Curiosidades

Loki, o deus da trapaça na Mitologia Nórdica

Loki é o deus nórdico do fogo, da trapaça e da travessura, porém, apresenta uma representação ambivalente do bem e do mal.

Loki é famoso como o deus trapaceiro do panteão escandinavo. De acordo com a mitologia nórdica, Loki morava em Asgard ao lado de Odin, rei dos deuses Aesir, e Thor, o deus do trovão. Mas Loki não era um dos deuses Aesir, ele era um gigante.

A tribo Aesir era dedicada à ordem e à justiça, mas, em contrapartida, Loki se preocupava mais com seus truques do que com qualquer outra coisa. A mudança de forma de Loki poderia transformá-lo em várias coisas, mas a verdadeira forma de Loki era como um deus.

Vamos conhecer mais sua história neste artigo!

Origem

Não está claro como exatamente Loki nasceu, e não há muitos detalhes sobre os pais de Loki. Mas seu pai era um jötunn, ou criatura chamada Fárbauti.

Continua após a publicidade

O nome de seu pai significava “atacante cruel”. A mãe de Loki foi nomeada Laufey na maioria dos registros, que foi mencionada nos registros como uma deusa.

Além disso, Loki teve dois irmãos chamados Helblindi e Býleistr. Loki se casou, embora a esposa não seja muito mencionada na mitologia. A esposa de Loki era Sigyn, e ela também era uma deusa. Juntos eles tiveram um filho chamado Nari ou Narfi.

Continua após a publicidade

Mas como tantos outros deuses, Loki teve casos com outras divindades. Aliás, com uma de suas amantes, teve seus filhos mais famosos. Os filhos de Loki foram:

  • Hel, a deusa do submundo;
  • Fenrir, o lobo, cujo destino era matar Odin no final do dia;
  • Jörmungandr, uma serpente marinha que era o pior inimigo de Thor.

Símbolo de Loki

O símbolo de Loki era a cobra, e ele era frequentemente representado por duas cobras circulando uma à outra formando um símbolo S, e mordendo a cauda da outra.

Continua após a publicidade

Em termos de ‘ poderes ‘, a principal habilidade do deus trapaceiro parece ter sido mudar de forma, e ele costumava usar isso para se esquivar de situações difíceis ou enganar alguém para que contasse um segredo.

Apesar do fato de Loki ter causado muitos problemas para os deuses nórdicos, ele era bem-vindo em Asgard e quase sempre perdoado por suas ações.

Mitos em torno de Loki

As maçãs de Asgard

Loki aparece em muitas histórias da mitologia nórdica, geralmente criando problemas para os deuses nórdicos resolver. Por exemplo, em uma ocasião ele ajudou um gigante a roubar as maçãs da vida eterna que crescem em Asgard e preservam a juventude e o vigor dos deuses Aesir.

Isso deixou os deuses velhos e enrugados, e o deus trapaceiro foi forçado a recuperar as maçãs e prometer nunca mais fazer algo tão imprudente. Uma promessa que ele não cumpriu.

Continua após a publicidade

Os cabelos de Sif

Entretanto, as ações maliciosas de Loki às vezes beneficiavam os deuses. Por exemplo, em uma história nórdica, ele cortou o lindo cabelo dourado da esposa de Thor, Sif, que provavelmente deveria simbolizar uma colheita dourada.

Enfurecido, Thor exigiu que o deus trapaceiro substituísse o cabelo por algo tão bom, ou sofreria as consequências. A fim de atender a essa demanda, Loki foi até os anões e pediu que eles fizessem uma peruca de finos fios de ouro para Sif, e a encantassem para que crescesse em sua cabeça.

Além de conseguir isso, enquanto com os anões, Loki também adquiriu Mjolnir, o poderoso martelo de Thor, Gungnir, a lança encantada de Odin, Draupnir e vários outros tesouros. Tudo isso ele presenteou aos vários deuses Aesir.

O roubo do martelo

Além disso, embora Loki e Thor não fossem irmãos, ele também às vezes acompanhava Thor em suas missões. Por exemplo, quando o rei dos gigantes roubou o martelo de Thor, Loki convenceu Thor a se disfarçar de Freya, com quem o rei gigante queria desesperadamente se casar, a fim de enganar o gigante para revelar a localização do martelo para que ele pudesse ser recuperado.

Continua após a publicidade

Loki acompanhou Thor até a casa do gigante e ajudou a convencer o gigante de que Thor era de fato Freya, permitindo que Thor recuperasse seu martelo e matasse o gigante.

Morte de Balder

Loki tem um papel significativo em jogo no Ragnarok, o profetizado fim dos dias na mitologia nórdica. Seu papel começa muito antes do início do próprio apocalipse, com a morte de Balder.

Balder era filho de Odin e Frigg, e era o mais belo, nobre e amado de todos os deuses nórdicos. Desesperada para proteger seu filho de todo mal, Frigg deu a volta e garantiu um juramento de todos os seres vivos do universo de que nunca machucariam Balder, ou ajudariam a machucá-lo.

Isso basicamente tornava Balder invencível, algo que divertia os outros deuses, que muitas vezes jogavam armas em Balder pelo prazer de vê-los ricochetear nele, causando nenhum dano.

Continua após a publicidade

Loki, com ciúmes de Balder e geralmente sempre procurando uma maneira de causar problemas, usou suas habilidades de metamorfose para enganar Frigg e dizer a ele que ela pode ter esquecido de garantir o juramento da humilde planta de visco.

Aprendendo esta informação, Loki imediatamente fez um dardo de visco e enganou o irmão cego de Balder, Hod, para jogá-lo em Balder como parte do jogo regular dos deuses. Aquilo o atingiu imediatamente, para a surpresa de todos os deuses.

Expulsão de Loki e o Ragnarok

Após a morte de Balder, Odin implorou a Hel, filha de Loki e guardiã do submundo, para permitir que Balder voltasse a Asgard, explicando a ela que o mundo não deveria ser roubado desse ser tão amado.

Hel realmente concordou em devolver Balder, mas apenas com a condição de que todos os seres vivos do universo chorassem por ele. E isso eles fizeram, exceto por uma giganta, que era Loki disfarçado. Como tal, Balder não pôde retornar.

Continua após a publicidade

Por sua parte em sua tragédia, o deus trapaceiro foi finalmente expulso de Asgard pelos deuses Aesir. Eles acorrentaram o vilão a duas pedras, pendurando uma cobra venenosa acima de sua cabeça para pingar veneno doloroso em seu rosto.

A esposa leal de Loki, Sigyn, tenta proteger Loki dessa dor pegando o veneno em uma tigela, mas quando ela deve sair para esvaziar a tigela, Loki é infligido com a dor do veneno, e são seus tremores que causam terremotos.

Quando chegar a hora do próprio Ragnarok, é profetizado que Loki soltará suas correntes e se juntará ao movimento gigante contra os deuses Aesir. Durante a batalha, é predito que ele enfrentará Heimdall em uma batalha corpo a corpo e que os dois matarão um ao outro.

Curiosidades sobre o deus nórdico

1) Origem familiar de Loki

Loki, quem foi? Origem, história e curiosidades sobre o deus nórdico
Fonte: Legião dos Heróis

Em suma, os quadrinhos e o universo cinematográfico da Marvel apresentam Laufey como um horrendo gigante de gelo e pai de Loki. Contudo, na mitologia nórdica Laufey é uma mulher, mais especificamente uma gigante de gelo frágil que gerou Loki. Portanto, pode-se dizer que há uma representação dupla dessa figura na origem familiar do deus nórdico.

Continua após a publicidade

2) Outra mãe

Loki, quem foi? Origem, história e curiosidades sobre o deus nórdico
Fonte: Legião dos Herois

A princípio, Laufey é uma das várias mães de Loki, tendo em vista que existem diversas versões sobre a origem desse deus nórdico. Nesse sentido, cabe citar que Odin e Frigga são os pais adotivos dele na versão narrada pelos quadrinhos.

Porém, Farbauti é uma de suas outras mães verdadeiras citada somente uma vez nos quadrinhos. Aliás, na mitologia nórdica o nome do pai de Loki é Farbaut, criando mais uma vez uma representação dupla.

3) Loki no quadrinho de 30 mil dólares

Loki, quem foi? Origem, história e curiosidades sobre o deus nórdico
Fonte: Legião dos Heróis

A aparição inicial do deus Loki nos quadrinhos aconteceu em 1949, na revista Timely Comics. Posteriormente, o personagem retornou em Journey Into Mystery 85, publicada em 1962. Curiosamente, essa edição em quadrinhos apresenta Asgard pela primeira vez, o que fez com que a revista fosse leiloada por 30 mil dólares recentemente.

4) A versão ruiva de Loki

Loki, quem foi? Origem, história e curiosidades sobre o deus nórdico
Fonte: Legião dos Herois

Como citado anteriormente, a estreia de Loki aconteceu na Timely Comics em 1949. Contudo, o deus nórdico esteve presente no grupo Deuses do Olimpo, em uma versão ruiva. Depois disso, ele foi banido por suas ações e condenado a vagar no submundo, mas acabou fazendo um acordo com Júpiter para que voltasse a terra e espalhasse o caos.

Continua após a publicidade

5) A versão feminina de Loki

Loki, quem foi? Origem, história e curiosidades sobre o deus nórdico
Fonte: Legião dos Herois

A princípio, em Loki: Agent of Asgard há uma alternância do personagem entre um corpo masculino e feminino. Porém, relatos anteriores após um dos Ragnaroks narram que o deus trapaceiro foi morto e ressuscitou escondido no corpo de Lady Sif. Desse modo, manteve sua essência em segredo enquanto criava artimanhas para conquistar o trono de Asgard através dela.

6) Reencarnação e infância

Loki, quem foi? Origem, história e curiosidades sobre o deus nórdico
Fonte: Legião dos Herois

Sobretudo, Loki foi brutalmente assassinado pelo Sentinela na saga O Cerco, mas retornou como um ladrão de rua encontrado por Thor. Posteriormente, uniu-se aos Jovens Vingadores, mas retornou à sua versão adulta após um feitiço de Wiccano.

7) Pansexual

Loki, quem foi? Origem, história e curiosidades sobre o deus nórdico
Fonte: Legião dos Herois

A confirmação de Loki como pansexual aconteceu em Loki: Agent of Asgard. Contudo, desde sua criação o personagem se afirma como uma pessoa que sente atração tanto por homens quanto por mulheres. Sendo assim, é um dos primeiros representantes em quadrinhos cuja história se relaciona abertamente com sexualidade.

8) Citação de O Mágico de Oz

Ilustração do personagem cantando no chuveiro para exemplificação do item
Fonte: Legião dos Herois

Curiosamente, Loki: Agent os Asgard começa com o deus nórdico cantando um trecho de The Wizard and I, do famoso musical Wicked. Contudo, há a mudança de algumas palavras para que a sua própria história encaixe na canção.

Continua após a publicidade

9) Loki no cinema

Fotografia do personagem nos cinemas para ilustração do item
Fonte: Legião dos Herois

Primeiramente, o Loki das telinhas atualmente é representado pelo ator Tom Hiddleston. Porém, outros atores foram considerados para viver o personagem, como Josh Hartnett e até Jim Carrey.

10) Criador de um Sentinela

Ilustração de um Sentinela para exemplificação do item
Fonte: Legião dos Herois

Por fim, dentre as maiores criações de Loki encontra-se um Sentinela, feito especialmente para eliminar Thor. Além disso, esse deus nórdico também foi responsável por criar vilões como o Destruidor e o Homem-Absorvente.

E aí, gostou de conhecer o deus trapaceiro, Loki? Então leia sobre: Mitologia nórdica: origem, deuses, símbolos e lendas

Fontes: InfoEscola | Caminho Pagão | Historiador | Escola Educação | Legião dos Heróis 

Continua após a publicidade

Veja histórias de outros deuses que podem interessar:

Conheça Freya, a deusa mais bela da mitologia nórdica
Hel – Quem é a deusa do reino dos mortos da mitologia nórdica
Forseti, o deus da justiça da mitologia nórdica
Frigga, a deusa-mãe da Mitologia Nórdica
Vidar, um dos deuses mais fortes da mitologia nórdica
Njord, um dos deuses mais reverenciados da mitologia nórdica
Sif, a deusa nórdica da fertilidade da colheita e esposa de Thor
Tyr, o deus da guerra e o mais corajoso da mitologia nórdica

Próxima página »

Escolhidas para você