História

12 principais deuses do Egito, nomes e funções

Havia um número incrível de Deuses e Deusas no Egito Antigo, um para quase todas as situações e lugares. Conheça os principais deles aqui!

Muitos dos deuses e deusas do antigo Egito compartilham características e qualidades em diferentes momentos da história. Por exemplo, Sekhmet (a deusa do leão de Memphis), Mut, Tefnut e Hathor recebem o título de “o Olho de Ra” e recebem a tarefa de proteger o deus do sol.

Muitas vezes há confusão sobre os diferentes deuses conhecidos como Hórus. Aliás, Hórus, o mais velho, era muitas vezes considerado o consorte de Hatho , enquanto Hórus, o mais novo, era filho de Ísis e Osíris. Isso não é surpreendente, uma vez que a civilização egípcia sobreviveu por mais de três mil anos e o sistema religioso estava em constante evolução.

Nos tempos pré-dinásticos, a religião era em grande parte animista (eles consideravam certos animais, plantas e características geográficas como casas de espíritos). Muitos deuses egípcios antigos são representados por animais totêmicos com base na antiga compreensão do papel ou característica do animal.

Como os egípcios dependiam da inundação do Nilo, que dá vida, não é de surpreender que as divindades da água (Sobek) e divindades agrícolas (como Osíris) fossem populares. À medida que sua civilização se desenvolveu, os deuses do Egito Antigo tomaram forma mais humana e se multiplicaram em número.

Continua após a publicidade

Aqui estão alguns dos principais deuses e o que eles representavam:

1. Ra – Deus do sol
2. Anúbis – Deus dos mortos
3. Osíris – Deus do submundo
4. Hórus – Deus do céu
5. Ísis – Deusa da boa Sorte e protetora dos mortos
6. Sobek – Deus da água e do Rio Nilo
7. Amon, Mut e Khons – Tríade Tebana
8. Thoth – Deus do conhecimento
9. Sekhmet – Deusa da guerra
10. Set – Deus do deserto e do caos
11. Ptah – Deus dos artesãos
12. Hathor – Deusa do céu e da fertilidade

12 principais deuses egípcios, nomes e funções

1. Amon-Ra

Ra era o antigo deus de Heliópolis que representava o sol e a luz, enquanto Amon era o “Oculto” que criou o mundo inteiro. Amon foi representado na capital do sul, Tebas.

Continua após a publicidade

À medida que os deuses do Egito se desenvolveram, eles foram combinados durante o Novo Reino para formar Amon-Ra (ou Amon-Re), o maior deus do Egito, que trazia sol, luz e criação diariamente para o mundo inteiro. Ademais, Amon-Ra era o principal protetor do faraó que o encarnava como deuses vivos literais.

2. Anúbis

Anúbis era o senhor do submundo no início do Egito Antigo, mas foi substituído por Osíris. Seu papel mudou para embalsamar, vestir os mortos e ajudar aqueles que estão sendo julgados no Salão da Verdade e pesando o “coração da alma”.

Aliás, Anúbis tem a cabeça de um canino, que se acredita ser um chacal ou lobo africano e geralmente era de cor preta por seu papel na regeneração e renascimento ligado ao solo do Nilo.

Continua após a publicidade

3. Osíris

12 principais deuses do Egito, nomes e funções

Osíris era o grande governante do submundo, deus e juiz dos mortos. Ele era comumente representado como uma múmia usando a coroa de Atef, a barba do faraó e segurando o cajado e o mangual simbólicos sobre o peito.

Osíris também era o senhor da fertilidade, ressurreição, agricultura e álcool, com sua relação com as importantes culturas de trigo e cevada sustentando esse papel.

Além disso, no “Mito de Osíris”, ele era o marido de Ísis que foi despedaçado por seu irmão Set antes de ser ressuscitado, concebendo Hórus e assumindo o controle do submundo.

Continua após a publicidade

4. Hórus

12 principais deuses do Egito, nomes e funções

Existem duas versões de Hórus apesar de serem representadas da mesma forma. Hórus, o Velho, era o deus dos reis e do céu e irmão de Osíris, Ísis, Set e Néftis. Todavia, Hórus, o Jovem no Mito de Osíris, era filho de Ísis e Osíris, que lutou contra seu tio Set por vingança e controle do Egito.

Hórus é um dos deuses mais conhecidos do Egito, sendo mostrado com a cabeça de um falcão em um corpo humano. Ademais, cada faraó se considerava a representação viva de Hórus.

5. Ísis

Continua após a publicidade

Ísis era a poderosa deusa conhecida como a “Mãe dos Deuses” que simbolicamente protegia cada faraó, mas também ajudava a guiar as pessoas comuns para a vida após a morte.

No Egito Antigo, Ísis assumiu os poderes de Hathor à medida que sua popularidade crescia. Ela era a esposa-irmã de Osíris que o ressuscitou, criou e protegeu seu filho Hórus.

Assim, Ísis era mais frequentemente retratada como uma mulher humana, seu cocar era um disco solar ladeado por chifres bovinos. Ísis tornou-se uma das deusas mais populares do Egito, aliás seu culto se espalhou até a Grécia e Roma, e em um estágio seu culto rivalizou com o cristianismo em popularidade.

6. Sobek

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

O deus crocodilo Sobek era responsável pelo Rio Nilo. Ele também dominava aspectos da medicina, cirurgia e morte inesperada. No período do Império Médio, Sobek se fundiu com Hórus para ser um protetor dos faraós.

Seus templos continham crocodilos vivos que muitas vezes eram mumificados depois que morriam.

7. Amon, Mut e Khons

12 principais deuses do Egito, nomes e funções

A cidade de Tebas no sul do Egito, assim como Mênfis ao norte, tinha divindades locais que adoravam acima de outras. A Tríade Tebana (ou Ka Real) consistia em Amon, sua esposa Mut e o filho Khons (deus da Lua).

Continua após a publicidade

A Tríade era central para a vida cotidiana em Tebas e o foco do festival de Opet, no qual eles se mudavam de seu próprio templo em Karnak para o Templo de Luxor por um período de 24 dias de celebração.

Posteriormente, Amon se tornou um deus nacional unificador depois de ajudar a reprimir a rebelião dos hicsos e se fundiu com Ra para formar Amon-Ra.

8. Thoth

12 principais deuses do Egito, nomes e funções

Thoth era o deus da integridade, verdade, escrita e sabedoria, muitas vezes carregando a cabeça de um íbis no corpo de um homem. Ele inventou hieróglifos e atuou como mantenedor de registros para os deuses.

Continua após a publicidade

Ademais, ele ficou ao lado de Osíris no Salão da Verdade e testemunhou o nascimento dos cinco primeiros deuses (Osíris, Ísis, Néftis, Set e Hórus, o Velho). Thoth estava envolvido em muitas histórias diferentes em todo o Egito Antigo, mas era comumente conectado a Ma’at (como consorte) e Seshat (como pai).

9. Sekhmet

A deusa guerreira Sekhmet tinha a cabeça de uma leoa e estava vestida de vermelho sangue. Ela era a deusa da destruição e da pestilência, a quem seu pai Rá enviou para punir os humanos quando considerou necessário responsabilizá-los.

De acordo com o tema egípcio do equilíbrio (ma’at), Sekhmet também poderia curar pragas e parar os ventos perigosos do deserto. Além disso, ela ajudou a proteger os faraós e os acompanhou até a vida após a morte.

Continua após a publicidade

Hieróglifos e estátuas de Sekhmet apresentavam o disco solar acima de sua cabeça, enquanto ela segurava o ankh que simboliza a vida.

10. Seth

Seth era o deus do caos, destruição, tempestades e trapaças, semelhante ao diabo no cristianismo ou Loki na religião nórdica, com seu papel fornecendo equilíbrio no ma’at.

No antigo Egito, Seth é o inimigo no “Mito de Osíris”, ou seja, ele mata e desmembra seu irmão para assumir o trono, depois luta contra seu sobrinho Hórus (que buscava vingança) por 80 anos para mantê-lo. Suas lutas são importantes para o folclore moldar sua história e a de outras divindades

Continua após a publicidade

11. Ptah

Ptah era venerado como o deus egípcio da construção, construtores e artesãos que também era o deus principal da cidade de Memphis (Cairo). Ele é o marido de Sekhmet e pai de Nefertum formando a “Tríade Menfita” central para adoração na capital do norte.

Ptah também se move através das histórias em diferentes aspectos sendo ligado ao deus da fertilidade Bes e ao criador Amon. O vizir Imhotep que construiu a Pirâmide de Degraus do Rei Djoser na 4ª Dinastia foi mais tarde nomeado deus e filho de Ptah.

12. Hathor

12 principais deuses do Egito, nomes e funções

Continua após a publicidade

Hathor e Ísis compartilhavam papéis semelhantes, mas em diferentes fases da civilização egípcia antiga. Ela era principalmente uma deusa do Reino Antigo; uma filha de Ra, consorte de Hórus, senhora do céu e deusa protetora dos faraós.

Ela é a padroeira da alegria, celebração e amor. O sistrum, uma percussão musical, era o instrumento que ela usava para expulsar o mal da terra e inspirar o bem.

Portanto, ela foi fundamental para ajudar as pessoas a fazer a transição para a vida após a morte, ajudando Ra na batalha durante sua jornada de barca para o submundo.

Então, gostou de saber mais sobre os deuses do Egito? Pois, leia a seguir: Significado do Olho de Hórus: origem e o que é o símbolo egípcio?

Continua após a publicidade

Próxima página »

Escolhidas para você