Ciência & Tecnologia

Nitazoxanida, o que é? Função do medicamento e relação com a Covid-19

A Nitazoxanida é um vermífugo usado no tratamento de parasitas, vírus e protozoários, que vem sendo estudado para tratamento da Covid-19.

A Nitazoxanida é um princípio ativo indicado como antiparasitário de amplo espectro, e para gastroenterite viral. Em resumo, trata-se de um vermífugo. Ademais, para os casos listados na bula, representa uma opção eficiente e segura de tratamento.

A Nitazoxanida já está disponível para o consumo há bastante tempo. Entretanto, ela se popularizou bastante com o passar do tempo. Pois, ela está sendo envolvida no tratamento do coronavírus. Logo, existem muitas recomendações de uso desse vermífugo para o tratamento, porém, ainda não existe comprovação da sua eficácia contra a Covid-19.

Esse vermífugo é bastante eficiente contra parasitas que provocam diversas patologias. Por exemplo, giardíase e amebíase. Entretanto, em alguns casos pode provocar efeitos colaterais. Por exemplo, náuseas e dores de cabeça.

O que é Nitazoxanida?

Imagem: Diário de Canoas

A Nitazoxanida trata-se de uma substância ativa, utilizada há décadas, que possui ação antiparasitária de amplo espectro. Isto é, ela é capaz de combater diversos parasitas, agentes que invadem o organismo e causam patologias.

Continua após a publicidade

Por exemplo, amebíase e giardíase, provocados por ameba e giárdia, respectivamente. Além disso, esse vermífugo também é aprovado para o tratamento de gastroenterites virais, provocadas por Norovírus e Rotavírus.

Como a Nitazoxanida age no organismo?

Imagem: UOL

Esse medicamento possibilita o combate de diferentes tipos de agentes causados de doenças. Pois, conforme a bula, ele combate os protozoários, inibindo uma enzima indispensável à vida do agente, a piruvato ferredoxina oxidoredutase. Ademais, para o combate aos vermes, acredita-se que ocorra o mesmo processo. Por outro lado, os vírus sofrem inibição da síntese de suas estruturas, impedindo que se multipliquem. Geralmente, ele começa a agir entre 2 e 4 horas após a ingestão.

Para que serve o medicamento?

Esse medicamento pode ser eficaz contra as seguintes condições:

1 – Gastroenterites virais

Imagem: Ativo Saúde

Correspondem a infecções provocadas por um vírus que afeta o trato intestinal. Ademais, caso sejam causadas por rotavírus ou nerovírus, a Nitazoxanida é indicada para o tratamento. Geralmente, a gastroenterite provoca sintomas de febre, náuseas, vômitos, dores na região abdominal e diarreia.

Continua após a publicidade

2 – Helmintíases

Imagem: Nutritotal

Trata-se de doenças provocadas por helmintos intestinais. Isto é, são agentes patológicos que podem ser adquiridos através de alimentos não higienizados ou contato com fezes contaminadas. Ademais, algumas condições podem ser tratadas com a Nitazoxanida.

Por exemplo, se forem causadas por nematódeos, cestódeos e Trematódeos, como Enterobius vermicularis, Ascaris lumbricoides, Strongyloides stercolaris e outros.

3 – Amebíase

Imagem: MD Saúde

É uma doença provocada por um parasita, a ameba. Logo, pode ser transmitida de pessoa para pessoa e através de alimentos ou água contaminadas. Geralmente, provocam cólicas abdominais, sensibilidade, náuseas, e diarreia. A Nitazoxanida pode entrar em ação caso seja amebíase intestinal aguda ou disenteria amebiana provocada pelo complexo Entamoeba histolytica/díspar.

4 – Giardíase

Imagem: Opas

Trata-se de uma doença provocada pelo protozoário Giardia lamblia, que se aloja no intestino delgado. Ademais, pode ser causada pela ingestão de alimentos ou água contaminada. Além disso, também é causada por falta de higiene ou contato sexual com alguém infectado. Logo, a Nitazoxanida pode ser tratamento para diarreia causada por Giardia lamblia ou Giardia intestinalis.

Continua após a publicidade

Nitazoxanida no tratamento de outras infecções intestinais

Imagem: O Globo

Outros casos de infecções intestinais que podem fazer o uso do vermífugo Nitazoxanida são:

  • Criptosporidíase: causado por Cryptosporidium parvum.
  • Blastocistose: provocado pelo parasita Blastocistis hominis.
  • Balantidíase: causada pelo parasita Balantidium coli;
  • Isosporíase: consequência do parasita Isospora belli.

Efeitos colaterais da Nitazoxanida:

Imagem: UOL

O uso da Nitazoxanida pode provocar alguns efeitos colaterais. Por exemplo:

  • Dor abdominal do tipo cólica
  • Náuseas
  • Vômito
  • Diarreia
  • Dores de cabeça
  • Possível alteração na cor de fluidos fisiológicos

Nitazoxanida contra a Covid-19

Com o crescente número de casos de coronavírus pelo mundo, diversas pesquisas foram iniciadas para encontrar um tratamento e a vacina. Por isso, existem centenas de substâncias sendo testadas. Pois, apresentam potencial de prevenção e tratamento para a doença. Logo, uma dessas substâncias é a Nitazoxanida.

Em suma, um dos primeiros estudos feitos na China, em Wuhan, considerou a Nitazoxanida como um potencial inibidor do SarsCOV-2. Isso porque em testes in vitro (H1N1, Ebola e SARS-Cov1) e in vivo (H1N1), a Nitazoxanida apresenta ação antiviral. E como o SARS-Cov2, que é o coronavírus, apresenta estrutura similar ao SARS-Cov1, o medicamento pode ser eficiente.

Continua após a publicidade

Apesar de estudos in vitro apresentarem eficácia na inibição do vírus, os pesquisadores não podem afirmar que haverá o mesmo resultado em testes in vivo. Logo, ainda não existe uma comprovação científica da eficiência do usa da Nitazoxanida para o combate do coronavírus.

Consequentemente, o uso sem uma confirmação pode sujeitar pessoas a riscos desnecessários. Além disso, poderia culminar em atrasos na busca por um tratamento adequando. E provocaria exposições a situações de risco, pois as pessoas pensariam estar protegidas, deixando de usar máscaras e manter o distanciamento social, o que é essencial.

Então, se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: Corona vírus – O que é, origem, causas, sintomas e se tem cura. 

Fontes: Revista Abril, Minuto Saudável

Continua após a publicidade

Imagens: NSC Total, Diário de Canoas, UOL, Ativo Saúde, Nutritotal, MD Saúde, Opas, O Globo, Poder 360

Próxima página »

Escolhidas para você