Saúde

Sintomas de problemas no coração: quais são e como identificar?

Os sintomas de problemas no coração podem incluir dor no peito, náuseas e outros sinais silenciosos, aos quais devemos ficar atentos.

As doenças cardiovasculares são a causa de morte número um no mundo, causando 18,6 milhões de mortes todos os anos. Em suma, trata-se de uma classe de doenças que afetam o coração ou os vasos sanguíneos (veias e artérias).

Desse modo, as doenças cardíacas podem ser causadas por uma combinação de fatores de risco socioeconômicos, comportamentais e ambientais, incluindo hipertensão, dieta pouco saudável, colesterol alto, diabetes, bem como poluição do ar, obesidade, uso de tabaco, doença renal, sedentarismo, uso prejudicial de álcool e estresse.

Ademais, o histórico familiar, a origem étnica, o sexo e a idade também podem afetar o risco de doença cardiovascular de uma pessoa. Neste artigo, veja os principais tipos de doenças cardiovasculares, principais sintomas e como prevenir os problemas de coração.

Tipos de doenças do coração e associadas

Existem vários tipos de doenças cardiovasculares. Nesse sentido, as principais são:

Continua após a publicidade

Doença cardíaca coronária

Fonte: Pixabay

A doença cardíaca coronária, às vezes chamada de doença arterial coronariana ou doença isquêmica do coração, é o tipo mais comum de doença cardíaca.

Assim, ela refere-se a problemas cardíacos causados ​​por estreitamento das artérias coronárias que fornecem sangue ao músculo cardíaco. Além disso, para algumas pessoas, o primeiro sinal de doença coronariana é um ataque cardíaco.

Infarto

Sintomas de problemas no coração: quais são e como identificar?
Fonte: Pixabay

Um ataque cardíaco ou infarto do miocárdio ocorre quando algo, geralmente um coágulo de sangue, interrompe o fluxo de sangue para o coração. Sem oxigênio e nutrientes, o músculo cardíaco começa a morrer.

Todavia, um ataque cardíaco pode não ser fatal, especialmente se você receber atenção médica e tratamento imediato, mas ainda pode causar danos permanentes ao coração.

Continua após a publicidade

AVC

Fonte: Pixabay

o Acidente Vascular Cerebral ( AVC ) ou derrame ocorre quando o suprimento de sangue para o cérebro é interrompido, fazendo com que o cérebro perca seu suprimento vital de oxigênio e nutrientes.

Desse modo, um derrame pode ser causado por um coágulo sanguíneo na artéria cerebral ou quando um vaso sanguíneo no cérebro se rompe e sangra, danificando o tecido cerebral.

Outros problemas no coração

Fonte: Pixabay
  • Arritmia – batimento cardíaco irregular ou anormal
  • Doença da aorta (incluindo aneurisma da aorta) – uma doença que faz com que a aorta se dilate ou rasgue
  • Cardiomiopatias – doenças do músculo
  • Doença cerebrovascular – uma doença dos vasos sanguíneos que irrigam o cérebro cardíaco
  • Doença cardíaca congênita – problemas com o coração ou vasos sanguíneos que existem no nascimento
  • Trombose venosa profunda e embolia pulmonar – coágulos sanguíneos nas veias das pernas, que podem se soltar e viajar para o coração e pulmões.
  • Doença vascular (doença dos vasos sanguíneos) – qualquer condição que afete o seu sistema circulatório
  • Doença vascular periférica ( incluindo doença arterial periférica) – uma doença dos vasos sanguíneos que irrigam os braços e pernas.
  • Insuficiência cardíaca – quando o coração não está bombeando tão bem quanto deveria.
  • Doença das válvulas cardíacas – uma doença das válvulas cardíacas que retêm o sangue fluindo através do coração
  • Pericardite- inflamação do saco de tecido delgado que envolve o coração.
  • Doença reumática do coração – lesão do músculo cardíaco e das válvulas do coração devido à febre reumática, causada por bactérias estreptocócicas.

20 sinais e sintomas de problemas no coração

Na maioria das vezes, há poucos ou sintomas silenciosos de problemas no coração. É por isso que levar uma vida saudável e ficar atento à sua saúde são aspectos tão importantes. Portanto, confira 20 sinais comuns a serem observados:

1. Dor na mandíbula

Fonte: Pixabay

A dor do ataque cardíaco é frequentemente caracterizada como uma dor aguda que desce pelo braço esquerdo e, embora seja comum para muitos homens, as mulheres podem sentir uma dor específica do lado esquerdo inferior da mandíbula.

Continua após a publicidade

2. Tensão muscular

Sintomas de problemas no coração: quais são e como identificar?
Fonte: Pixabay

Se você tem tensão muscular e dores nos ombros ou na parte superior das costas que não pode ser associada a qualquer lesão física, pode ser um sinal de um ataque cardíaco silencioso.

Ataques cardíacos silenciosos têm poucos ou nenhum sintoma reconhecível e são tão perigosos quanto ataques cardíacos com sintomas claros. Desse modo, é preciso consultar um médico e fazer exames regulares para checar a saúde do seu coração.

3. Pressão arterial descontrolada

Fonte: Pixabay

Um dos primeiros sintomas de problemas no coração, listado por médicos. é a pressão desconfortável, aperto, plenitude ou dor no centro do peito. Aliás, esse desconforto pode vir em ondas que duram mais do que alguns minutos de cada vez.

4. Dor no corpo

Sintomas de problemas no coração: quais são e como identificar?
Fonte: Pixabay

A dor do ataque cardíaco pode ocorrer em outros lugares além do peito, como costas, ombros, braços, bem como pescoço ou mandíbula. De acordo com especialistas quando há um problema no coração, como uma artéria bloqueada , isso pode acionar os nervos do coração para dar um sinal de que algo está errado, e você sentirá dor.

Continua após a publicidade

Por este motivo, considerando que o nervo vago está conectado não apenas ao coração, mas também ao cérebro, tórax,  bem como abdômen e pescoço, você pode sentir esses sinais de dor em outras áreas do corpo além da região do coração.

5. Tontura

Fonte: Pixabay

Muitas coisas podem causar tontura como por exemplo não beber água suficiente, pular o almoço ou levantar-se rápido demais. Contudo, a tontura ou desmaio, juntamente com dor no peito e falta de ar, podem significar uma diminuição no volume sanguíneo e uma queda na pressão arterial, ou seja, um sinal de que um ataque cardíaco pode estar a caminho.

6. Fadiga pode indicar problema no coração

Fonte: Pixabay

Sentir-se exausto após uma noite sem dormir ou um dia estressante é normal. Mas as mulheres podem se sentir cansadas um mês antes de ter um ataque cardíaco, segundo estudos de pesquisadores de Harvard. Assim, esse é um dos sintomas de problemas no coração, especialmente proeminente nas mulheres.

7. Náuseas e indigestão

Sintomas de problemas no coração: quais são e como identificar?
Fonte: Pixabay

Sintomas gástricos, como estômago enjoado, azia, vômitos ou arrotos, se desenvolvem quando o coração e outras áreas do corpo não estão recebendo suprimento de sangue suficiente.

Continua após a publicidade

Portanto, é importante consultar o seu médico, especialmente se você estiver tendo outros sintomas de problemas no coração.

8. Sudorese

Fonte: Pixabay

A menos que você esteja na menopausa ou tenha feito um longo programa de exercícios, começar a suar frio ou transpirar excessivamente pode indicar um ataque cardíaco.

Durante um ataque cardíaco, seu sistema nervoso ativa uma resposta de “lutar ou fugir” que o coloca no modo de sobrevivência e pode levar à transpiração excessiva.

9. Palpitações no coração

Fonte: Pixabay

Quando o coração não tem suprimento sanguíneo adequado, todo tipo de coisa pode acontecer no corpo. Dessa forma, o coração pode começar a ficar irritado quando falta sangue cheio de nutrientes, o que leva à sensação de palpitações cardíacas. Então, se você sentir que está tendo palpitações cardíacas, certifique-se de entrar em contato com seu médico imediatamente.

Continua após a publicidade

10. Falta de ar

Sintomas de problemas no coração: quais são e como identificar?
Fonte: Pixabay

Se recentemente você tem achado cada vez mais difícil fazer atividades rotineiras que demande algum esforço físico, como por exemplo subir escadas, procure atendimento médico imediatamente.

Mesmo que isso não signifique necessariamente que você está prestes a ter um ataque cardíaco neste momento, pode ser um sinal de que seu coração está em perigo.

11. Apneia do sono, ronco ou acordar durante a noite

Fonte: Pixabay

As doenças cardíacas podem estar por trás de sua má noite de sono. Seu fluxo sanguíneo e frequência cardíaca mudam quando você vai dormir, quando tudo está funcionando normalmente.

Entretanto, se houver algo errado, você pode estar acordando algumas vezes na madrugada. Em suma, a insuficiência cardíaca pode causar apneia do sono ou acúmulo de líquido nos pulmões, e a arritmia pode fazer você sentir que seu coração está acelerado – ambos podem interromper o seu sono.

Continua após a publicidade

12. Inchaço pode indicar problema no coração

Fonte: Pixabay

Especialmente nas pernas, tornozelos ou pés, o inchaço pode ser um sinal de insuficiência cardíaca. Aliás, especificamente, os pés inchados podem ser um sinal de trombose venosa profunda, que pode ser um precursor de uma embolia pulmonar. Também pode ser um indicador de insuficiência cardíaca.

Isso ocorre porque, à medida que o coração começa a bombear de maneira ineficiente, a gravidade começa a acumular o sangue mais perto de suas extremidades inferiores ao longo do dia.

13. Aperto no coração ou angina

Sintomas de problemas no coração: quais são e como identificar?
Fonte: Pixabay

Sentimentos de aperto, desconforto, pressão ou peso podem ser sinais de que algo está errado com seu coração. As pessoas comumente descrevem o infarto cardíaco como a sensação de que um elefante está sentado em seu peito.

14. Cãibras

Fonte: Pixabay

Dor nas pernas ou dificuldade para andar pode ser um sinal de que há um problema em sua circulação. E o principal órgão por trás do fluxo sanguíneo é o coração.

Continua após a publicidade

15. Tosse persistente pode indicar problema no coração

Fonte: Pixabay

A insuficiência cardíaca pode fazer com que o líquido se acumule nos pulmões, o que pode causar tosse ou respiração ofegante. Portanto, este é um dos sintomas de problemas no coração ao qual é preciso ficar atento.

16. Fraqueza nas extremidades

Sintomas de problemas no coração: quais são e como identificar?
Fonte: Pixabay

A fraqueza nas pernas anda de mãos dadas com a mudança na tolerância ao exercício e falta de ar. Desse modo, pode ser um tipo de fadiga associada a problemas cardíacos.

17. Disfunção sexual

Fonte: Pixabay

A disfunção erétil – a incapacidade de obter e manter uma ereção firme o suficiente para o sexo – pode ser um sinal de alerta precoce de problemas cardíacos atuais ou futuros.

Esse problema pode ser causado por uma relação inadequada entre o fluxo de sangue do coração para o pênis, indicando uma possível aterosclerose – o estreitamento das artérias e uma causa de doença cardíaca.

Continua após a publicidade

Por outro lado, o impulso sexual feminino pode diminuir devido ao fluxo sanguíneo inadequado para a área genital, causado também por alguma doença do coração.

18. Enxaqueca

Fonte: Pixabay

Em alguns casos, enxaquecas regulares sugerem que algo está errado com o seu coração. A enxaqueca ocorre em 12% da população geral, mas essa estatística aumenta para cerca de 40% em pacientes com doenças cardiovasculares.

Embora não haja uma conexão clara, a ocorrência de enxaquecas tem sido relacionada a algumas anormalidades cardíacas, então é possível que esses ataques possam ter uma relação com uma disfunção do coração. Uma teoria é que ambos podem ser o resultado de desequilíbrios do sistema nervoso autônomo.

19. Ansiedade

Sintomas de problemas no coração: quais são e como identificar?
Fonte: Pixabay

Ansiedade, suor e náusea são sintomas clássicos de um ataque de pânico, mas também são sintomas de ataque cardíaco. Se esses primeiros sintomas cardíacos vierem junto da falta de ar, fadiga extrema ou acompanhada de dor, plenitude ou dor no peito que pode (ou não) irradiar para as costas, ombros, braço, pescoço ou garganta, vá para um pronto-socorro imediatamente.

Continua após a publicidade

20. Falta de resistência

Fonte: Pixabay

Um estilo de vida sedentário é um fator de risco para doenças cardíacas, não uma correlação direta. As doenças cardíacas podem acontecer e acontecem em pessoas com estilos de vida ativos e rotinas de exercícios vigorosos, sobretudo, se elas têm uma doença cardíaca latente.

Todavia, a mudança na tolerância do seu corpo aos exercícios pode ser um sinal de alerta precoce e útil de insuficiência cardíaca que se aproxima. Então, fique atento ao cansaço ou à redução de sua força e resistência durante o exercício, bem como a outros sinais como tontura, desconforto no peito, náusea ou falta de ar. Ademais, a sudorese excessiva também pode ser um sinal de problemas cardíacos, especialmente um suor frio incomum.

Como prevenir os problemas no coração?

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, até 80% de todos os ataques cardíacos e derrames são evitáveis. A maioria das mortes por problemas no coração são precipitadas por fatores de risco, como hipertensão, colesterol alto, obesidade ou diabetes.

Estas doenças, em grande medida, podem ser evitadas ou controladas através de hábitos saudáveis como o consumo de uma dieta equilibrada, exercícios regulares e evitar o tabaco. Também é muito importante ficar de olho na pressão arterial, nos níveis de colesterol e de açúcar no sangue.

Continua após a publicidade

Com efeito, as principais formas de prevenção incluem:

Ter uma dieta saudável e balanceada

Sintomas de problemas no coração: quais são e como identificar?
Fonte: Pexels

Comer uma dieta saudável e balanceada é crucial para manter um coração e um sistema circulatório saudáveis. Dessa maneira, uma dieta saudável deve incluir uma grande variedade de alimentos não processados ​​e frescos, incluindo muitas frutas e vegetais (pelo menos cinco porções por dia), bem como grãos inteiros, nozes e alimentos com baixo teor de gorduras saturadas, açúcares e sal.

Portanto, evite o consumo de alimentos processados, que geralmente contêm altos níveis de sal, e beba muita água!

Fazer exercícios regulares

Fonte: Pexels

Leva apenas 30 minutos de atividade física de intensidade moderada, cinco dias por semana, para melhorar e manter sua saúde.

Continua após a publicidade

Adultos (18-65 anos) e idosos (65+) devem ter como objetivo fazer pelo menos 150 minutos de atividade física de intensidade moderada, ou pelo menos 75 minutos de atividade física de alta intensidade, todas as semanas. Além disso, crianças e adolescentes devem fazer pelo menos 60 minutos de atividade física de intensidade moderada a vigorosa todos os dias.

Portanto, ser ativo também é uma ótima maneira de aliviar o estresse e controlar o peso, fatores de risco para doenças cardiovasculares.

Controlar o peso

Sintomas de problemas no coração: quais são e como identificar?
Fonte: Pexels

A redução do risco de sobrepeso e obesidade normalmente envolve a redução do número de calorias consumidas de gorduras e açúcares, aumentando a porção diária de frutas, vegetais, bem como grãos inteiros e nozes e fazendo exercícios regulares.

Então, como lido acima, pelo menos 60 minutos de exercício na maioria dos dias da semana o ajudará a manter um peso corporal saudável.

Continua após a publicidade

Evitar uso de cigarro

Fonte: Pexels

Em suma, todas as formas de tabaco são prejudiciais e não existe um nível seguro de exposição ao tabaco. Então, se você parar de fumar, o risco de doença coronariana diminuirá pela metade em um ano e voltará ao nível normal com o tempo. Além disso, a exposição ao fumo passivo aumenta significativamente o risco de ataque cardíaco.

Evitar bebidas alcóolicas

Sintomas de problemas no coração: quais são e como identificar?
Fonte: Pexels

Tal como acontece com o tabaco, não existe um nível seguro para beber álcool, e os efeitos prejudiciais do álcool superam em muito qualquer benefício potencial de proteção.

Embora beber menos possa reduzir o risco de problemas no coração, as evidências mostram que a situação ideal para a saúde é não beber nada. Aliás, mesmo os bebedores moderados percebem os benefícios para a saúde quando param de beber álcool.

Monitorar o coração

Fonte: Pexels

Saber seus números é uma parte importante para manter o coração saudável. Como resultado, verificar regularmente a pressão arterial, os níveis de colesterol e os níveis de açúcar no sangue é importante para ajudar a determinar e controlar o risco de desenvolver doenças cardiovasculares.

Continua após a publicidade

Cuidar da saúde mental

Sintomas de problemas no coração: quais são e como identificar?
Fonte: Pexels

Por fim, a saúde cardíaca tem forte relação com a saúde mental, com 33% de todos os pacientes com ataque cardíaco apresentando sintomas de depressão clínica.

Além disso, a má saúde do coração também se correlaciona com o início da demência e perda de memória. Uma vez que o coração bombeia o sangue por todo o corpo, ele é direta ou indiretamente responsável por todas as células do corpo receberem água, oxigênio, bem como alimentos, vitaminas, minerais e suporte imunológico.

Agora que você conhece os principais sintomas de problemas no coração, leia também: Você precisa saber o que são essas tirinhas brancas do peito de frango

Fontes: Eigier Diagnósticos, Tua Saúde, Clínica Viver, CCR

Continua após a publicidade

Fotos: Pixabay, Pexels

Próxima página »

Escolhidas para você