Curiosidades

10 livros sobre bruxas para saber a verdade sobre elas

As bruxas são personagens que enfeitiçaram muitos escritores com sua magia. Veja uma lista de livros para amantes do assunto.

As bruxas geralmente são retratadas como seres malignos que voam em vassouras e jogam ossos de rato em caldeirões. Contudo, esta figura tem sido fundamental na história da Europa. Durante séculos, milhares de mulheres foram mortas sob acusação de bruxaria. Alguns as afogaram, outros as queimaram vivas na fogueira.

Desse modo, as bruxas são um dos grandes mistérios da nossa história. Então, se você quiser descobrir alguns de seus segredos, aqui estão dez livros onde você pode aprender mais sobre essas mulheres fascinantes.

10 livros interessantes sobre bruxas

1. Wicked: A História Não Contada Das Bruxas De Oz

Em Wicked, Maguire conta as aventuras de Elphaba, filha de um pregador local de uma vila de pescadores que nasceu com pele verde e dentes de tubarão. Com esta aparência e um panorama tão familiar, sua vida não será um mar de rosas.

Assim, esta obra é a primeira de uma tetralogia seguida de Filho de uma Bruxa, Um Leão entre os Homens e, finalmente, Fora de Oz.

Continua após a publicidade

2. As Bruxas

Segundo a história deste livro, bruxas de todo o mundo estão realizando seu Congresso Anual na costa da Inglaterra. Liderados pela idolatrada e temida Grande Bruxa, eles planejam aniquilar todas as crianças usando um rato mágico.

Então, lembra de alguma coisa? Isso mesmo! Em 1990, eles filmaram uma divertida adaptação cinematográfica, ‘Convenção das Bruxas’, estrelado por Anjelica Huston.

3. As Bruxas de Salém

No ano de 1692, em Salem, Massachusetts, vive uma pequena comunidade dedicada ao serviço de Deus. Um grupo de jovens, constrangidas e ao mesmo tempo irritadas pela sufocante atmosfera puritana a que as mais velhas as submetem, começam a dançar nuas na floresta.

Assim, começa o boato de uma maldição obscena com uma oferenda a Belzebu. Com efeito, logo uma histeria coletiva cai sobre todos os membros da comunidade e começam as confissões e acusações sem fundamentos, vinganças, traições e os julgamentos por feitiçaria.

Continua após a publicidade

4. As Bruxas de Eastwick

Publicada em 1984, a obra é uma sátira à bruxaria, que, transplantada do cenário sombrio da Nova Inglaterra do século XVII, ressurge numa ensolarada cidade contemporânea e serve de ponto de partida para tratar de temas como o desespero pela chegada da meia-idade, a atmosfera asfixiante das cidadezinhas provincianas e os costumes da classe média americana.

5. As Bruxas Mayfair

A saga composta por três livros aborda sobre uma neurocirurgiã bonita e bem-sucedida que, além disso, sabe desde a infância que possui poderes especiais.

Um dia ela encontra um homem que acabou de se afogar na costa da Califórnia e, usando esses estranhos poderes, consegue trazê-lo de volta à vida. Os dois formam uma aliança para desvendar o mistério de seu passado e dominar um presente maligno concedido a ele após o acidente.

6 . O Livro das Bruxas

Este interessante livro analisa um dos períodos mais sombrios da história através de uma galeria de fatos e personagens arrepiantes.

Continua após a publicidade

Katherine Howe, professora da Universidade de Cornell e descendente de três bruxas acusadas nos julgamentos de bruxas de Salem de 1692, coleta um grande número de documentos relacionados a bruxaria e julgamentos de bruxas do final do século XVI ao início do século XIX.

O pânico de Salem, que levou vinte pessoas à forca (quatorze delas mulheres), não foi uma anomalia, mas a consequência de um longo processo de tipificação da figura da bruxa e seu castigo por colocar em risco a fé e a coesão da comunidade.

7. A Saga das Bruxas

Terry Pratchett ficou famoso neste livro por sua imaginação, seu senso de humor e a ternura de seus personagens. Isso é mantido nos seis títulos da Saga das bruxas (Ritos Iguais, Feiticeiras, Bruxas Viajantes, Senhores e Senhoras, Máscara e Carpe Jugulum) do Discworld.

Nesses romances, o protótipo da bruxa é bem diferente do que normalmente se imagina, pois a ferramenta que utilizam é ​​a “Headologia”, ou seja, a arte de saber como funciona a cabeça das pessoas.

Continua após a publicidade

8. Filhas de Lilith

O que aconteceria com você se de repente descobrisse que é uma bruxa? E não só isso, você descobre que existem caçadores de bruxas e que você está em perigo. Rafa de la Rosa conta a história de Lidia, uma bruxa medíocre em um livro de fantasia sombria com as imagens mais chocantes.

9. Caliban e a Bruxa

O ensaio de Silvia Federici parte da figura das bruxas para fazer uma releitura histórica a partir de uma perspectiva feminista. Desse modo, Federici argumenta que a caça às bruxas foi essencial para o surgimento do capitalismo e a opressão das mulheres. Isso porque a estigmatização das bruxas significava a demonização de qualquer mulher que transgredisse as regras.

10. Bruxas do Oriente

Por fim, nesta obra Elisabeth Martín, Lisa, acorda com a notícia da morte de sua amiga Nastya. Seu corpo apareceu no Parque do Ebro, na cidade de Logroño, em uma cama de galhos junto com uma grande quantia em dinheiro.

Os inspectores Daniel Garrido e Manuel Tomás estão a investigar um caso que o Departamento de Polícia e os políticos locais querem encerrar o mais rapidamente possível a poucos dias das eleições.

Continua após a publicidade

Fontes: Livro e café, Guia da Alma, Cláudia Abril

Leia também:

12 bruxas mais famosas da história

Abóboras de Halloween: por que elas são o símbolo do Dia das Bruxas?

Continua após a publicidade

Dianus Lucifero – História do deus das bruxas associado ao diabo

Bruxaria – História, itens utilizados e bruxas condenadas no Brasil

Enfeites de Halloween – Melhores decorações caseiras para dia das bruxas

Bruxas de Salem, a história do julgamento e da morte de bruxas no EUA

Continua após a publicidade

8 filmes para o Dia das Bruxas que vão deixar sua noite mais medonha

Próxima página »

Escolhidas para você