Mundo Animal

Como tirar carrapato de cachorro? 10 dicas fáceis

Os carrapatos podem prejudicar seu pet, transmitindo infecções; veja como tirar carrapato de cachorro e prevenir esses problemas.

Existem muitas opiniões sobre a maneira correta de remover um carrapato, especialmente aqueles encontrados em cachorros e outros animais de estimação.

De removedor de esmalte a fósforos, a boa e velha Internet está cheia de dicas e truques para remoção de carrapatos, a maioria das quais está errada.

Além disso, muitos desses métodos podem prejudicar seu pet, ao fazer com que o carrapato libere toxinas na corrente sanguínea do seu animal de estimação, o que pode não ocorrer se você tirá-lo da maneira correta.

Aqui está o que fazer para remover um carrapato preso à pele do seu cão.

Continua após a publicidade

Como tirar carrapato de cachorro da maneira certa?

1. Prepare a área com antecedência

Em primeiro lugar, você precisa achar o carrapato. Quando você localizar o parasita, limpe a área ao redor com álcool isopropílico. Entretanto, você precisará desinfetar a pele do seu animal novamente quando tirar o carrapato.

2. Use as ferramentas certas

Para extrair corretamente um carrapato que está na pele do seu animal de estimação, você precisará usar ferramentas adequadas. Aliás, um par de pinças, previamente esterilizadas com álcool, ou uma ferramenta removedora de carrapatos, seria a melhor escolha.

No entanto, se você estiver ao ar livre e não tiver nada à mão, use um lenço de papel – mas tenha muito cuidado.

3. Tenha uma boa técnica

Apenas usar as ferramentas certas para tirar carrapato de cachorro não é suficiente: a técnica adequada é o que garante que o carrapato esteja seguro fora da pele.

Continua após a publicidade

Pegue o carrapato pela cabeça e puxe-o lentamente. Não o torça para desalojá-lo e tome cuidado para não esmagá-lo, pois isso pode resultar no carrapato liberando substâncias nocivas na corrente sanguínea do seu animal de estimação.

Além disso, tente deixar seu cachorro confortável (ou distraí-la com um brinquedo) durante o processo, pois se mover e sacudir tornará mais difícil para você tirar o carrapato com segurança.

4. Não use truques duvidosos de remoção de carrapatos

Existem muitos “hacks” simples e fáceis de como tirar carrapato de cachorro, todavia, muitas vezes podem fazer mais mal do que bem. Nunca use nenhum método que prometa “afogar” o carrapato, como vaselina ou esmalte de unha, pois isso não irá desprender a cabeça da pele.

Claro, não é preciso dizer que você também não deve tentar usar os métodos de congelamento e queima – não apenas porque são extremamente perigosos para o seu animal de estimação, mas também são ineficazes.

Continua após a publicidade

5. Descarte o carrapato corretamente

A remoção bem-sucedida do carrapato é a parte principal do trabalho, mas não se esqueça de eliminar o sugador de sangue para sempre. Se não for descartado corretamente, um carrapato pode se reconectar ao seu animal de estimação ou a você.

O melhor método é pegar o carrapato e colocá-lo em um frasco cheio de álcool: isso o matará depois de algumas horas e os preservará caso seu veterinário precise identificá -lo mais tarde.

6. Monitore seu pet após tirar o carrapato

Após remover o parasita, certifique-se de monitorar seu animal de estimação em busca de qualquer sinal de doenças relacionadas ao carrapato.

Geralmente, o carrapato leva de 24 a 48 horas para infectar seu animal de estimação, mas em qualquer caso, é melhor eliminar a possibilidade de doenças transmitidas por carrapatos do que ignorar o que poderia ser os sinais de um doença muitas vezes fatal.

Continua após a publicidade

10 remédios naturais para livrar seu cachorro de carrapatos

1. Coleiras naturais contra pulgas

Se você tem tempo livre pode fazer uma coleira de pulgas natural usando algodão ou nylon. Adicione um pouco de vodka sem sabor e óleos essenciais (os óleos de lavanda, hortelã-pimenta, capim-limão e cedro funcionam bem para repelir pulgas e carrapatos) e você está pronto para começar!

Esta opção é totalmente natural e não deve produzir efeitos colaterais.

2. Vinagre de Maçã

Este é outro remédio natural que você pode usar para ajudar a aliviar a coceira na pele do seu cão. Contudo, este método é melhor usado como um tratamento local. Para este remédio, você precisará de um pouco de vinagre de maçã e água.

Continua após a publicidade

Depois de colocar a água e o vinagre no frasco de spray limpo, agite para misturar até ficar bem homogêneo e, em seguida, borrife a solução nas áreas que parecem estar coçando no seu pet.

Continua após a publicidade

3. Óleo de côco

Este é outro remédio natural que você pode usar para aliviar a coceira na pele e eliminar carrapatos do seu cão. O óleo de coco é ótimo para aliviar a coceira causada por alergias, infecções de pele, picadas de insetos e muito mais.

Em suma, basta esfregar uma pequena quantidade de óleo de coco entre as mãos e, em seguida, aplicar o óleo nas áreas que estão coçando.

4. Camomila e chá verde

Você também pode usar camomila e chá verde para ajudar seu cão com carrapatos. Tudo o que você precisa fazer é encher sua banheira com água morna (não quente) e, em seguida, deixar vários saquinhos de chá em infusão por cerca de 5 minutos. Em seguida, deixe seu cão de molho por cerca de 5 minutos ou mais. Em seguida, enxágue e seque como de costume.

Você também pode usar um saquinho de chá para tratar pontos quentes. Com efeito, basta infundir o saquinho de chá, deixar esfriar completamente e aplicar o saquinho de chá diretamente nas áreas com carrapatos.

Continua após a publicidade

5. Babosa

Aloe vera é seguro para uso em cães; no entanto, você precisará ter um gel de aloe vera que não seja feito com álcool. Ademais, também é possível aplicar o gel diretamente das plantas de aloe vera que você pode ter em casa.

Tudo o que você precisa fazer é aplicar o gel de aloe vera na pele do seu cão, onde você vê que pode ter um carrapato.

6. Bicarbonato de sódio

Você provavelmente já tem isso na sua casa! Então, tudo o que você precisa fazer é misturar uma proporção de metade/metade de bicarbonato de sódio e água. Isso criará uma pasta que você pode aplicar diretamente na pele do seu cachorro. Em seguida, lave a pasta após cerca de 20 minutos.

7. Spray de limão

Um repelente cítrico é um tratamento muito eficaz para evitar pulgas e carrapatos em humanos e cães. Tudo o que você precisa fazer é cortar um limão em quatro partes e colocar em um pote com cerveja.

Continua após a publicidade

Cubra com água fervente e deixe em infusão durante a noite. Coloque a solução em um borrifador e borrife em todo o cão, principalmente atrás das orelhas, ao redor da cabeça, na base do rabo e nas axilas.

8. Alho

Tente adicionar alho à dieta do seu animal de estimação na forma de um suplemento. O alho torna o cão menos atraente para carrapatos, pulgas e outros parasitas, pois é excretado pela pele.

No entanto, o alho contém sulfóxidos e dissulfetos, que podem danificar os glóbulos vermelhos e causar anemia em cães quando alimentados em grandes quantidades.

9. Xampu para carrapatos

Lavar o seu animal de estimação com shampoo é uma das maneiras mais baratas de se livrar de pulgas e carrapatos neste verão. Shampoos que contêm remédios para matar pulgas e carrapatos são facilmente encontrados e acessíveis.

Continua após a publicidade

Embora não seja uma opção tão barata, dar banho no seu animal de estimação a cada duas semanas é um método eficaz para prevenir carrapatos.

10. Mantenha o ambiente limpo

Manter o gramado e a casa limpos ajudará a reduzir a população de pulgas, carrapatos, mosquitos e outros parasitas que podem incomodar você e seu cachorro. Quanto menos área houver para esses parasitas viverem e se reproduzirem, menos você se preocupará com eles.

Na dúvida, consulte um veterinário

Por fim, além de saber como tirar carrapato de cachorro, saiba que o melhor método de controlar a transmissão da doença é através de uma combinação de prevenção de carrapatos e uso de medicamentos preventivos desses parasitas.

Seu veterinário pode decidir o melhor método de controle de carrapatos para seu animal de estimação, com base em seus fatores de risco (exposição potencial, estilo de vida, localização geográfica) e a necessidade de qualquer cobertura adicional de controle de parasitas.

Continua após a publicidade

Ademais, o advento de muitos medicamentos para controle de carrapatos tornou o controle e a prevenção de doenças mais fáceis e seguros do que nunca.

Então, achou interessante esse conteúdo? Pois, não deixe de ler também:

Próxima página »

Escolhidas para você