Curiosidades

Quando começou a tradição e qual a origem dos presentes de Natal?

Dar presentes hoje significa algo diferente para todos, mas seja qual for a motivação, é um dos elementos mais emocionantes do Natal.

Uma das tradições mais conhecidas e religiosamente cumpridas na época do Natal é a oferta de presentes. Mas quando essa prática começou e o que a originou? A noção mais popular é que a tradição começou como uma comemoração cristã. Quando os Reis Magos presentearam o menino Jesus depois seu nascimento em 25 de dezembro.

No entanto, a distribuição de presentes começou muito antes do Natal ser definido como um dia para lembrar o nascimento de Cristo. Embora o Natal tenha se tornado uma tradição no século IV, dar presentes durante os feriados é de origem romana.

Aliás, era parte de uma celebração oferecida ao deus romano Saturno, considerado o deus da agricultura, que proporcionava vegetação e frutificação o ano todo. Saiba mais a seguir.

Qual a origem dos presentes de natal?

Acredita-se que a origem desse rito natalino começou na ‘Saturnália’ celebração que durava sete dias, de 17 a 23 de dezembro em homenagem ao deus Saturno.

Desse modo, as cerimônias de entrega de presentes eram vistas como uma forma de ganhar fortuna para o ano seguinte. As pessoas inicialmente deram presentes simples como velas, vinhos, frutas, nozes e assim por diante.

Continua após a publicidade

Além disso, escolher o presente certo era importante e dependia de sua posição social. Presentes simbólicos de baixo valor eram uma medida da alta estima que você tinha por um amigo, enquanto presentes caros eram um sinal de que você estava se esforçando demais.

Assim, os presentes eram principalmente entre homens, embora também participassem mulheres e crianças. Por fim, os foliões ao trocar seus presentes se cumprimentavam com um alegre “Io Saturnalia!” – o antigo equivalente romano de “Feliz Natal!”

Mas, o que aconteceu com a Saturnália?

Quando começou a tradição e qual a origem dos presentes de Natal?

Os primeiros líderes cristãos o eliminaram. Eles consideravam seu dever religioso erradicar a cultura pagã existente, mas sabiam que abandonar o amado festival causaria uma reação adversa. Então, no século IV, eles criaram um festival semelhante para marcar o nascimento de Jesus: o Natal.

Como a Bíblia não declara explicitamente a data em que Jesus nasceu, e muitos teólogos colocam seu nascimento na primavera; os líderes da Igreja adiaram a data alguns meses para 25 de dezembro.

Com efeito, eles pegaram emprestados alguns rituais da Saturnália para seu próprio festival, a fim de manter o público feliz. Desse modo, o festival rapidamente se espalhou pelo mundo cristão.

Continua após a publicidade

Quais tradições medievais envolviam troca de presentes?

Quando começou a tradição e qual a origem dos presentes de Natal?

Monarcas medievais ingleses desde o reinado de Henrique III no século 13, até meados do século 17, usaram a tradição de dar presentes no Ano Novo para forçar seus súditos a fazê-los presentes como uma forma de tributação.

Durante o período Tudor, a oferta competitiva de presentes estava muito em evidência. Aliás, em 1534, Henrique VIII recebeu presentes; incluindo um compasso de prata dourada, uma mesa ‘formosa’ de Hércules, uma tábua de ouro com uma face de formiga, um relógio ‘formoso’, uma pinça escrita à mão em pergaminho e um sagui de senhores do Tribunal.

As pessoas comuns trocavam presentes também no Ano Novo, sendo as luvas, laranjas e cravos alguns dos presentes mais comuns, os dois últimos talvez representando o ouro e as especiarias ricas dadas a Jesus pelos magos.

Fora da Inglaterra, o Ano Novo escocês ou Hogmanay continua sendo a maior celebração do ano, enquanto em partes do norte e do leste da Europa os presentes eram geralmente dados no início do advento, no dia da festa de São Nicolau, 6 de dezembro.

Como o Papai Noel se tornou símbolo dos presentes de Natal?

Quando começou a tradição e qual a origem dos presentes de Natal?

Continua após a publicidade

Enquanto dar presentes de Ano Novo era principalmente uma atividade adulta, o dia de São Nicolau era uma época para dar presentes às crianças, já que Nicolau era o santo padroeiro das crianças.

Nascido em Mira, na Ásia Menor, na atual Turquia, ele era um bispo rico que usava seu dinheiro para ajudar os pobres, muitas vezes dando presentes secretos às pessoas que precisavam deles. Uma tradição de Natal moderna que acredita-se que ele criou foi pendurar a meia de Natal.

Diz a lenda que ele ajudou secretamente um homem pobre que não tinha dinheiro para dotar suas três filhas, jogando sacos de ouro pela chaminé em suas meias que estavam penduradas ao lado do fogo para secar. Isso explica por que as pessoas tradicionalmente penduram suas meias na lareira hoje.

Todavia, o Papai Noel passou por muitas transformações ao longo dos séculos. O cavalheiro alegre e rotundo inspirado no monge bizantino do século IV passou a ganhar conotações mais comerciais.

Com efeito, na década de 1930, o rosto do bom velhinho estava espalhado sobre anúncios da Coca-Cola, solidificando seu status como o homem principal do Natal. Atualmente, o Papai Noel é amado por crianças e adultos, símbolo de presentes, alegria, cuidado e solidariedade.

Agora que você sabe a origem dos presentes de Natal, leia também: 40 curiosidades incríveis sobre o Natal

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você