante a cabeça da água quando os braços estiverem separados. Porém, você também nadar com a cabeça acima da superfície da água.

Com o passar do tempo, fica mais fácil como aprender a nadar, você vai ganhando mais confiança e perdendo o medo. Então, poderá seguir para outros movimentos com técnicas mais avançadas como, nado golfinho, nado borboleta, nado costas, entre outros.

Como aprender a nadar: se preparando para situações improváveis

1- Como sair de uma correnteza no mar

Imagem: Pousada Port Louis

Não tem como aprender a nadar sem aprender a sair de situações de risco, evitando que se afogue. Por exemplo, saber como sair de uma correnteza no mar. Primeiramente, não entre em pânico, pois quando você entra em pânico começa a se debater acaba afundando. Procure nadar de lado, não tente nadar direto para a costa e sim paralelamente a ela e utilize uma técnica de respiração para ajudar. Então, comece a nadar de costas, de peito ou o crawl frontal e continue até sair da correnteza mesmo que demore. Por fim, continue e só nade para a costa quando sair da correnteza, se possível peça ajuda fazendo gestos ou gritando por socorro, mas sem parar de se movimentar.

2- Como sair de uma correnteza no rio

Imagem: Wikihow

Agora, para sair de uma correnteza de um rio, da mesma forma que no mar o mais importante é não entrar em pânico, pois fará com que afunde mais rápido. Por isso, respire fundo e mantenha a calma. Por fim, não nade contra a correnteza, pois você vai gastar muita energia e não terá muito resultado. No entanto, caso tenha um perigo maior à frente como cachoeira ou pedras pontiagudas, por exemplo, não há alternativa senão nadar contra a correnteza. O ideal é nadar na diagonal até a margem do rio.

Continua após a publicidade

Como aprender a nadar: dicas importantes

Imagem: Treinus
  • Se estiver com medo, comece devagar e coloque os pés na água até se acostumar, vá entrando aos poucos.
  • Procure nadar próximo das margens da superfície, para caso precise se recuperar.
  • Para iniciantes é ideal usar pranchas, coletes salva-vidas ou boias que vão te manter flutuando e não nade sozinho.
  • Se você se sente inseguro, faça aulas com profissionais, pois eles sabem como aprender a nadar de forma apropriada.
  • Caso sinta tonturas, dores ou cãibras saia da água.
  • Não nade se ingerir bebida alcoólica.
  • Não ultrapasse seu limite físico e se mantenha hidratado.

Por fim, não deixe os obstáculos te impedirem, siga as dicas de como aprender a nadar, aproveite cada momento e celebre a cada conquista.

Se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: É perigoso nadar ou tomar banho depois de comer?

Fontes: Natação Potiguar, Incrível, Wikihow, Natação Amaral

Imagens: Anastra, Gettyimages, Gentside, Supreme Wealth Alliance, Pinterest, Port Louis, Treinus

Continua após a publicidade

Próxima página »

Escolhidas para você