Curiosidades

Profetas, quem são? 10 representantes divinos que você não conhece

Os profetas são representantes divinos que atuam como conexão entre o mundo espiritual e a esfera carnal, compartilhando lições importantes.

Por Cecília Fernandes

-

Os profetas são pessoas que atuam como intermediárias entre os representantes divinos e a população, mas existem algumas figuras desconhecidas na história. Basicamente, esses indivíduos anunciavam às pessoas quais eram as vontades de Deus. Além disso, tinham a missão de compartilhar as lições divinas e interpretá-las.

A princípio, os profetas fazem parte da tradição oral, onde o compartilhamento de lições e o aprendizado acontecia por meio da fala. Nesse sentido, eles costumam ser associados com a figura de conselheiros, narradores e oradores. Apesar disso, não costumam integrar a esfera sacerdotal ou governamental, também não fazendo parte do mundo acadêmico.

Sobretudo, a cultura judaico-cristã apresenta Jesus Cristo como um dos mais importantes profetas de Deus. Entretanto, existem outras figuras enigmáticas na história, cujas narrativas e feitos não fazem parte do imaginário popular. No geral, são representantes divinos que atuaram de maneira menos marcante, mas não menos importante.

Outros importantes profetas da história

Comumente, os profetas apresentavam o poder de divulgar ao povo as orientações divinas, por meio de falas eloquentes e dotes extraordinários. Em resumo, acredita-se que essas características surgem para que os cidadãos comuns não duvidem das capacidades e informações trazidas pelo representante divino.

Sendo assim, os representantes divinos estão associados ao dom da profecia. Além disso, fazem parte da cultura das religiões humanas, como o judaísmo, o cristianismo e outras. Confira a história de outros importantes profetas:

1) João Batista, o profeta primo de Jesus

Profetas, quem são? 10 representantes divinos que você não conhece
Fonte: Aventuras na História

A princípio, o Evangelho de Lucas apresenta João Batista como o primo de Jesus Cristo. Desse modo, existem relatos que foi ele quem batizou o Messias no rio Jordão. Basicamente, esse evento é um importante símbolo no cristianismo hoje e parece ter surgido com esse profeta.

No geral, preparava seus discípulos para o fim do mundo, espalhando a palavra do apocalipse e de grandes transformações. Além disso, estima-se que teria nascido no ano 2 a.C e morreu no ano 27, a mando do governador da Judeia.

2) Hanina ben dosa

Profetas, quem são? 10 representantes divinos que você não conhece
Fonte: Jerusalém Perspective

No geral, existem poucas informações com aprofundamento a respeito desse profeta. Entretanto, estima-se que ele nasceu e viveu em Arava, uma cidade próxima de Nazaré. Além disso, era um devoto da fé judaica conhecido por suas orações fervorosas. Por outro lado, apresentada os dons extraordinários de fazer chover, de curar pessoas a distância e até de renascer árvores e animais.

3) Amós, o profeta da justiça social

Profetas, quem são? 10 representantes divinos que você não conhece
Fonte: JW

Em primeiro lugar, Amós foi um representante divino do Antigo Testamento, cuja principal missão foi pregar sobre a desigualdade social. Nesse sentido, o principal tema abordado em suas obras e seus principais feitos tem relação com a ideia de justiça social, onipotência de Deus e o julgamento divino.

Ainda que tenha se manifestado entre os homens em um período de paz, Amós está entre os profetas cuja responsabilidade se relaciona com a manutenção da sociedade. Desse modo, espalhou a palavra da justiça e igualdade entre os homens.

4) Honi ha-M’agel

Profetas, quem são? 10 representantes divinos que você não conhece
Fonte: Behance

Também conhecido como o Desenhador de Círculos, Honi foi um profeta e judeu estudioso. Em resumo, o principal conto a respeito de sua existência se relaciona com um episódio em que Deus não enviou chuva durante o inverno. Por isso, o representante divino desenhou um círculo na areia e ficou dentro dele, afirmando que não sairia dali até que chovesse.

Como consequência, Deus enviou uma chuva leve, porém Honi afirmou que esperava uma chuva mais forte. Sendo assim, Deus enviou um temporal, mas o profeta afirmou que a chuva precisava ser mais calma para não maltratar os homens. Por fim, a vontade foi cumprida e uma chuva normal lavou as cidades.

5) Jesus ben Ananias, o profeta mensageiro do julgamento divino

Profetas, quem são? 10 representantes divinos que você não conhece
Fonte: Vridar

Primeiramente, é importante ressaltar que Jesus era um nome comum na Palestina. Sendo assim, Jesus ben Ananias, ou Jesus, filho de Ananias, foi um profeta e lavrador que apareceu em Jerusalém. No geral, suas profecias anunciavam o julgamento de Deus, com punição para os judeus e romanos devido aos constantes conflitos armados entre os povos.

6) Apolônio de Tiana

Profetas, quem são? 10 representantes divinos que você não conhece
Fonte: Filosofía para la Vida

Além de profeta, Apolônio de Tiana foi um filósofo e professor de origem grega, cujos ensinamentos atingem principalmente o pensamento científico. Em resumo, esse pensador viajou por incontáveis países para aprender sobre o misticismo oriental.

Eventualmente, essa jornada espiritual trouxe o dom extraordinário de prever o futuro. Entretanto, grande parte dos relatos sobre esse representante divino são vistas como ficção religiosa.

7) Menahem, o profeta essénio

Profetas, quem são? 10 representantes divinos que você não conhece
Fonte: Ciência confirma a Igreja

Em primeiro lugar, Menahem foi líder do grupo asceta Essénios, durante o período de 37 a.C e 4 a.C. Comumente, foi respeitado pela capacidade de fazer profecias, e viveu cercado por um pequeno grupo de seguidores. Além disso, os ensinava a arte de realizar profecias e chegou a ser consultor do Rei Herodes durante um período de sua vida.

8) Banus

Ilustração de um eremita pra exemplificação do item
Fonte: Polisfides

No geral, Banus é um profeta cuja narrativa é quase desconhecida, pois não se fala muito a respeito de seus feitos. Em resumo, foi um eremita que viveu no deserto da Judeia por volta do século I.

Além disso, apresentava um pequeno grupo de seguidores e pregava principalmente a respeito do Apocalipse. Desse modo, defendia que os homens precisavam abandonar seus prazeres mundanos e seguir a Deus. Entretanto, o movimento desse representante divino era desorganizado e desapareceu após sua morte.

9) Eliseu, o profeta da ressuscitação

Pintura de Eliseu para exemplificação do item
O profeta Eliseu, obra de Giorgio Vasari – Fonte: Wahooart

Em primeiro lugar, Eliseu foi o sucessor de Elias em Israel, o que significa que esse representante divino serviu durante um tempo ao taumaturgo. Além disso, é considerado um dos profetas com maior número de milagres na Bíblia.

Como exemplo, pode-se citar que Eliseu alimentou cem homens com vinte pães e algumas espigas, mas também ressuscitou o filho de uma sunamita. Ademais, é considerado um exorcista famoso nas narrativas bíblicas.

10) Simão, o mago

Ilustração de Simão para exemplificação do item
Fonte: Sombra do Onipotente

Apesar de ser um profeta, Simão ficou conhecido por ser rival dos discípulos de Cristo, principalmente por agir de maneira desonesta com seus dons. Nesse sentido, existe um conto bíblico que afirma que Simão tentou comprar dos discípulos o dom de fazer milagres.

Sendo assim, os Atos de Pedro narram que o discípulo Pedro rezou para que Simão levitasse, a fim de mostrar sua fé e suas capacidades. Entretanto, também pediu que ele caísse ao chão e acabou provocando ferimentos graves que levaram o representante divino à morte.

E ai, gostou de conhecer outros profetas? Então leia sobre Circe – Histórias e lendas da feiticeira mais poderosa da mitologia grega.

Fontes: Info Escola | Aventuras na História

Imagens: Aventuras na História | Vridar | Behance | JW | Jerusalem Perspective | Mais Fé | Filosofía para la Vida | Ciência confirma a Igreja | Polisfedes | Wahooart | Sombra do Onipotente

Próxima página »

Escolhidas para você