Ciência & Tecnologia

Eclipse lunar parcial mais longo vai ser visto do Brasil

O eclipse parcial lunar acontece quando apenas uma parte da Lua é coberta pela sombra, e poderá ser visto no Brasil no dia 19 de novembro

O eclipse lunar parcial mais longo dos últimos 580 anos acontece nessa sexta-feira, dia 19 de novembro, e pode ser visto no Brasil. Nesse sentido, estima-se que a Lua terá mais de 97% de sua superfície coberta pela sombra da Terra. Como consequência, surgirá uma aparência avermelhada durante o auge do fenômeno.

Portanto, será um verdadeiro espetáculo astronômico e natural, cuja visualização pode acontecer aqui no país. Além disso, outros países da América do Norte e grande parte da América do Sul também oferecerão visibilidade do eclipse lunar parcial. Por outro lado, países como a Polinésia, leste da Austrália e nordeste da Ásia entram na mistura.

Desse modo, estima-se que o evento vai acontecer por volta das 4h19 da manhã no horário de Brasília. Contudo, vai durar pouco mais de 3h, ou seja, ultrapassando as 7h da manhã. Então, para os entusiastas da Astronomia é possível acordar cedo, mas também não é preciso interferir nos ciclos do sono para visualizar o evento.

Mais ainda, especialistas estimam que pode-se ver o eclipse lunar parcial uma hora antes. Em resumo, esse é o momento em que a Lua entra na penumbra da Terra. Sendo assim, acontece um escurecimento, ainda que mais sutil, que pode ser visto a olho nu. Por fim, entenda mais a seguir:

Continua após a publicidade

O que é um eclipse lunar parcial?

A princípio, e como o próprio nome sugere, o eclipse lunar parcial acontece quando apenas uma parte da Lua é coberta pela sombra. Portanto, difere-se do eclipse total porque não há escuridão completa, já que a cobertura não é inteira no satélite. Acima de tudo, o eclipse lunar é um processo de encobrimento da Lua pela sombra da Terra durante um período de tempo.

Continua após a publicidade

Sendo assim, se trata de um fenômeno ocasional que depende principalmente da posição dos corpos celestes entre si. Em resumo, a sombra da Terra projeta-se sobre a Lua, dando origem ao eclipse. Porém, o fenômeno fica visível somente quando ocorre sobre a umbra que o planeta cria na órbita lunar.

Nesse sentido, é importante lembrar que o eclipse lunar parcial ou total acontece somente durante a fase da Lua Cheia. Sobretudo porque esse é o momento em que a Terra está inteiramente alinhada em relação ao Sol. Ou seja, é um evento relativamente raro, porque a inclinação natural da Lua em relação ao nosso planeta e a estrela do Sistema Solar dificulta esse alinhamento.

Continua após a publicidade

Como consequência, os eclipses parciais são mais frequentes do que eclipses totais. Basicamente, um eclipse total acontece quando toda a Lua está coberta pela sombra da Terra, criando uma escuridão completa que pode durar varias horas. Dessa forma, é fundamental que a Lua esteja completamente posicionada na região da umbra para que aconteça.

Por outro lado, há ainda o eclipse lunar penumbral. Em outras palavras, acontece quando a Lua é encoberta pela sombra da Terra, mas com uma sombra mais fraca. Por fim, a Lua se posiciona na faixa da penumbra, não alcançando a umbra e criando um efeito praticamente imperceptível.

Eclipse lunar parcial mais longo vai ser visto do Brasil

Como visualizar o fenômeno?

Os especialistas acreditam que o eclipse lunar parcial que vai acontecer nessa sexta-feira terá seu pico às 6h. No entanto, estima-se que nesse momento a Lua estará abaixo do horizonte no Brasil. Portanto, será difícil para que os brasileiros vejam. Sendo assim, o melhor momento para observar o evento é no começo, por volta das 4h da manhã quando ele começa propriamente.

Continua após a publicidade

Apesar disso, é fundamental levar em consideração as condições meteorológicas, porque se estiver nublado não adianta nem acordar cedo. Mais ainda, estima-se que o eclipse lunar parcial será mais visível na região Norte do que no Sul do Brasil. Ademais, os horários em que pode se observar variam de acordo com cada estado.

Acima de tudo, é importante estar em um local com pouca luminosidade, principalmente a artificial. Além disso, é fundamental buscar um espaço sem nuvens, prédios, montanhas ou árvores que possam obstruir a visão. Por fim, não é preciso usar equipamento especial para a observação, mas é interessante tê-lo para uma observação ainda mais apurada.

Entendeu sobre eclipse lunar parcial mais longo que vai ser visto do Brasil? Então leia sobre Sangue doce, o que é? Qual a explicação da Ciência

Continua após a publicidade

Próxima página »

Escolhidas para você