Sexta-Feira Santa: significado da data e costumes

A Sexta-feira Santa é um dia importante para o cristianismo, mas você sabe o verdadeiro significado da data? Saiba em detalhes o porquê.

Sexta-Feira Santa: significado da data e costumes

A Sexta-feira Santa, também conhecida como Sexta-feira da Paixão, é o dia em que os cristãos relembram a morte de Jesus Cristo. É o dia mais triste e solene da Semana Santa, que marca o sacrifício de Cristo na cruz em prol da humanidade, segundo o Novo Testamento.

De foram geral, a  Sexta-Feira Santa é um feriado móvel. Ou seja, a cada ano, ele acontece em uma data diferente.

Os fiéis comemoram a Sexta-feira Santa na semana que antecede a Páscoa. Ela ocorre sempre na primeira lua cheia após o equinócio de outono no hemisfério sul (ou equinócio de primavera no hemisfério norte), e pode ocorrer entre os dias 22 de março e 25 de abril.

A Sexta-feira Santa é o último dia da Quaresma, que é um período de 40 dias de penitência e reflexão para os cristãos. Durante esse tempo, os fiéis são convidados a praticar o jejum, a abstinência e a caridade, como forma de se prepararem para a celebração da Páscoa.

Continua após a publicidade

Costumes e rituais da Sexta-Feira Santa

Na Igreja Católica Romana

Na Igreja Católica Romana, os fiéis devem fazer uma refeição leve e a não consumir carne na Sexta-feira Santa, que é considerada um dia de jejum e abstinência. É também um dia de profundo silêncio e reflexão, por isso não há celebrações eucarísticas.

No entanto, as igrejas realizam a Via Sacra, uma cerimônia que lembra o caminho percorrido por Jesus até a sua crucificação, e a veneração da cruz, onde os fiéis lembram da cruz que representa o sacrifício de Jesus.

Continua após a publicidade

Além disso, a Sexta-feira Santa é um dia de oração pelos pobres e necessitados, e muitas comunidades católicas realizam ações de caridade nesse dia.

Nas Igrejas Católicas Ortodoxa e orientais

Nas Igrejas Católicas Ortodoxa e Orientais, a Sexta-feira Santa é conhecida como Sexta-feira da Paixão. É um dia de jejum absoluto, ou seja, os fiéis não consomem nenhum tipo de alimento.

Continua após a publicidade

Nesse dia, são realizadas liturgias que lembram a crucificação de Jesus, e a cerimônia do Enterro do Senhor, onde a imagem de Jesus é colocada em um sepulcro.

À noite, faz-se uma procissão com velas e cânticos, em memória à descida da cruz. Na manhã do sábado, há uma celebração da Ressurreição, onde se celebra a vitória de Jesus sobre a morte.

No Anglicanismo

No Anglicanismo, a Sexta-feira Santa é um dia de jejum e abstinência, e muitas igrejas realizam a Via Sacra e a cerimônia da adoração da cruz.

Além disso, é comum a leitura dos relatos da Paixão de Jesus nos Evangelhos, e a meditação sobre o significado da morte e ressurreição de Cristo.

Continua após a publicidade

Algumas igrejas anglicanas também realizam a cerimônia do Lava-Pés, onde o sacerdote lava os pés de membros da comunidade como símbolo de humildade e serviço.

Nas outras vertentes do protestantismo

Nas outras vertentes do protestantismo, a Sexta-feira Santa é um dia de oração e reflexão sobre a morte de Jesus. Muitas igrejas realizam a leitura dos Evangelhos dos relatos da Paixão, a adoração da cruz e a Via Sacra.

Alguns grupos protestantes também realizam cerimônias de comunhão e a celebração da Ceia do Senhor nesse dia.

Durante a Sexta-feira Santa, um momento de profundo respeito e devoção, geralmente convida-se os fiéis a lembrar o sacrifício de Jesus na cruz e a renovar sua fé na ressurreição e na vida eterna.

Continua após a publicidade

Por que não se come carne vermelha na Sexta-Feira Santa?

A tradição de não comer carne vermelha na Sexta-feira Santa tem origem na Igreja Católica. O objetivo era lembrar o sacrifício de Jesus na cruz. De acordo com a doutrina católica, Jesus foi crucificado na sexta-feira da Paixão, e a comunidade convida os fiéis a fazerem penitência nesse dia.

O jejum e a abstinência de carne vermelha são práticas comuns durante a Quaresma. Esse  período de 40 dias antecede a Páscoa, e o jejum e a abstinência são uma forma de se preparar para a celebração da ressurreição de Cristo.

A abstinência de carne vermelha na Sexta-feira Santa tem um significado simbólico. Isso porque a carne vermelha era considerada um alimento de luxo na época de Jesus. A abstinência era uma forma de se solidarizar com os pobres e necessitados.

Vale ressaltar que a abstinência de carne vermelha na Sexta-feira Santa é uma prática católica, e não é obrigatória em outras denominações cristãs. Algumas igrejas recomendam o jejum e a abstinência nesse dia, mas cada comunidade tem suas próprias tradições e práticas religiosas.

Continua após a publicidade

Você gostou dessa matéria? Então você também vai gostar dessa: Páscoa: o que é e qual o significado dessa época do ano?

Fonte: CNP CalendarrPortal das Missões, Significados

Outras postagens