Curiosidades

Focas – Características, alimentação, espécies e onde vivem

As focas são mamíferos com hábitos aquáticos, porém algumas espécies utilizam o meio terrestre para reprodução, descanso e troca de pelo.

Pertencendo à mesma família das morsas, as focas são animais mamíferos de habitat, predominantemente, em águas geladas ou nos polos Norte e Sul. Com efeito, estão catalogadas cerca de trinta espécies de focas, divididas em dois grupos. Assim sendo, focas sem orelhas, ou seja, verdadeiras; e as “otárias”, que possuem pequenas orelhas.  

Apesar das verdadeiras serem conhecidas sem orelhas, na verdade, elas as possuem, porém não são externas. Ao contrário, nas focas “otárias”, é possível ver as orelhas. Por exemplo: os leões-marinhos são considerados focas otárias com a característica de pescoço grosso e peludo.  

Contudo, pode-se mencionar algumas espécies de focas: a foca-comum (Phoca vitulina), foca-harpa (Pagophilus groenlandicus), foca-leopardo (Hydrurga leptonyx), foca-de-Weddell (Leptonychotes weddellii), foca-caranguejeira (Lobodon carcinophaga), foca-de-crista (Cystophora cristata), foca-barbuda (Erignathus barbatus), foca-monge-do-mediterrâneo (Monachus monachus) e foca-de-Ross (Ommatophoca rossii).  

Não obstante, algumas espécies estão ameaçadas de extinção, principalmente, devido à caça. Ainda assim, incluem outros fatores, tais como mudanças no habitat, alterações climáticas e efeitos da poluição. 

Focas - Características, alimentação, espécies e onde vivem
Imagem: Reino Sellure

Características das focas

Basicamente, o pescoço das focas é curto. Além disso, possuem um corpo hidrodinâmico, ou seja, que facilita o deslocamento sob água.

Ainda assim, esses mamíferos têm os membros pélvicos para trás. Apesar de serem similares a nadadeiras, não os movem para a frente e também não os usam como apoio. Ademais, essa característica explica o fato de se arrastarem no chão quando estão no solo.  

Continua após a publicidade

Em relação ao corpo, as focas são cobertas por pelos que atuam no controle da temperatura do corpo. Esses mamíferos, sobretudo, usam como isolante térmico a própria gordura. Em síntese, essas características ajudam as focas, já que vivem em locais frios. Destaca-se também que, no focinho, há vibrissas sensoriais, ou seja, bigodes.   

Focas - Características, alimentação, espécies e onde vivem
Imagem: Traveler

As focas possuem a cor clara e apresentam dimorfismo sexual, ou seja, quando não se separam sexualmente. Ademais, suas nadadeiras são curtas, e, em contrapartida, as garras são longas e finas. Sobre a alimentação, costumam ingerir vários tipos de peixes, cefalópodes e crustáceos que surgem perto da superfície e no meio bentônico. 

As menores focas medem cerca de 1,2 metro de comprimento e pesam cerca de 90 quilos. As maiores, em contrapartida, chegam a 6,5 metros e pesam mais de 3,6 toneladas e são chamadas de elefantes-marinhos. 

Onde vivem

Acerca do habitat, as focas não-migratórias são encontradas nas águas costeiras da plataforma continental e no declive. Elas usam as praias para descansar e se reproduzir, principalmente, nas rochas baixas e nas plataformas de gelo.

Contudo, esses mamíferos são cautelosos e, portanto, é difícil a aproximação. Em síntese, as focas têm o hábito de se agrupar em local de fácil acesso à água, principalmente, durante a maré baixa. Porém, os adultos são vistos sozinhos ou em pequenos grupos.  

Reprodução

A maturidade sexual dos machos ocorre entre quatro e seis anos de idade, já as fêmeas atingem a maturidade entre três e cinco anos. Ademais, o sistema de acasalamento envolve vários machos e fêmeas. Contudo, acontece na água, entre fevereiro e outubro.

Continua após a publicidade

Ao nascer, os filhotes medem entre 65 e 100 cm, e podem pesar de 8 a 12 kg. No entanto, diferente dos adultos, os filhotes possuem uma cor escura, em tons de cinza. Tal característica é definida pelas condições uterinas e após algumas semanas do nascimento, mudam de cor. 

Focas - Características, alimentação, espécies e onde vivem
Imagem: National Geografic

Espécies mais comuns de focas

Foca-comum

Com o nome científico de Phoca vitulina, as focas-comuns recebem também a denominação de focas-do-porto. Logo, são encontradas em alguns países, como por exemplo: Bélgica, Canadá, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Groenlândia, Islândia, Irlanda, Japão, México, Países Baixos, Noruega, Federação Russa, Svalbard e Jan Mayen, Suécia, Reino Unido e Estados Unidos.  

Resumidamente, essas focas são carnívoras. Ou seja, de forma geral, a alimentação baseia-se em peixes, crustáceos e moluscos.

Ao chegar à fase adulta, os machos possuem entre 1,6 m e 1,9 m de comprimento e pesam cerca de 150 kg. Em contrapartida, as fêmeas são menores, medindo entre 1,5 m e 1,7 m, e pesam até 110 kg. Eventualmente, aparecem em grupos, mas são vistas mais sozinhas. 

A maturidade sexual dos machos é atingida entre quatro e seis anos de idade, já as fêmeas, com idade entre três e cinco anos. No entanto, o acasalamento é água e as fêmeas concebem, geralmente, um filhote, com o tamanho entre 82 cm e 98 cm e com peso entre 8 kg e 12 kg. Por fim, vivem cerca de 30 a 35 anos. 

Focas - Características, alimentação, espécies e onde vivem
Imagem: Wikipédia

Foca-harpa

As focas-harpa, ou seja, as Pagophilus groenlandicus; também são chamdas de focas-da-Groenlândia. Assim, são encontradas nos seguintes países: Canadá, Groenlândia, Islândia, Noruega, Federação Russa e Svalbard e Jan Mayen.  

Continua após a publicidade

Em resumo, medem 1,8 m de comprimento e pesam cerca de 130 kg. Basicamente, chegam à maturidade sexual fisiológica por volta dos quatro e oito anos de idade. Os filhotes nascem no gelo flutuante, entre fevereiro e abril. Diferente dos adultos, os filhotes têm pelos brancos e, depois, mudam a cor.  

Aliás, os filhotes são sedentários no seu primeiro mês de vida e são amamentados por 12 dias. Após este período, permanecem por até seis semanas no gelo até se alimentarem na água. Com efeito, vivem de 30 a 35 anos.

A União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) classifica a espécie na categoria “pouco preocupante”, já que foi registrado aumento da população. 

Focas - Características, alimentação, espécies e onde vivem
Imagem: Pinterest

Pinípedes 

Pertencendo à ordem Carnívora, os pinípedes são mamíferos aquáticos, porém vivendo também no meio terrestre para reproduzir, descansar ou trocar o pelo. Entretanto, são animais habilidosos na água e se deslocam por meio de movimentos ondulatórios.  

Basicamente, eles se adaptam às águas frias e usam a quantidade de gordura no corpo como isolante térmico. Ademais, são carnívoros e alimentam-se de peixes e lulas. 

As fêmeas dessa espécie são menores e mais leves. No entanto, quanto à reprodução, são animais poligâmicos, ou seja, um macho acasala com várias fêmeas. 

Continua após a publicidade

Três famílias de  pinípedes: 

  • Otariidae: lobos-marinhos e leões-marinhos, sendo os últimos podendo pesar até 3600 kg. 
  • Odobenidae: morsas. 
  • Phocidae: elefantes-marinhos e focas. 

Gostou de conhecer mais sobre as focas? Então veja mais sobre Cangurus – Origem, reprodução, alimentação e curiosidades

Fontes: Britânica Escola Infoescola Escola Kids

Imagens: Wikipédia National Geografic Pinterest Educalingo Reino Sellure

Próxima página »

Escolhidas para você