Curiosidades

Matinta Pereira, quem é? Origem e história da personagem

Matinta Pereira é uma personagem do folclore brasileiro representada por uma bruxa velha que transforma-se em pássaro durante a noite.

Em primeiro lugar, Matinta Pereira é o nome de uma personagem do folclore brasileiro, com diversas versões sobre sua história. Nesse sentido, costuma-se descrevê-la como uma bruxa idosa que se transforma durante as noites em um pássaro. Contudo, há diferentes especificidades sobre o tipo do pássaro e outros detalhes.

Ademais, existem contos onde a bruxa não transforma-se, mas o pássaro agoureiro a acompanha. Por outro lado, há versões que relatam que ela se transforma em uma coruja. Mais ainda, essa transformação envolve a representação da alma de um antepassado da personagem.

Sobretudo, essa personagem do folclore brasileiro representa a diversidade cultural e ideológica no país. Desse modo, as diferentes regiões caracterizam a Matinta Pereira com elementos típicos e regionais. Porém, pode-se encontrar suas histórias sobre o nome de Matinta Perera ou Mati-Taperê.

Continua após a publicidade

História e lenda da Matinta Pereira

A princípio, a história de Matinta Pereira tem origem na Região Norte do Brasil. Portanto, trata-se de uma mulher idosa e assustadora que transforma-se em pássaro. Ademais, a mulher é uma bruxa velha que assombra as casas das redondezas durante a noite, principalmente na forma do pássaro.

Por um lado, a bruxa toma o nome de Rasga Mortalha quando transforma-se em pássaro, por conta da agressividade de sua forma animal. Sendo assim, o pássaro costuma pousar em telhados ou muros das casa emitindo assobios altos e estridentes. Como consequência, todos os moradores acordam e dão conta de sua presença.

Continua após a publicidade

Nesse sentido, estima-se que o principal incômodo causado pela bruxa na versão nortense é interromper o sono dos moradores. Contudo, há versões em que ela ataca as residências, criando um caos e bagunçando toda a cada. Em resumo, basta que um morador diga em voz alta que irá oferecer a ela um tabaco desejado para que Matinta Pereira vá embora.

Entretanto, compreende-se que após esse processo, o pássaro voe dali para outras residências e repita todo o processo. Ademais, algumas pessoas oferecem outros itens, como alimentos, comidas e bebidas alcóolicas. Logo em seguida, a bruxa abandona as residências com o nascer do dia.

Continua após a publicidade

Posteriormente, com o aspecto de uma bruxa velha e em formato humano, Matinta Pereira passa nas casas cobrando o que lhe foi prometido na noite anterior. Porém, caso a promessa não seja cumprida, a mulher amaldiçoa todos os moradores da casa, com doenças, desgraças e até morte.

Além disso, permanece retornando à residência para atormentar seus moradores, e passa a cobrar ainda mais presentes para livrar a família da maldição. Gradativamente, passa a agir de maneira mais violenta até que a profecia se cumpra e a família pague pelo preço.

Matinta Pereira, quem é? Origem e história da personagem
Fonte: Wiki

Curiosidades e associações

Curiosamente, a maldição de Matinta Pereira pode ser transmitida entre as pessoas, mais especificamente entre mulheres. Em resumo, quando a velha bruxa está prestes a morrer, ela pergunta a outras mulheres se querem seu cargo. Portanto, quando a resposta é positiva, a pessoa carrega a maldição e torna-se a próxima Matinta.

No geral, estima-se que essa lenda tenha surgido especificamente na região amazônica, a partir de uma lenda indígena. Nesse sentido, historiadores investigam a teoria de que a bruxa consiste numa variante da história do Saci-pererê. Sobretudo, essa associação surge das características físicas da personagem, que por vezes é descrita tendo uma perna só e vagando somente a noite.

Continua após a publicidade

Além disso, o canto estridente que acorda os moradores está associado ao canto do pássaro Tapera naevia. Também conhecimento popularmente como Saci ou Matinta Pereira, a ave emite um som agudo e incômodo aos humanos que ouvem. Mais ainda, é uma espécie típica brasileira encontrada no sul, no norte e ao leste do país.

Por fim, as diferentes versões da história denota uma característica da oralidade, porque essas lendas são faladas e não escritas. Sendo assim, diferentes gerações e localidades adicionam detalhes e retiram parte da história a fim de enriquecê-la. Portanto, compreende-se o folclore brasileiro como um patrimônio cultural vivo e em constante atualização.

E aí, aprendeu sobre a Matinta Pereira? Então leia sobre O que é Tai Chi Chuan: princípios, conceitos e benefícios.

Fontes: Toda Matéria | Só História | Escola Educação

Continua após a publicidade

Imagens: Wiki | Globo

Próxima página »

Escolhidas para você