Ciência & Tecnologia

Brasil está no topo do ranking de emissão de gases poluentes no mundo

Uma nova pesquisa da Carbon Brief revelou que o Brasil está em quarto no ranking de emissão de poluentes no mundo atualmente.

Em primeiro lugar, a emissão de gases poluentes refere-se à produção de substâncias químicas que geram poluição atmosférica. Nesse sentido, afetam a atmosfera terrestre criando problemas ambientais e na saúde humana. Sobretudo, a contaminação por gases, partículas sólidas e líquidos em suspensão prevalecem como protagonistas nessa questão.

No geral, uma pesquisa recente sobre o histórico da emissão de gases poluentes no mundo colocou o Brasil em foco. Em resumo, o país está em 4º no ranking de maior quantidade de liberação de gás carbônico na natureza. Dessa forma, cabe citar ainda que a pesquisa considerou dados desde 1850.

Por outro lado, a China é a segunda maior emissora de gases do efeito estufa. Contudo, os Estados Unidos ainda permanece em primeiro lugar. Basicamente, a pesquisa partiu da Carbon Brief, que contabiliza dados dessa natureza. Além disso, analisa a queima de combustível fóssil, mudanças no uso do solo, produção de cimento e desmatamento.

Mais especificamente, a pesquisa apontou que o Brasil emitiu mais de 112,9 bilhões de toneladas entre 1850 e 2021. Acima de tudo, essas taxas partem principalmente do manuseio do solo, comum na agricultura. No entanto, cabe destacar que a partir da pesquisa mais recente o país entrou no top 5 pela primeira vez, o que demonstra um agravamento dessa situação.

Brasil está no topo do ranking de emissão de gases poluentes no mundo
Gráfico de emissão de poluentes por país em bilhões de tonelada

Emissão de gases poluentes no Brasil

A princípio, o destaque dessa pesquisa inclui a adição do Brasil e da Indonésia como grandes emissores. Em resumo, essa mudança surgiu em decorrência da liberação de CO2 nos últimos 171 anos. Apesar disso, é fundamental mapear a origem da emissão de poluentes que colocou o país numa posição tão alta.

Sobretudo, os valores no Brasil partem do desmatamento e uso do solo para pecuária e agricultura. Portanto, difere-se de países como Estados Unidos, China e Rússia que também estão no top 5. Basicamente, esses países entraram no topo do ranking em decorrência da queima de combustíveis fósseis, em especial nas industrias.

Continua após a publicidade

Mais ainda, de acordo com o Marcio Astrini, secretário-executivo do Observatório do Clima, a situação é urgente. Nesse sentido, estima-se que 80% da emissão de gases poluentes no Brasil nos últimos 30 anos decorre do desmatamento. Ademais, também do uso de solo na pecuária.

Acima de tudo, a discussão entrou em voga nesse período por conta da COP26. Em outras palavras, consiste num encontro de líderes de 100 países para negociar novos compromissos para garantir a meta do Acordo de Paris. Ou seja, de manter o aquecimento global em 1,5ºC com mediação da Organização das Nações Unidas.

Primeiramente, a COP26 significa Conferência das Partes da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas. Nesse contexto, consiste num órgão supremo da tomada de decisões na convenção da ONU. Sendo assim, acontecerá em Glasglow, Reino Unido no próximo dia 31 de outubro a 12 de novembro.

Portanto, a expectativa é ter a presença física de 120 chefes de Estado e de governo, mas também com participação online. Dessa maneira, pode-se discutir novas estratégias na luta contra a crise climática no mundo. Além disso, haverá a presença de milhares de representantes de governos, empresas e da sociedade civil.

Brasil está no topo do ranking de emissão de gases poluentes no mundo

O que o ranking representa?

A princípio, o plano do governo brasileiro na reunião sobre a emissão de gases poluentes é desmentir a afirmação de que o país é um grande emissor. Desse modo, ainda firamará um compromisso voluntário de cortar em 43% as emissões até 2030. Sobretudo, pesquisadores e analistas da crise ambiental veem essa meta como ambiciosa e difícil, mas não impossível.

Continua após a publicidade

Apesar disso, sabe-se que o Brasil será um dos países com maior foco e pressão, em especial pelo crescimento do desmatamento e queimadas. Além disso, a ONU não vê as decisões do atual governo com bons olhos. Em outras palavras, está em conflito com o presidente desde o início de seu mandato.

Ainda que haja uma movimentação de apresentar outros dados para comprovar que a situação no país é diferente do que a pesquisa mostra, existem dados importantes. Em resumo, a pesquisa apontou que entre os 20 maiores poluidores, o Brasil é lider na categoria desmatamento. Ademais, lidera as emissões de gases poluentes por conta da exploração do solo.

Sendo assim, representantes do governo planejam utilizar pesquisas que desconsideram o desmatamento na contabilidade. Dessa forma, o Brasil se torna o sétimo no ranking de emissão de gases poluentes. Ou seja, seria responsável somente por cerca de 3% do total na atmosfera, e não 5%. Por fim, resta aguardar a reunião da COP26 para maiores informações sobre o tema.

Aprendeu sobre a relação entre emissão de gases poluentes e o Brasil? Então leia sobre Sangue doce, o que é? Qual a explicação da Ciência

Próxima página »

Escolhidas para você