10 alimentos que causam depressão e você não sabe

Na busca pela boa forma ou pelo simples prazer que de comer, as pessoas acabam se jogando nas mais variadas “loucuras alimentares”, digamos assim. E são nesses momentos, normalmente, que nos deparamos com alguns tipos de alimentos que causam depressão e que a maioria de nós não poderia jamais imaginar.

Isso porque não são apenas as gordices, daqueles dias “jacada” que podem nos deixar depressivos. Ao contrário do que muita gente acha, comidas feitas para quem está tentando perder alguns quilinhos ou para quem não quer engordar também podem ser considerados alimentos que causam depressão.

Quer um bom exemplo? Aquele refri zero açúcar que você não abre mão, mesmo quando manda para dentro aquele sanduba cheio de queijo derretido e uma bela porção de fritas. Embora esse tipo de bebida não tenha açúcar, a quantidade de sódio que elas contém e o próprio adoçante artificial podem engordar você e deixar você deprimido. Sabia?

13

Isso, claro, sem contar o próprio sanduíche do exemplo anterior e a porção de fritas, que além de serem um veneno ao seu organismo pelas razões óbvias, também estão entre os alimentos que causam depressão. Complicado, não acha?

Mas, isso não para por aí. Na lista abaixo você vai conhecer algumas outras comidinhas que você ama, mas que podem estar destruindo seu emocional.

Conheça 10 alimentos que causam depressão e você não sabe:

1. Alimentos 0% gordura

1

Se você escolhe alimentos com baixo teor de gordura, como os do tipo “zero”, acredite, você pode estar colocando sua saúde emocional em risco. Esses são ótimos exemplos de alimentos que causam depressão devido às enormes quantidades de sódio que têm na composição e que afeta diretamente nosso sistema neurológico, além de causar inchaço.

2. Fast food

2

Sabe aquelas “porcarias” que você vive devorando por aí e que você tem a impressão que deixam você mais feliz, como um belo sanduíche ou mesmo aquele brigadeiro de panela que você come todo? Acredite, a euforia que eles causam é passageira e eles entram na lista de alimentos que causam depressão.

Isso porque os fast foods ou junk  foods contém altíssimos níveis de açúcar, sal (sódio), gorduras, conservantes e corantes. Todos esses ingredientes combinados deixam as pessoas mais irritadas e, às vezes, mais agressivas. E, claro, mais gordas e doentes também.

3. Adoçantes artificiais

3

Isso mesmo, o adoçante que você usa para adoçar suas bebidas quando resolve fazer dieta e até mesmo aquele que está na composição dos refrigerantes zero açúcar podem estar deixando você mais triste.

Embora as pessoas os consumam devido à baixa caloria, a verdade é que eles provocam uma queda brusca na serotonina, responsável por nos deixar de bom humor. Isso, claro, sem contar que eles causam mais fome, especialmente por carboidratos; e, por isso, podem fazer as pessoas ganharem peso.

4. Açúcar refinado

4

Muito presente na confeitaria, como na produção de pães, bolos e doces; o açúcar refinado, com certeza, é um dos alimentos que causam depressão. Isso porque esse tipo de açúcar, além de ser revertido em gordura, ainda diminuiu os níveis de energia do corpo e faz com que as pessoas se sintam mais cansadas.

Agora, se você parar completamente de comer açúcar (por mais impossível que possa aparecer), os resultados podem ser incríveis, como você já conferiu nessa outra matéria.

5. Cafeína

5

Claro que se você beber uma ou duas xícaras de café por dia, nada de muito sério vai acontecer. No entanto, se consumida em grandes quantidades, a cafeína pode trazer consequências graves à saúde e pode até mesmo deixar você depressivo.

Isso porque os principais efeitos colaterais desse composto químico, como a insônia; afetam  as pessoas negativamente, as deixando mais nervosas, por exemplo. Mas, é melhor ficar de olho no que você bebe, porque cafeína não está presente apenas no café, mas também nos refrigerantes, em alguns chás e nas bebidas energéticas.

6. Bebidas alcoólicas

6

Sim, um dos primeiros efeitos do álcool no corpo é o relaxamento e o estado eufórico. No entanto, as bebidas alcoólicas são “falsas amigas” e, depois desse primeiro momento, costumam deixar as pessoas deprimidas. Aliás, se consumidas todos os dias, as bebidas alcoólicas viciam e estão também entre os alimentos que causam depressão.

E, claro, esses não são os únicos efeitos negativos do consumo excessivo de álcool. Como você já conferiu por aqui, bebidas alcoólicas podem ser extremamente tóxicas se misturadas com energéticos.

7. (Falta de) carboidratos

7

Alguma vez você já tentou radicalizar para emagrecer e cortou os carboidratos de sua dieta? Se fez isso, com certeza, percebeu sozinho que esta é uma péssima ideia. Não é mesmo?

Assim como nos demais casos, o excesso de carboidratos na alimentação é prejudicial, no entanto, os carboidratos são fontes de energia para nosso organismo. A falta desse grupo de alimentos também deixa baixos os níveis de serotonina e, com isso, as pessoas tendem a ficar depressivas e irritadas.

8. Comida processada

8

Macarrão instantâneo, salgadinhos (como Cheetos e Doritos, feitos para viciar você), sorvete, biscoitos, pizza, hambúrguer e tudo o mais que você costuma comprar pronto, no supermercado, pode ser chamado de comida processada. Como você já deve ter percebido, esses alimentos são ricos em carboidratos e causam um impacto terrível dos níveis de açúcar no sangue. Isso, claro, depois de uma bomba inicial de insulina. Outras consequências são a fadiga, a irritabilidade e a tristeza.

9. Óleos hidrogenados

14

Margarinas e as frituras que você compra em redes de fast food, como batatas fritas e nuggets; são ricas em óleos hidrogenados vegetal e animal. E, embora elas causem uma euforia inicial e momentânea; esses são alimentos que causam depressão. Além disso, eles bloqueiam as artérias, dificultando que os sangue chegue adequadamente ao cérebro.

10. Comidas de alto índice glicêmico

12

Sabe o que são alimentos de alto nível glicêmico? São aqueles ricos em moléculas de açúcar que aumentam os níveis de glicose em nosso organismo e, claro, são alimentos que causam depressão. Isso porque eles provocam uma produção excessiva de insulina, que acaba estimulando o apetite.

10

Mas, em longo prazo, essa descompensação no organismo e o consumo crescente de açúcar e de carboidratos podem causar diabetes tipo 2 e obesidade.

E, por falar em alimentos perigosos, você precisa conhecer também: 10 alimentos que viciam mais que cocaína.

Fonte: Revista Glamour