25 curiosidades geográficas que você talvez nunca ouviu

O planeta Terra tem muitas curiosidades sobre a geografia, que talvez você nunca ouviu falar. Neste artigo, apresentaremos 25 delas. Leia!

Curiosidades sobre geografia

Você conhece algumas curiosidades sobre geografia? Pode parecer algo de interesse apenas escolar, mas não. A geografia é uma área do saber que traz muitas curiosidades para nós, por ser uma ciência bastante abrangente.

Na matéria a seguir, vamos listar 20 curiosidades sobre geografia que vão te interessar muito, e te levarão a desejar conhecê-las de perto.

20 curiosidades fascinantes sobre a geografia

1. O Ponto Nemo é o lugar mais remoto da Terra

O Ponto Nemo, também conhecido como o “Polo de Inacessibilidade” do Oceano Pacífico, é o ponto mais distante de qualquer massa de terra na superfície do planeta. É considerado o local mais isolado e inacessível do planeta.

O Ponto Nemo está localizado no Pacífico, a aproximadamente 2.688 km de distância de qualquer ponto de terra mais próximo. As coordenadas exatas são aproximadamente 48°52.6′S 123°23.6′W. Essas coordenadas são encontradas a cerca de 1.450 milhas náuticas (2.688 km) de três ilhas remotas: a Ilha Ducie (pertencente ao Reino Unido), a Ilha Maher (Chile) e a Ilha Motu Nui (Chile e localizada na Ilha de Páscoa).

Continua após a publicidade

O nome “Nemo” é uma referência ao Capitão Nemo, personagem do livro “Vinte Mil Léguas Submarinas” de Júlio Verne. Essa designação destaca a ideia de isolamento e distância extrema associada a esse ponto no oceano.

Devido à sua localização remota, o Ponto Nemo é geralmente inacessível para visitação humana, não sendo possível chegar lá por meios convencionais. Sua distância das rotas de navegação e das áreas habitadas faz com que seja pouco frequentado. É um lugar de extrema tranquilidade e isolamento.

Continua após a publicidade

2. A Antártida é o maior deserto do mundo

Certamente você imagina que o maior deserto é o Saara. Contudo, a definição de deserto é realmente apenas uma área de terra que recebe pouca ou nenhuma chuva.

Com essa definição em mente, o maior deserto do mundo é a Antártida. O Deserto Polar Antártico cobre uma extensão de 13.829.430 quilômetros quadrados, e sua água está principalmente bloqueada em geleiras e mantos de gelo, deixando pouco para plantas e animais.

Continua após a publicidade

O deserto polar antártico abrange a maior parte da superfície da Antártida, que é o continente mais austral do mundo e uma das curiosidades da geografia. Com temperaturas extremamente baixas, geralmente abaixo de zero, e ventos fortes, a região é conhecida por suas condições climáticas adversas. As temperaturas médias no inverno podem chegar a -40 °C, enquanto no verão ficam em torno de -20 °C.

Devido às condições extremas, a vida animal e vegetal na região é limitada. Algumas espécies adaptadas, como pinguins, focas e aves marinhas, conseguem sobreviver nas áreas costeiras, onde a presença de gelo marinho proporciona recursos alimentares. No entanto, o interior do deserto polar antártico é praticamente estéril, com poucas formas de vida visíveis a olho nu.

3. 90% da população mundial vive no hemisfério norte

Existem mais de 8 bilhões de pessoas vivendo no mundo, das quais 90% estão no hemisfério norte.

Por outro lado, o hemisfério Sul, que inclui continentes como a África, a Oceania e a América do Sul, abriga uma menor proporção da população mundial. Estima-se que cerca de 10% da população global resida no hemisfério Sul.

Continua após a publicidade

É importante ressaltar que essas estimativas são aproximadas e podem variar dependendo das fontes e dos critérios utilizados para determinar a distribuição populacional entre os hemisférios. Além disso, a população mundial está sujeita a mudanças ao longo do tempo devido a fatores como crescimento demográfico, migração e outros eventos socioeconômicos.

4. A Rússia é tão grande que tem 11 fusos horários

A Rússia é o maior país do mundo, por isso faz sentido que sua terra se espalhe por várias zonas horárias. O país abrange 11 fusos horários no total, o que significa que os russos em uma extremidade do país podem estar começando o dia, enquanto os russos na outra extremidade estão ao final do dia. Assim, em número de fusos, o país só perde para a França, que conta com 12 no total.

É curioso também o caso da China, já que o fuso horário do país é único. Mesmo diante do tamanho de seu território (quase 9,6 milhões de km², sendo o 3º país do mundo em área terrestre), a China segue seu próprio modelo de organização de tempo, que é um único horário.

O Brasil possui 4 fusos horários.

Continua após a publicidade

5. A África é o único continente que se encontra nos 4 hemisférios

O mundo é dividido em quatro hemisférios baseados no Equador e no Meridiano Principal. Enquanto alguns continentes se dividem em dois hemisférios, a África é o único continente que fica entre os quatro.

Além disso, a África se estende tanto para o leste quanto para o oeste do Meridiano de Greenwich, que é usado como referência para determinar os hemisférios Leste e Oeste. Portanto, a África é o único continente que está presente em todos esses quatro hemisférios do planeta.

6. O Canadá possui mais da metade dos lagos de água doce do mundo

O Canadá é o segundo maior país do mundo, por isso pode não ser uma surpresa que tenha muitos lagos. Mas pode chocá-lo que o país tenha mais de 3 mil lagos de água doce, ou seja, 9% do país é coberto por água doce.

Entre esses lagos, destaca-se o Grande Lago do Urso, nos territórios do noroeste do Canadá, o maior lago totalmente localizado dentro das fronteiras do país. Além disso, o Lago Superior, que faz parte do sistema dos Grandes Lagos da América do Norte, é compartilhado pelo Canadá e pelos Estados Unidos, sendo o maior lago de água doce do mundo em área.

Continua após a publicidade

7. A China e a Rússia fazem fronteira com 14 países

Embora a China tenha um pouco mais da metade do tamanho da Rússia – o maior país do mundo – eles compartilham o mesmo número de vizinhos terrestres.

Dessa forma, os 14 países que fazem fronteira com a China são: Índia, Paquistão, Afeganistão, Tajiquistão, Quirguistão, Cazaquistão, Mongólia, Rússia, Coreia do Norte, Vietnã, Laos, Mianmar, Butão e Nepal.

8. Existe um mar abaixo do nível do mar

O Mar Morto, que fica entre Israel e a Jordânia, está atualmente quase 500 metros abaixo do nível do mar e fica mais baixo a cada ano. É o resultado da evaporação e dos humanos desviando a água que, de outra forma, refrescaria o lago.

O Mar Morto está localizado no Oriente Médio, entre Israel e a Jordânia. O Mar Morto é famoso por sua alta salinidade, sendo considerado o corpo de água mais salgado do mundo. A elevada concentração de sal e minerais nele torna impossível a vida marinha tradicional, daí o nome “Mar Morto”.

Continua após a publicidade

No entanto, essa característica também cria uma propriedade única: a alta densidade da água, que permite que as pessoas flutuem facilmente na superfície.

9. Todos os continentes da Terra já foram um continente gigante chamado Pangeia

Outra curiosidade sobre geografia é que, há milhões de anos atrás, toda a terra estava conectada, mas lentamente ao longo do tempo, se dividiu nos continentes que conhecemos hoje! O supercontinente existiu há aproximadamente 300 milhões de anos, durante a era Paleozoica.

O termo “Pangeia” foi cunhado pelo cientista Alfred Wegener em 1912, e significa “toda a Terra” em grego.

A Pangeia começou a se dividir devido ao movimento das placas tectônicas. A teoria das placas tectônicas postula que a litosfera, a camada rígida superior da Terra, é composta por várias placas que flutuam sobre o manto líquido abaixo delas. Essas placas estão em constante movimento, deslizando e colidindo entre si.

Continua após a publicidade

Conforme as placas tectônicas se movimentavam, a Pangeia começou a se fragmentar. Inicialmente, surgiram duas grandes massas de terra: Laurásia, ao norte, e Gondwana, ao sul. Com o passar do tempo, essas massas de terra se dividiram ainda mais, formando os continentes que conhecemos hoje.

10. A cerca dingo é a segunda estrutura artificial mais longa do mundo

Essa cerca foi erguida durante a década de 1880 para manter os dingos fora da parte sudeste relativamente fértil do continente australiano e para proteger os rebanhos de ovelhas do sul de Queensland. Dingos são cães selvagens encontrados principalmente na Austrália.

Com efeito, a cerca se estende por 5.614 km, passando por Queensland, Nova Gales do Sul e Austrália Meridional.

11. Ponto mais alto da Terra

Quando se trata de ser o mais alto (em termos de nível do mar), o Everest é o atual campeão. Todavia, graças a uma protuberância estranha perto do equador, o Monte Chimborazo, no Equador, é o mais próximo da lua.

Continua após a publicidade

O ponto da Terra mais próximo da Lua é conhecido como perigeu lunar. A distância média entre a Terra e a Lua é de aproximadamente 384.400 quilômetros.

12. Nome de lugar mais curto

O nome do lugar mais curto é “Å” e está localizado na Suécia e na Noruega. Nas línguas escandinavas, “Å” significa “rio”.

Esse lugar está localizado nas Ilhas Lofoten, na Noruega. A ilha onde se encontra essa localidade é chamada de Moskenesøya, e a aldeia mais próxima é chamada de Å i Lofoten.

13. Buraco mais fundo do mundo

O buraco mais profundo já feito pelo homem é o Poço Superprofundo de Kola, na Rússia. Atingiu uma profundidade de 12.261 metros e foi perfurado para pesquisas científicas e rendeu algumas descobertas curiosas, uma das quais foi um enorme depósito de hidrogênio – tão grande que a lama que saía do buraco literalmente “fervia” ao sair dele.

Continua após a publicidade

14. Local mais fundo do mar

A Fossa das Marianas é a parte mais profunda dos oceanos do mundo e a menor elevação da superfície da crosta terrestre. Atualmente, estima-se que sua profundidade é de 10.971 metros. Aliás, ela fica no oeste do Oceano Pacífico, a leste das Ilhas Marianas.

Desde 1960, várias expedições submarinas desceram as profundezas das Fossas Marianas.

15. Único mar da Terra que não possui costa

O Mar dos Sargaços é uma região no meio do Oceano Atlântico Norte, cercada por correntes oceânicas, e este é o único mar do planeta que não tem costa.

Essas correntes ajudam a manter as algas flutuantes na região, formando uma espécie de “mar de algas”, tornando o lugar uma das curiosidades da geografia mais interessantes.

Continua após a publicidade

16. Mais ovelhas do que pessoas

Com apenas cerca de 3.000 pessoas, as Ilhas Malvinas abrigam aproximadamente meio milhão de ovelhas. Portanto, não é nenhuma surpresa que a lã seja seu principal produto de exportação.

Vale ressaltar que as Ilhas Malvinas são um território britânico ultramarino, localizado no Oceano Atlântico Sul, e são objeto de uma disputa territorial entre o Reino Unido e a Argentina, que levou a uma guerra no século passado, entre Argentina e Inglaterra. O governo das Ilhas Malvinas possui um sistema político autônomo, mas mantém laços estreitos com o Reino Unido em termos de defesa e relações exteriores.

17. A maior fazenda do mundo é 16 vezes o tamanho da cidade de São Paulo

A Estação Anna Creek, localizada no sul da Austrália, é a maior fazenda de gado e maior propriedade privada do mundo. Aliás, sua área soma 24 mil km² – quase 16 vezes o tamanho da cidade de São Paulo.

É importante mencionar que a fazenda Anna Creek faz parte de uma região conhecida como Channel Country, caracterizada por vastas planícies aluviais e rios intermitentes. A criação de gado é uma atividade importante para a economia australiana, e a fazenda Anna Creek desempenha um papel significativo nesse setor, contribuindo para a produção e exportação de carne bovina.

Continua após a publicidade

18. O Egito é o estado soberano mais antigo do mundo

Em termos de soberania, o Egito seria o primeiro país do mundo a alcançar a soberania baseada na formação da primeira dinastia em 3100 a.C. Entretanto, o país foi dominado por dezenas de outros estados ao longo da história.

Em termos de soberania contínua, no entanto, o mais antigo estado soberano do mundo é o San Marino. San Marino é uma pequena república situada na península italiana, dentro do território da Itália. Foi fundado em 301 d.C. e é considerado o mais antigo estado soberano continuamente existente.

19. A Rússia possui o maior número de tanques de guerra

A Rússia tem de longe o maior número de tanques de guerra do mundo, ao todo são 21 mil. Contudo, a maioria deles é muito antiga muitas e datam dos períodos das duas guerras mundiais. A maioria, foi construída durante a existência da União Soviética.

Essa força inclui tanques modernos, como o T-14 Armata e o T-90, além de versões mais antigas, como o T-72 e o T-80. No entanto, é importante destacar que os números podem ter variado desde então, devido a mudanças na política de defesa e modernização de suas forças armadas.

Continua após a publicidade

Estes números devem ter sido altamente afetados, com o atual estado de guerra entre a Rússia e a Ucrânia. 

20. A Sibéria produz a maior parte do oxigênio do mundo

Uma das grandes curiosidades sobre a geografia envolve a produção de oxigênio. Se você acha que estamos falando da floresta Amazônica, se enganou. A Sibéria é o lar de aproximadamente 25% das florestas do mundo, que abrangem uma área maior do que a dos Estados Unidos continental, tornando a Rússia o maior conversor de gás carbônico (CO2) em compostos respiráveis.

21. Nilo, o rio mais longo do mundo

O Rio Nilo, com cerca de 6.650 quilômetros de extensão, é o rio mais longo do mundo. Ás suas margens, desenvolveu-se uma das mais antigas civilizações do mundo, a egípcia. Sua origem está no coração da África, no Lago Vitória, que fica na região leste do continente. O Lago Vitória é a fonte principal do Nilo Branco, que é um dos dois principais afluentes do rio

O rio atravessa diversos países africanos antes de desaguar no Mar Mediterrâneo, próximo à cidade de Alexandria, no Egito. A importância histórica e cultural do Rio Nilo é notável, tendo sido uma fonte de vida e civilização ao longo dos séculos.

Continua após a publicidade

22. As Ilhas Maldivas é o país mais baixo do mundo

Se você pensou que seriam os Países Baixos (Holanda), errou. O país mais baixo do mundo em termos de altitude média é as Ilhas Maldivas. As Maldivas são um arquipélago localizado no Oceano Índico, ao sul da Índia. São 26 atóis de coral e centenas de ilhas, a maioria das quais tem uma altitude média de apenas 1,5 metros acima do nível do mar.

Devido à sua localização em uma área de baixa elevação e ao aumento do nível do mar, as Ilhas Maldivas são particularmente vulneráveis às mudanças climáticas e ao aumento do nível do mar. O governo das Maldivas tem implementado medidas para lidar com essa ameaça, como a construção de diques e a adoção de políticas de proteção ambiental.

23. A Groenlândia é a maior ilha do mundo

A Groenlândia é uma das grandes curiosidades sobre geografia do mundo. Localizada no extremo norte do planeta, a Groenlândia é uma ilha autônoma que faz parte do Reino da Dinamarca. Com uma área de aproximadamente 2.166.086 quilômetros quadrados, é a maior ilha do mundo.

A Groenlândia possui uma paisagem deslumbrante, com montanhas, fiordes, geleiras e vastas áreas remotas. Com uma população de aproximadamente 56.000 habitantes, a ilha tem uma rica cultura e herança inuíte.

Continua após a publicidade

24. A Cidade do Vaticano é o menor país do mundo

O menor país do mundo em termos de área territorial é a Cidade do Vaticano. Também conhecido como Estado da Cidade do Vaticano, é um país independente situado dentro da cidade de Roma, na Itália.

É um estado soberano cujo governante é o Papa, líder da Igreja Católica, e possui apenas 0,44 quilômetros quadrados. O Vaticano é o centro espiritual e administrativo da Igreja Católica Romana, e sua história remonta a muitos séculos.

Apesar de seu pequeno tamanho, o Vaticano é rico em patrimônio cultural e religioso. Abriga a Praça de São Pedro, a Basílica de São Pedro, a Capela Sistina, os Museus do Vaticano e outras importantes instituições e obras de arte.

25. O rio Amazonas é o rio com a maior vazão de água do mundo

Localizado na América do Sul, o Rio Amazonas tem uma vazão média estimada em cerca de 209.000 metros cúbicos por segundo.

Continua após a publicidade

O Rio Amazonas possui uma extensão total de aproximadamente 6.400 quilômetros, sendo um dos rios mais longos do mundo. Sua bacia hidrográfica abrange uma área vasta, que se estende por vários países, incluindo o Brasil, Peru, Colômbia, Bolívia, Equador, Venezuela, Guiana e Suriname.

A vazão extraordinária do Rio Amazonas se deu por conta dos inúmeros afluentes que contribuem com suas águas ao longo do seu curso, além das chuvas abundantes na região amazônica. A bacia hidrográfica do Amazonas é responsável por uma parcela significativa do fluxo de água doce para os oceanos, contribuindo para a manutenção do equilíbrio climático e da biodiversidade na região.

  • Leia mais: Agora que está por dentro dessas curiosidades sobre geografia, que tal descobrir sobre as curiosidades históricas?

Fontes: Blasting News, Brasil Escola, Mega Curioso

 

Continua após a publicidade

Outras postagens