Curiosidades

Dog tag – O que é, história, nome e para que serve

Dog tag é o nome do colar de duas chapinhas feitas de aço, normalmente utilizado por soldados e militares, com informações do dono.

Atualizado em 18/05/2020

Dog tag é o nome do colar de duas chapinhas feitas de aço, normalmente utilizado por soldados e militares. Nele contém as informações essenciais de seu dono, para que seja útil se necessário. A patente, a classe, o tipo sanguíneo, o nome e as vacinas tomadas são alguns exemplos.

Caso a pessoa necessite de alguma atenção especial em relação à saúde, existe uma terceira chapa, essa na cor vermelha. Inicialmente, era utilizada apenas pelos militares, para que, caso fossem mortos em combate, seu corpo pudesse ser identificado com mais facilidade.

Uma das chapas era retirada de seu corpo, e então, era enviada aos familiares com uma carta de pêsames, exaltando a bravura e coragem do soldado, enquanto vivo. A outra permanecia junto ao corpo do combatente. Apesar disso, hoje, qualquer pessoa pode utilizar uma dog tag.

História da dog tag

Pinterest

Antes da dog tag surgir, os soldados utilizavam de recursos próprios para que pudessem ser identificados, se preciso. Alguns escreviam em alguns lenços e colocavam junto à farda, outros faziam um colar de madeira com o nome de solteiro. Mas, a maioria costurava seu nome junto ao uniforme.

O primeiro registro de utilização do colar com as plaquinhas de aço foi em 1864, durante a Guerra Civil, nos Estados Unidos. Em 1899, esses colares foram requisitados, pelo capelão Charles C. Pierce, das Filipinas. Ele então os padronizou, e o departamento de identificação Filipina também fez com que essa placa entrasse no kit básico dos militares.

Entretanto, somente em 1913, seu uso passou a ser obrigatório. A Marinha norte-americana usava discos metálicos pendurados nos colares. Em 1917, durante a Segunda Grande Guerra, que ele foi substituído por aço inoxidável, no formato retangular com bordas arredondadas. Esse modelo se tornou tradicional e é usado até os dias atuais.

Significado do nome

dog tag exemplo
Mercado Livre

Traduzindo livremente, dog tag significa “etiqueta de identificação de cachorro“. Esse termo foi empregado porque os próprios soldados falavam que eram tratados como cachorros sarnentos mal cuidados. Além da aparência, que lembra a de uma coleira de cachorro. Sua tradução dentro do contexto é placa de identificação.

Caso o soldado voltasse de alguma guerra são e salvo, ele retornava para casa utilizando sua dog tag. Muitos conservam as pequenas placas e têm bastante orgulho do acessório que guarda tantas memórias.

Utilização atual

Elo 7

Hoje, essas placas de identificação são usadas por qualquer um que queira. Alguns usam apenas por questão de design, ou para demonstrar um estilo mais vintage. Porém, ela ainda possui o mesmo significado da época das guerras e pode ser bastante útil.

Motociclistas, salva-vidas, pilotos, exploradores, escoteiros, policiais, entre outros, podem portar uma dog tag, já que estão expostos a imprevistos. A identificação do tipo sanguíneo, diabetes, alergias, ou até mesmo pessoas que são portadoras de Alzheimer usam esse acessório para ajudar no dia a dia e não apenas como melhoria do visual.

Dog tag do futuro

Tricurioso

Atualmente o instituto de pesquisa americano está aperfeiçoando e finalizando novos formatos de dog tags. Ainda está em fase de pesquisa e a atualização consiste na colocação de um microship no dente do soldado. Isso porque as dog tags eram e ainda são alvos de roubo.

No Iraque isso aconteceu e ainda acontece no Afeganistão. Elas sempre podem valer uma grande quantidade de dinheiro, por isso, vive na mira de pessoas de má índole que querem um dinheiro fácil. Assim, os soldados não correriam mais o risco de perder suas placas de identificação que ajudariam a manter sua memória viva.

Dog tag na Guerra Fria

Aventuras na história

Em um curto período, durante a Guerra Fria, que começou em meados de 1949, após o teste da primeira bomba nuclear da União Soviética, as dog tags tiveram um uso específico. Com receio de ataques, foram encomendadas mais dois milhões e meio de dog tags para que as crianças utilizassem e fossem identificadas.

Alguns anos depois, em 1960, o acessório deixou de ser utilizado, isso porque foi pensado sobre as consequências de um ataque nuclear. O receio de uma Terceira Guerra Mundial, não foi efetivada de fato, o que resultou em um alívio para o mundo todo.

E então? Gostou da matéria? Confira também: Terceira guerra mundial – Possibilidades, teorias e alguns motivos

Fontes: Invictus, Mania de Metal, Aventuras na história

Imagens: Mercado Livre, Pinterest, Elo 7, Tricurioso, Aventuras na história