Curiosidades

Quaresma: significado, origem e tradições do período

Você sabe o que significam a Quaresma, aqueles 40 dias entre o Carnaval e a Páscoa? Descubra o real significado para o período.

Você pode até não saber o que é a Quaresma, mas, provavelmente, você já ouviu falar no assunto. Para quem não entende o significado dessa época do ano, ela consiste no período de 40 dias após o Carnaval.

Esta, aliás, é considerada uma época de jejum, orações e penitências. E, sobretudo, antecedem a principal celebração cristã: a Páscoa.

Na Igreja Católica, no entanto, esses últimos sete dias antes do domingo de Páscoa também são entendidos como momentos de contrição. Ou seja, uma época de oração por causa da Semana Santa (mas isso é um assunto para uma outra matéria).

Quaresma: significado, origem e tradições do período

O significado da Quaresma

Comemorada desde o século IV, a Quaresma, portanto, tem início na Quarta-feira de Cinzas. Ou seja, um dia após a terça-feira de Carnaval. Aliás, é nessa quarta-feira que se comemora o fim da mortalidade.

Inclusive, neste dia, durante uma cerimônia na Igreja Católica, marca-se a testa dos fiéis com cinzas. É desta simbologia, portanto, que vem no nome “Quarta-feira de cinzas”.

A Quaresmo, então, só se encerra 40 dias mais tarde, como já mencionamos. Assim, seu fim chega com o Domingo de Ramos, um domingo antes da Páscoa.

Sobre o real significado do período, a Quaresma se trata de uma preparação para a Páscoa. Isso porque a festa da Páscoa significa um tempo de renovação devido à Ressurreição de Jesus Cristo após a crucificação.

Por que 40 dias?

Segundo o catolicismo, esses 40 dias de reflexão e de penitência relembram os 40 dias que Jesus passou no deserto. Conforme a Bíblia, aliás, neste período, ele foi tentado por Satanás a renunciar sua missão de salvar a humanidade do pecado.

Mas, não é só na Quaresma que o número 40 aparece. Em várias passagens do Livro Sagrado do Cristianismo, aliás, este intervalo de tempo (em dias ou anos) é visto como um tormento que antecede fatos importantes.

Quaresma: significado, origem e tradições do período

Na época do dilúvio, por exemplo, foram 40 dias de chuvas incessantes. Moisés também passou 40 dias no Monte Sinais e o povo de Israel peregrinou por 40 anos no deserto. Interessante, não?

Quaresma para os católicos

Com relação aos 40 dias da Quaresma, além de vigiar seus atos e pensamentos, é comum também que os católicos guardem jejum, especialmente de carne vermelha.

Alguns se abstém desse alimento apenas nas quartas e sextas-feiras, em menção à Quarta-feira de Cinzas e à Sexta-feira da Paixão, dia em que se relembra a morte de Jesus.

Além disso, durante a Quaresma, a Igreja Católica é enfeitada com panos roxos, assim como passa a ser as vestes dos padres, simbolizando a tristeza e a dor vivida por Jesus.

Quaresma para os evangélicos

Apesar de muitos fiéis de outras religiões cristãs se juntarem à vigília da Quaresma para viver a ressurreição de Cristo devidamente, é preciso dizer que os evangélicos encaram esses 40 dias de outra forma.

Mesmo não havendo mau algum em se preparar para a festa da Páscoa, os evangélicos pregam, por exemplo, que o jejum, a vigilância e oração deve ser uma prática diária em busca do perdão, e não somente em determinada época do ano.

Quaresma: significado, origem e tradições do período

E então, você conhecia o significado da Quaresma? Como sua religião celebra essa época entre o Carnaval e a Páscoa? Não deixe de nos contar nos comentários.

Agora, falando em datas das quais você pode gostar de descobrir o significado, esse outro post também pode ser bem interessante: Dia de Ação de Graças: o que é e qual a origem do Thanksgiving Day.

Fonte: Significados, Canção Nova, Estudos Gospel

Próxima página »

Escolhidas para você