Curiosidades

Quanto vale um rim e outros órgãos no mercado negro?

Já ouviu falar em "pagar com um rim" ou "custa os olhos da cara"? Isso vai fazer todo sentido depois dessa matéria. Descubra quanto custam alguns órgãos humanos mais procurados no mercado negro.

Os preços dos órgãos humanos no mercado negro podem surpreendê-lo.

Isso porque algumas partes do corpo valem uma quantidade espantosa de dinheiro, enquanto outras têm um preço muito mais baixo do que você provavelmente imaginaria.

Mesmo sendo uma prática ilegal, é possível levantar o preço pelo qual algumas partes de corpos são vendidas no submundo do mercado negro.

Preços de alguns dos órgãos humanos no mercado negro

Rins – $ 200.000

Os rins são, de longe, os órgãos humanos mais populares do mercado negro. Portanto, não é surpreendente que eles também sejam uns dos mais caros para comprar ilegalmente.

Continua após a publicidade

O valor deles é de, aproximadamente, 200.000 dólares (cerca de 1 milhão de reais).

Fígado – preço no mercado negro $ 157.000

As doenças hepáticas, incluindo a cirrose, hepatite B e C e carcinoma estão em ascensão em todo o mundo. Por isso, muitas pessoas necessitam de transplantes, o que aumenta o tempo de espera de um órgão.

Por este motivo, infelizmente, recorrer ao mercado negro é mais fácil para encontrar um fígado substituto. Esse órgão tem o preço de cerca de $57.000 dólares no mercado negro de órgãos humanos.

Coração – preço no mercado negro $ 119.000

Os transplantes de coração no Brasil, apesar da evolução nas pesquisas, têm atualmente apenas 23% da necessidade estimada suprida, de acordo com dados da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO).

Continua após a publicidade

Dessa forma, alguns pacientes optam por outros meios de adquirir o órgão. Segundo o site Medical Transcription, o valor do coração, no mercado negro internacional de órgãos humanos, é de $119.000 dólares.

Córneas – $ 30.000

Danos na córnea podem levar à cegueira, então, não é de se admirar que essa parte do corpo seja tão valiosa.

Afinal, as pessoas podem danificar permanentemente a visão devido a uma longa lista de coisas aparentemente inofensivas. Por isso, de forma legal ou ilegal, é o tecido transplantado com maior frequência.

Sendo assim, as córneas têm um preço de aproximadamente $30.000 dólares por meio do mercado negro de órgãos humanos e, geralmente, são oriundas cadáveres.

Continua após a publicidade

Medula óssea – preço no mercado negro $ 3.000

Doar medula óssea é a maneira mais rápida de obter a cura para certas condições de saúde, como leucemia.

Entretanto, no mercado negro de órgãos humanos, a medula pode ser encontrada por $3.000 dólares atualmente, embora seja difícil ter a correspondência genética correta.

Óvulos – $ 5.000 – $ 50.000

Há diversos relatos macabros sobre a venda e compra de óvulos humanos no mercado negro internacional.

Todavia, o preço dos óvulos depende do apelo percebido da mulher: sua saúde, aparência física, etnia, educação e nível de inteligência.

Continua após a publicidade

O processo, entretanto, é doloroso e arriscado. Os preços variam entre $5.000 e $50.000 dólares no mercado negro de órgãos humanos.

Ossos e ligamentos – $ 5.000

Parece difícil de acreditar, mas até ossos humanos inteiros estão à venda no mercado negro. Além disso, os ligamentos são outros itens procurados. Essas partes são, normalmente, roubadas de cadáveres.

Desse modo, um corpo inteiro (somente com ossos) sai por cerca de $5.000 dólares, então, o preço de um único osso é uma fração disso.

Artéria coronária – preço no mercado negro $ 1.525

As cardiopatias são doenças bastante comuns. Dessa forma, existem inúmeras cirurgias utilizadas para resolver esse problema, variando de um bypass coronário a um transplante de coração.

Continua após a publicidade

Embora o transplante de artéria coronária não aconteça, ainda há alguma demanda por essa parte do corpo em particular. Por isso, a venda dessa artéria pode render em média $1.525 dólares no mercado negro.

Intestino delgado – $ 2.519

O transplante de intestino delgado é uma cirurgia rara e complicada, mas é a melhor opção de sobrevivência em alguns casos.

Como acontece com praticamente todos os outros órgãos ou partes do corpo humano, é possível vender e comprar um intestino delgado no mercado negro. Dessa forma, o valor estimado do órgão é de $2.519 dólares.

Crânios com dentes – $ 1.200

Em muitos casos, os itens adquiridos no mercado negro não são usados ​​para transplante humano. Em vez disso, eles podem acabar nas mãos de um pesquisador médico ou de alguém que coleciona artefatos inusitados.

Continua após a publicidade

Um crânio humano que ainda contém todos os dentes é um excelente exemplo disso. Aliás, atualmente, quem possui um desses objetos desejáveis ​​pode vendê-lo por $1.200 dólares.

Couro cabeludo – $ 600

Atualmente, um couro cabeludo vale pouco mais de $600 dólares, o que o torna uma das partes do corpo mais acessíveis disponíveis no mercado negro.

Vesícula biliar – $ 1.200

A cirurgia da vesícula biliar é a principal opção para 1 em cada 10 pacientes que sofre de cálculos biliares. No entanto, seria muito incomum substituir a vesícula biliar depois de removida.

Apesar disso, ainda é possível vender uma vesícula biliar saudável no mercado negro por cerca de $1.200 dólares.

Continua após a publicidade

Estômago – $ 500

Acredite ou não, você não precisa de estômago cheio para digerir os alimentos. Todavia, em alguns casos, o sistema digestivo fica tão danificado que um novo estômago se torna uma necessidade crítica.

Por isso, o mercado negro reconhece que existe a necessidade ocasional de um estômago, mas a raridade desse transplante mantém o valor do órgão baixo em pouco mais de $500 dólares.

Ombro – $ 500

Os pacientes submetidos à cirurgia de substituição do ombro recebem uma bola de metal para substituir a cabeça umeral danificada. Então, se fosse possível obter uma cabeça umeral humana real de outra pessoa?

No mercado negro o valor atual de um ombro humano é de $500 dólares.

Continua após a publicidade

Sangue – preço no mercado negro $ 337 por litro

Embora a maioria das pessoas seja elegível para doar sangue, ainda há uma grande escassez desse componente vital do corpo humano, tanto para pacientes individuais quanto para empresas farmacêuticas.

Portanto, a venda ilegal de sangue tornou-se uma prática surpreendentemente comum. Com efeito, no mercado negro, o valor médio de um litro de sangue é de $337 dólares.

Por que as pessoas compram órgãos humanos ilegalmente?

Preços de 15 órgãos humanos no mercado negro
Fonte: Pixabay

Devido à dificuldade de chegar a tempo ao topo da lista de transplantes de órgãos aplicáveis, alguns órgãos usados ​​em cirurgias vêm do mercado negro, ou o que a Organização Mundial da Saúde chama de “comércio internacional de órgãos” ou mesmo tráfico de órgãos humanos.

Infelizmente, muitas pessoas sentem que não têm escolha a não ser recorrer ao mercado negro, porque sua necessidade é muito grande.

Continua após a publicidade

No Brasil, mais de 2 mil pessoas morrem a cada dia enquanto esperam por um órgão que não está disponível.

Por que a venda de órgãos humanos é ilegal?

Preços de 15 órgãos humanos no mercado negro
Fonte: Pixabay

Por fim, ainda há um debate ético em andamento sobre o comércio de órgãos. Ou seja, há a discussão se as pessoas têm ou não o direito inerente de vender seus próprios órgãos.

Nesse sentindo, a maioria dos países democráticos tem um direito ético implícito de que todos podem decidir o que acontece com seu corpo.

No entanto, o dano potencial do comércio de órgãos supera os direitos de um indivíduo. Por isso, o tráfico de órgãos é ilegal na maioria dos países.

Continua após a publicidade

Um dos principais argumentos a favor do comércio legalizado de órgãos é que aumentaria o número de órgãos disponíveis para transplante.

Porém, é questionável se a legalização de pagamentos pela venda de seus órgãos encorajaria mais pessoas a doar seus órgãos ou apenas colocaria pessoas pobres em uma exploração financeira ainda maior.

Por outro lado, há uma discussão se essa decisão de vender os órgãos humanos é verdadeiramente voluntária e, portanto, presume-se que o governo deve proteger o povo, proibindo o comércio desses itens.

Leia também: 

Continua após a publicidade

Fontes: Welivesecurity, Âmbito jurídico, Último Segundo, Mega Curioso

Bibliografia:

BERLINGUER, Giovanni. Corpo humano: mercadoria ou valor?. Estudos Avançados [online]. 1993, v. 7, n. 19 [Acessado 24 Setembro 2022] , pp. 167-192. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/S0103-40141993000300005>.

ONU- Organização das Nações Unidas. Protocolo de Palermo. 2003.

ONU, Organização das Nações Unidas. Nações Unidas Brasil. Escassez de órgãos para doação estimula tráfico de pessoas, alerta relatora especial da ONU. 2013.

Continua após a publicidade

PELLEGRINI, L. Tráfico de órgãos humanos: Um mercado negro em expansão. Rev. Virtual 247. Setembro/2013.

GOMES, H. Medicina Legal. 25ª ed., Cap. 59, .604. Rio de Janeiro. Ed. Freitas Bastos, 1987.

HANSER, I.F. Comércio de partes do corpo humano: tráfico de órgãos no Brasil e argumentos acerca da descriminalização. 103p. Ribeirão Preto, 2015.

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você