Curiosidades

Os lados do cérebro – Como se dividem e mitos e verdades sobre eles

Os dois lados do cérebro, tanto o esquerdo quanto o direito, possuem funções distintas segundo a neurociência. Um lado se sobrepõe ao outro?

De acordo com a neurociência, os dois lados do cérebro, tanto o esquerdo quanto o direito, possuem características e funções distintas. O que leva ao questionamento: um lado pode se sobrepor ao outro? E como isso reflete em nossas ações?

Em primeiro lugar, é preciso saber que o cérebro é o órgão que comanda todo o corpo. Além disso, ele é o responsável por enviar informações aos nossos sentidos, bem como, controlar nossos pensamentos e movimentos.

Esse mini computador embutido e incrivelmente complexo foi dividido pelos cientistas em partes e regiões. Assim como a terra, ele conta com dois hemisférios. Em outras palavras, são seus lados: direito e esquerdo. Sua camada externa é conhecida como córtex, que em latim significa “casca“.

O córtex é uma pequena casca que reveste o cérebro e contém milhões de células que enviam mensagens para outras partes do órgão.

Continua após a publicidade
hemisférios
Fonte: Unsplash

Como o cérebro se divide?

Em resumo, o córtex cerebral é dividido em quatro regiões chamadas lobos, são eles:

  • Frontal: essa parte está relacionada a personalidade e emoções, habilidades de pensamento superiores, como raciocínio lógico e controle de movimentos. Uma curiosidade é que ele se desenvolve até os 20 anos de idade.
  • Temporal:  essa região está mais relacionada à audição e aos outros sentidos, ou seja, ela auxilia a fala, e ajuda na compreensão da leitura.
  • Parietal: esse lobo também está envolvido com os sentidos, sobretudo com relação a sensações ligadas a dor, ao tato e a temperatura, por exemplo.
  • Occipital: por fim, este lobo está atrelado a visão e auxilia, por exemplo, o reconhecimento de cores e formas.

Lado direito x Lado esquerdo do cérebro

Os lados do cérebro: quais são os mitos e verdades sobre eles?
Fonte: Unsplash

Independente de sua personalidade e de suas qualidades, você usa tanto o lado direito quanto o lado esquerdo do cérebro para realizar suas tarefas diárias.

Continua após a publicidade

Embora funções como a fala, a memória e a audição, por exemplo, tendem a ser executadas por um lado do cérebro, na grande maioria das pessoas, boa parte das nossas ações requer informações de ambos os hemisférios.

Conforme especialistas da neurociência, a menos que um lado inteiro seja completamente danificado, ninguém pode usar somente o lado direito ou esquerdo do cérebro.

Continua após a publicidade

Nesse sentido, existe uma teoria popular que diz que as pessoas que usam mais o hemisfério esquerdo do cérebro tem perfil:

  • Analítico;
  • Lógico;
  • Racional;
  • Numérico.

E que as pessoas que usam mais o lado direito tem perfil:

  • Criativo;
  • Livre;
  • Visionário;
  • Intuitivo;
  • Sonhador.

E então, o que diz a ciência sobre os lados do cérebro?

neurociência
Fonte: Unsplash

Em 2014, um estudo realizado com cerca de mil participantes analisou a atividade dos hemisférios esquerdo e direito, por meio de exame de ressonância magnética. As análises dos resultados apontam que uma pessoa usa os dois lados do cérebro e não há um lado dominante. Entretanto, a atividade cerebral muda de acordo com aquilo que a pessoa está fazendo.

Inclusive, um dos principais estudiosos da ‘lateralização do cérebro’ foi Roger W. Sperry. Em resumo, o trabalho do  neurobiologista e fisiologista ganhou o Prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina em 1981. Por outro lado, a pesquisa de Roger, contributo da neurociência, levou a especulações, muitas delas exageradas ou mal embasadas, sobre as funções de cada lado do cérebro.

Continua após a publicidade

Dicas para exercitar o cérebro e estimular a criatividade

Como lido acima, nenhum dos lados do cérebro é o único guardião da criatividade. Além disso, é um consenso da neurociência que tanto a criatividade quanto o pensamento lógico são frutos de uma conexão integrada entre os dois hemisférios. E para estimular essas conexões, há diversos exercícios mentais que podem ser feitos de qualquer lugar e a qualquer momento. Confira:

1. Trocar as mãos

Primeiramente, se você é destro experimente tentar escrever com a mão esquerda, ou ainda escovar os dentes e pentear os cabelos. Este exercício poderá aumentar sua atividade cerebral.

cérebro e neurociência
Fonte: Freepik

 2. Leia em voz alta

Ler em voz alta também aumenta o nível de atividade cerebral, além de estimular regiões cerebrais distintas, quando as palavras são decodificadas, faladas e ouvidas.

neurociência
Fonte: Freepik

3. Aprenda algo novo

Aprender uma música, uma coreografia ou até mesmo um idioma estimula a atividade cerebral e consequentemente a criatividade. Além disso, a medida que você pratica com certa frequência, seu cérebro se torna mais eficiente na atividade.

Continua após a publicidade
Fonte: Freepik

4. Faça coisas sem ajuda da tecnologia

Hoje em dia, certamente, é bastante difícil não depender da tecnologia. Mas para exercitar o cérebro, tente treinar suas habilidades escrevendo, resolvendo enigmas e calculando.

Fonte: Freepik

5. Comer com hashi (palitinhos japoneses)

Fonte: Freepik

Usar o hashi irá forçar você a comer com atenção, o que é bom para o cérebro, para a criatividade, para a digestão e até mesmo para quem está fazendo dieta e de olho no consumo de calorias.

Enfim, esses são apenas alguns fatos sobre o belo, incrível e complexo cérebro humano. Portanto, se você gostou deste assunto relacionado a neurociência, não deixe de ler em seguida: Canhotos – Lado direito do cérebro, estudos e curiosidades

Fontes: Netscan Digital, Uol, Isover

Continua após a publicidade

Fotos: Pexels, Unsplash, Freepik

Próxima página »

Escolhidas para você