Curiosidades

Dumbo: conheça a triste história real que inspirou o filme

A verdadeira história de Jumbo ou Dumbo é infinitamente mais trágica do que o que é visto nas telas; confira neste artigo!

Um elefante solitário, que tinha ataques de raiva impressionantes, mas que nutria um amor incondicional por seu cuidador. Este foi Jumbo, o animal que inspirou o clássico da Disney Dumbo, e que estreou na produção cinematográfica de Tim Burton. A verdadeira história de Jumbo não é tão feliz quanto a da animação.

Jumbo – um nome que significa “olá” na língua africana suaíli – foi capturado na Etiópia em 1862, quando ele tinha dois anos e meio. Sua mãe, que provavelmente tentou protegê-lo, morreu na captura.

Depois de perseguido, foi para Paris. O animal, na época, ficou tão ferido que muitos pensaram que não sobreviveria. Ainda doente, o elefante foi para Londres em 1865, vendido ao diretor do zoológico da cidade, Abraham Barlett.

Jumbo ficou aos cuidados de Matthew Scott, e o vínculo entre eles durou a vida toda. Tanto que o elefante não conseguiu ficar muito tempo longe de seu tratador e o preferiu à sua companheira de tosa, Alice.

Continua após a publicidade

Sucesso de Jumbo

Ao longo dos anos, sim, e à medida que crescia, o elefante tornou-se uma estrela e milhares de pessoas passaram a vê-lo. No entanto, o verdadeiro Dumbo não estava feliz.

Durante o dia ele mostrava uma imagem alegre e amigável, mas à noite ele destruía tudo que surgia em seu caminho. Além disso, nas apresentações ele era gentil com as crianças e elas podiam subir nele. No escuro, ninguém conseguia chegar perto.

Tratamentos dados ao elefante

O tratador de Jumbo recorreu a uma solução pouco comum para acalmar o animal: deu-lhe álcool. O método funcionou e o elefante começou a beber constantemente.

Porém, os ataques de raiva continuaram. Até que um dia o diretor do zoológico decidiu vender o animal por medo de que esses episódios viessem à tona durante as apresentações com o público.

Continua após a publicidade

Jumbo foi vendido para o magnata do circo americano PT Barnum, que viu uma boa oportunidade de obter um grande lucro com o animal. E assim aconteceu.

Através de um marketing agressivo que apresentava Jumbo como “o melhor animal da época”, o que não era inteiramente verdade, o elefante começou a fazer shows, viajando de cidade em cidade. Em 1885, após o fim de uma temporada no Canadá,um acidente acabou com a vida do animal.

Morte do elefante que inspirou a história de Dumbo

Naquele ano, Jumbo morreu em condições estranhas aos 24 anos. Após esta trágica notícia, Barnum afirmou que o paquiderme morreu depois de proteger um bebê elefante do impacto da ferrovia com seu corpo.

No entanto, como David Attenborough revelaria décadas depois, sua morte não foi tão heróica. Em seu documentário Attenborough and the Giant Elephant, de 2017, o diretor explicou que foi atropelado por uma locomotiva que se aproximava ao embarcar no trem para partir para uma nova cidade. Assim, a hemorragia interna provocada pelo acidente, teria sido a causa de sua morte.

Continua após a publicidade

No entanto, Barnum queria tirar dinheiro do animal até depois que ele morresse. Com efeito, ele vendeu seu esqueleto por partes e dissecou seu cadáver, que os acompanhou na turnê.

Portanto, a vida de Jumbo é o retrato de um paquiderme que foi explorado até o fim de seus dias, mesmo após a morte. Um conto que está longe de ser afortunado como a história de Dumbo – o elefante mais famoso da Disney.

Fontes: Cláudia, El País, Greenme

Então, gostou de conhecer a história de Dumbo? Pois, leia também:

Continua após a publicidade

A Bela e a Fera: 15 diferenças entre a animação da Disney e o live-action

História da Disney: origem e curiosidades sobre a empresa

Quais são as inspirações reais do animais da Disney?

40 Clássicos da Disney: os melhores que vão te levar de volta à infância

Continua após a publicidade

Melhores animações da Disney – Filmes que marcaram nossa infância

Mickey Mouse – Inspiração, origem e história do maior símbolo da Disney

Próxima página »

Escolhidas para você