Mundo Animal

Maior água-viva do mundo: juba-de-leão o maior animal do oceano

A maior água-viva do mundo é Cyanea capillata, também conhecida como água-viva-juba-de-leão. Seu tamanho é surpreendente, sendo maior do que a baleia azul.

Você sabia que a espécie de água-viva chamada Cyanea capillata, também conhecida como Água-viva-juba-de-leão é a maior água-viva do mundo? Na verdade, esse animal é o mais comprido do mundo, podendo alcançar 40 metros de comprimento. O que a torna maior até do que a baleia azul.

Ademais, o maior exemplar que se tem conhecimento, foi encontrado no ano de 1870, na costa de Massachusetts. Em suma, o corpo da água-viva-juba-de-leão media 2,3 metros de diâmetro e seus tentáculos 36,5 metros de comprimento.  No entanto, apesar de sua beleza, ela tem centenas de tentáculos gigantes com células venenosas e mortais.

Cuja função é capturar suas presas, que vão desde zooplânctons a outras águas-vivas, inclusive, de sua espécie. Em suma, a toxina presente nos tentáculos tem a capacidade de incapacitar pequenas criaturas. Além disso, nos seres humanos causa muita dor.

Enfim, uma vez que captura a presa com o tentáculo, a água-viva leva até a boca. Que é um orifício que também funciona como ânus. Da mesma forma, ela não possui olhos, mas estruturas rudimentares capazes de detectar a luz. Por fim, a água-viva-juba-de-leão não tem cérebro. Em vez disso, possuem uma estrutura nervosa que controla todos os processos vitais.

Continua após a publicidade

Maior água-viva do mundo: características

Maior água-viva do mundo: espécie juba-de-leão o maior animal do mundo
Escola Educação

As águas-vivas existem há mais de 650 milhões de anos. Atualmente, existem cerca de 1.500 espécies catalogadas, que vivem nos oceanos ou em ambientes de água doce. Também conhecidas como medusa, a água-viva tem 98% do seu corpo formado por água.

Sendo que a maioria é transparente e com o formato de um sino. Normalmente, se locomovem com as correntezas. Porém, ela não tem forças para ir contra a correnteza, exceto algumas espécies que conseguem nadar lançando um jato de água.

A maior água-viva do mundo é chamada de água-viva-juba-de-leão devido a sua aparência física. Pois, se assemelha com a juba de um leão. Além disso, dentro dessa espécie de água-viva é possível encontrar outros animais como camarão e pequenos peixes, por exemplo. Pois, além de serem imunes a sua toxina, também encontram uma boa fonte de alimentação e proteção contra outros predadores.

Ademais, a água-viva-juba-de-leão possui oito aglomerados onde se agrupam os tentáculos. Que podem ter uma coloração que varia entre o carmesim, roxo até o amarelo.

Continua após a publicidade

Quanto a sua alimentação, é basicamente de zooplâncton, pequenos peixes ou outras espécies de medusas. Em suma, ela injeta a toxina paralisante através das suas células urticantes (cnidoblastos). Dessa forma, o efeito paralisante facilita a ingestão de sua presa. Por fim, no estômago, o processo de digestão é bem simples e eficiente.

Maior água-viva do mundo: habitat

Notícias UFSC

A maior água-viva do mundo tem como habitat, principalmente, as águas gélidas e profundas do oceano Antártico. Que pode se estender até o Atlântico norte e ao mar do Norte.

No entanto, a água-viva-juba-de-leão não é muito vista. Pois, ela se encontra na zona abissal, que fica entre 2000 a 6000 metros de profundidade. E raramente ela se aproxima de zonas costeiras.

Por fim, além da água-viva-juba-de-leão, que é a maior água-viva do mundo. Existem outras duas espécies que, juntas são as três maiores espécies de medusa do mundo. São elas, a água-viva Nomura, e a Stygiomedusa Gigantea.

Continua após a publicidade

Maior água-viva do mundo: reprodução

Maior água-viva do mundo: espécie juba-de-leão o maior animal do mundo
Perito Animal

A maior água-viva do mundo se reproduz durante o verão e o outono. Ademais, a água-viva-juba-de-leão é assexuada. Ou seja, tem a capacidade de produzir tanto os óvulos quanto os espermatozoides, sem a necessidade de um parceiro. Mesmo assim, essa espécie se emparelha.

Dessa forma, o macho libera um tipo de filamento composto por espermatozoides. Então, a fêmea os capturam pela boca. Dessa forma, ocorre à fertilização e, depois, as larvas se transformam em pólipos. Por fim, elas começam a produzir centenas de clones delas mesmas.

Depois, vão vagando até chegarem ao fundo do mar. Por outro lado, a taxa de mortalidade dessa espécie nos primeiros dias de vida é muito alta.

No entanto, graças ao aquecimento global, desequilíbrio ambiental e poluição, a água-viva-juba-de-leão está se reproduzindo mais rapidamente do que o normal. Consequentemente houve o aumento do número de acidentes com banhistas, usinas nucleares obstruídas e a extinção de algumas espécies de peixes. Já que a água-viva devora todos seus ovinhos.

Continua após a publicidade

Maior água-viva do mundo: quando ela se torna um perigo?

Amino APPS

Assim como outras espécies de águas-vivas, a capacidade de movimento da maior água-viva do mundo depende das correntes oceânicas. Portanto, seu movimento se limita predominantemente ao vertical. Devido a essa limitação, a água-viva-juba-de-leão não realiza perseguições, mas conta com seus tentáculos como única arma para capturar suas presas.

Apesar das picadas da água-viva não ser fatal para o ser humano, ela causa dores fortes e erupções. No entanto, em casos extremos, como por exemplo, uma pessoa ficar presa em seus tentáculos. Isso sim pode ser mortal. Pois, a quantidade de toxina absorvida pela pele da pessoa será muito grande.

Água-viva Nomura

Maior água-viva do mundo: espécie juba-de-leão o maior animal do mundo
Pinterest

Uma das maiores águas-vivas do mundo, a água-viva Nomura (Nemopilema Nomura) pode chegar a 2 metros de diâmetro e pesar 199,5 kg. Ademais, seu habitat é nas águas entre Japão e China. Além disso, ela se alimenta de zooplâncton em seus estágios iniciais. No entanto, à medida que cresce em tamanho, ataca outros peixes também.

Curiosamente, essa espécie de água-viva é comestível. Dessa forma, no lugar de tentáculos ela possui oito braços que saem de seu corpo em formato de sino. Ademais, elas são consumidas como iguarias no Japão, Coréia e no Sudeste Asiático. Além disso, o colágeno presente na Nomura tem sido utilizado em estudos de doenças articulares. No entanto, o mais surpreendente sobre a Nomura é que ela é imortal.

Continua após a publicidade

Água-viva Stygiomedusa Gigantea

Pinterest

Entre as três maiores águas-vivas do mundo, a espécie de medusa Stygiomedusa gigantea. Também conhecida como Diplulmaris gigantea, Stygiomedusa fabulosa ou Stygiomedusa stauchi.  Que pode chegar a um metro de diâmetro. Além de possuir quatro tentáculos com seis metros de comprimento.

Ademais, essa espécie pode ser encontrada no fundo do mar, embora seja raro ser vista. Todavia, cientistas filmaram algumas espécies da Stygiomedusa na costa do Pacífico e dos Estados Unidos. Já na costa do Golfo do México e Japão foram filmadas por veículos subaquáticos operados remotamente. Por fim, a Stygiomedusa também pode ser encontrada no mar da Irlanda e no canal da Mancha.

Curiosidades

  • O único exemplar da maior água-viva do mundo encontra-se mantido em cativeiro, no aquário The Deep em Hull, Inglaterra. Ademais, a água-viva-juba-de-leão mede 36 cm de diâmetro e, foi doada por um pescador, que a capturou na costa de Yorkshire.
  • Em julho de 2010, houve um acidente envolvendo restos da água-viva-juba-de-leão, que foram arrastados pelas correntes, em Rye, Estados Unidos. Onde cerca de 150 pessoas sofreram picadas da água-viva.
  • Por fim, Sir Arthur Conan Doyle, ao escrever o conto ‘A Juba de leão’ no seu livro ‘Os Arquivos de Sherlock Holmes’. Inspirou-se na maior água-viva do mundo, a água-viva-juba-de-leão.

Então, se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: Animais abissais, o que são? Características, onde e como vivem.

Continua após a publicidade

Fontes: Mar Sem Fim; Perito Animal; Megacurioso; Meus Animais;

Imagens: Notícias UFSC; Escola Educação; Amino APP; Pinterest;

Próxima página »

Escolhidas para você