Bolinhas no braço: as 7 principais causas e o que fazer

Você sabe o que são aquelas bolinhas no braço que surgem vez por outra? Nessa matéria, explicamos o que podem ser e quais as causas. Leia!

As bolinhas no braço, mesmo sendo muito incômodas, não costumam indicar nenhum tipo de doença grave. Elas podem aparecer em pessoas de diversas idades e, geralmente, são sintomas de condições comuns, como alergia ou foliculite.

No entanto, é muito importante buscar atendimento médico, pois essas bolinhas podem revelar enfermidades crônicas e que precisam ser tratadas com cuidado. Dessa forma, caso note algo parecido, a gente recomenda que procure os profissionais da área para examinar, certo?

Para saber quais são as possíveis causas desse sintomas, listamos a seguir 7 condições relacionadas às bolinhas no braço. Confira a seguir.

Quais são as causas das bolinhas no braço?

1. Alergia na pele

Pessoa coçando o braço com bolinhas

Continua após a publicidade

Alguns tipos de alergia têm como um dos sintomas mais notáveis as bolinhas nos braços, bem como coceiras e sensibilidade na pele. As causas podem ser:

  • consumo de algum tipo de alimento ou bebida,
  • contato com plantas,
  • picadas de insetos,
  • aplicação de algum produto de beleza.

Como tratar:

O tratamento para a alergia na pele está diretamente ligado à causa da alergia. Assim, se você identificar a causa, é importante evitar o contato com a substância responsável pela reação alérgica.

Continua após a publicidade

Caso a alergia esteja causando coceira ou irritação, é possível aliviar os sintomas com o uso de loções ou cremes hidratantes específicos para pele sensível.

No entanto, se os sintomas persistirem ou se tornarem mais intensos, é recomendado buscar a avaliação de um dermatologista, que poderá prescrever o tratamento adequado, como pomadas ou medicamentos orais para alergias.

Continua após a publicidade

2. Foliculite

Foto em zoom de bolinhas no braço causada por foliculite

A foliculite é uma condição que apresenta alguns sinais no corpo, como algumas bolinhas no braço ou em outro local acometido. Normalmente, a foliculite é consequência do uso de roupas justas ou de depilação com lâmina. Em suma, a foliculite é uma inflamação dos folículos pilosos, causada por bactérias ou fungos.

Como tratar:

É importante fazer esfoliação frequentemente, sobretudo, antes de fazer a depilação. Além disso, é bom evitar o uso de roupas apertadas.

O tratamento da foliculite pode incluir o uso de antibióticos tópicos ou orais, bem como cremes ou pomadas que ajudam a aliviar a inflamação. Além disso, são necessárias medidas de higiene para evitar a propagação da infecção, tais como evitar roupas apertadas e manter a área afetada limpa e seca.

Continua após a publicidade

Quando necessário, a depilação a laser pode ser recomendada para prevenir a recorrência da foliculite. É importante consultar um dermatologista para obter orientação sobre o tratamento mais adequado para a sua condição, bem como para avaliar a gravidade da foliculite e identificar a causa.

3. Queratose pilar

Foto em zoom de pele com queratose pilar que forma bolinhas no braço

A queratose pilar é uma condição de pele que causa pequenas saliências ásperas na pele, geralmente nos braços, coxas, bochechas e nádegas. Embora o nome cause arrepios, a queratose, ou ceratose, ocorre devido à excessiva produção de queratina pela pele motivando o aparecimento das bolinhas no braço.

Como tratar:

Assim como a condição anterior, para evitar ou diminuir a queratose, é ideal utilizar roupas mais largas e mais frescas. Além disso, para um tratamento eficaz, um dermatologista pode indicar o uso de alguns ácidos e, assim, retomar o aspecto mais liso da pele.

Continua após a publicidade

O tratamento da queratose pilar visa suavizar a pele e reduzir as saliências ásperas que aparecem nos braços, coxas, bochechas e nádegas. Para isso, é necessário aplicar cremes ou loções hidratantes que ajudam a reduzir a aparência das saliências.

Produtos que contêm ácido láctico, ácido salicílico e ureia também podem ser úteis para melhorar a textura da pele. Além disso, é fundamental manter a pele limpa e hidratada para reduzir a irritação.

Em casos mais graves, um dermatologista pode prescrever medicamentos tópicos mais fortes ou procedimentos de esfoliação para ajudar a reduzir as saliências. No entanto, é importante lembrar que a queratose pilar é uma condição crônica e não tem cura. Por isso, pode ser necessário continuar o tratamento a longo prazo para manter os resultados.

4. Espinhas ou cravos

Foto de mulher de costas com ombro cheio de bolinhas causadas por acne

Continua após a publicidade

As espinhas e cravos, de modo geral, ocorrem em virtude do suor e impurezas que adentram os poros da pele, formando, assim, bolinhas no braço ou em qualquer outra parte do corpo que é revestida por tecido cutâneo.

Como tratar:

É de suma importância manter a região limpa a partir do uso de produtos próprios para peles sujeitas à acne.

Um dermatologista pode prescrever medidas de cuidados pessoais e medicamentos tópicos ou orais para tratar as condições comuns da pele, como espinhas e cravos. Para remover a sujeira e o excesso de oleosidade que obstruem os poros, é possível usar produtos de limpeza suaves.

Além disso, medicamentos tópicos, como retinoides, peróxido de benzoíla ou ácido salicílico, podem ser prescritos para reduzir a inflamação e prevenir a formação de novas lesões. Caso a condição seja mais grave, o dermatologista pode prescrever medicamentos orais, como antibióticos ou isotretinoína, que são mais fortes e eficazes para tratar espinhas e cravos.

Continua após a publicidade

Para evitar a piora da inflamação e o risco de cicatrizes, é importante não espremer ou cutucar as lesões. Manter uma rotina de cuidados com a pele, incluindo limpeza regular e hidratação adequada, também pode ajudar a prevenir o aparecimento de espinhas e cravos.

5. Herpes-zóster

Foto de bolinhas no braço causadas por herpes-zóster

O herpes-zóster é causado pelo mesmo vírus da catapora e apresenta um sintoma semelhante: o surgimento de bolinhas no braço ou em outras partes do corpo.

Como tratar:

O tratamento para herpes-zóster inclui o uso de medicamentos antivirais e analgésicos. Eles são utilizados com o objetivo de reduzir a duração e a gravidade da doença.

Continua após a publicidade

Em casos de suspeita de herpes-zóster, recomenda-se buscar auxílio médico imediatamente para que o profissional prescreva o melhor tratamento.

6. Intolerância ao glúten

Foto de pessoa coçando

Um dos sintomas que a intolerância ao glúten apresenta é a dermatite, que, aliás, pode se dar por meio de surgimento de bolinhas no braço ou pelo corpo.

Dermatite é uma inflamação na pele que pode surgir em diferentes áreas do corpo e em qualquer idade, causando sintomas, como:

Continua após a publicidade
  • vermelhidão,
  • coceira,
  • descamação e
  • formação de pequenas bolhas cheias de líquido transparente

Como tratar:

É recomendado, antes de mais nada, a mudança dos hábitos alimentares, cortando ao máximo o consumo de glúten. Além disso, os médicos podem indicar pomadas e cremes para aliviarem os sintomas, como as bolinhas no braço.

Outras causas

Outros fatores que podem deixar bolinhas nos braços são:

  • Exposição a fatores ambientais como o sol, o frio, o calor;
  • Estresse;
  • Picadas de insetos;
  • Histórico de doenças anteriores;
  • Consumo de substâncias químicas;
  • Transtornos imunológicos.

Tratamentos para as bolinhas no braço

De forma geral, as bolinhas no braço podem ser evitadas por meio de cuidados com a pele, por exemplo, higienização. Além disso, é importante tentar não ficar tocando o tempo todo a pele, pois esse ato pode contribuir para o entupimento dos poros causado pela sujeira presente nas mãos.

Outra medida importante é não espremer as espinhas, porque isso pode, não só machucar a pele, como também causar infecções, piorando o quadro.

Continua após a publicidade

Já o tratamento para as bolinhas, conforme já apresentamos no decorrer da matéria, cada causa prevê um cuidado específico. Por exemplo, a queratose pilar pode ser tratada com hidratantes e ácidos adequados; urticárias necessitam de antialérgicos.

Ademais, em casos de foliculite, é importante utilizar sabonetes antissépticos na área afetada ou a utilização de antibióticos, dependendo da gravidade da condição.

Por último, quando a causa for a acne, o tratamento se dá, na maioria das vezes, com hidratantes com ingredientes, por exemplo, ácido salicílico e ácido lático, ou tratamentos mais potentes com isotretinoína.

Fontes: Go outside, Médico responde, Terra vida e estilo

Continua após a publicidade

Bibliografia

REIS, V. M. S. dos .. (2010). Dermatoses provocadas por plantas (fitodermatoses). Anais Brasileiros De Dermatologia, 85(4), 479–489.

HERNANDEZ MORENO, Vicente J et al. Comportamiento de la IgE y las subclases de IgG en las infecciones por Staphylococcus aureus. Medicentro Electrónica, Santa Clara , v. 26, n. 3, p. 583-597, sept. 2022

 

Outras postagens