Quais são os 9 círculos do inferno de Dante?

Os 9 círculos do Inferno foram criados por Dante em sua obra “A Divina Comédia”. Quer saber como é cada um deles? Confira nosso texto!

Quais são os 9 círculos do inferno de Dante?

Os 9 círculos do Inferno é uma criação do poeta italiano Dante Alighieri presente em sua obra “A Divina Comédia”, escrita no século XIV. O Inferno, local designado para os pecadores receberem punição, é o segmento inicial do poema épico, seguido pelo Purgatório e pelo Paraíso.

Dentro dessa primeira parte do poema épico, o narrador, junto com Virgílio, percorre toda a extensão do Inferno, cujos círculos representam os pecados cometidos, sendo o primeiro deles o menos terrível e o último, o pior de todos.

Os círculos do Inferno de Dante são:

  1. Limbo;
  2. Vale dos Ventos;
  3. Lago da Lama;
  4. Colinas de Rocha;
  5. Rio Estige;
  6. Cemitério de Fogo;
  7. Vale do Flegetonte;
  8. Malebolge;
  9. Lago Cócite.

Quais são os 9 círculos do Inferno de Dante?

Continua após a publicidade

A narrativa épica inicia em uma floresta escura, à meia-noite de uma Quinta-Feira Santa, quando Dante, que é o protagonista da história, é perseguido por três bestas selvagens: uma loba, um leão e uma pantera. Quem o salva é ninguém mais ninguém menos que o fantasma do poeta de “Eneida”, Virgílio.

Além de salvar Dante da morte, Virgílio também faz o papel de guia, ajudando-o em sua passagem pelos círculos do Inferno.

Continua após a publicidade

Antes de adentrarem o Submundo, se deparam com a seguinte frase:

“Deixai toda a esperança, vós que entrais!

Continua após a publicidade

Do lado oposto, é onde fica o Vestíbulo do Inferno, local em que estão as pessoas que não podem ir nem para o Céu nem para o Inferno. Ali, é o lar dos indecisos, dos covardes, daqueles que viveram a vida toda sem se posicionar e lá eles são condenados a correr em filas, enquanto são torturados por picadas de vespas e moscas

Essa área é separada do Inferno pelo rio Aqueronte, onde é possível encontrar o Barqueiro dos Mortos, o Caronte, levando as almas desencarnadas a seu destino final.

1. Primeiro Círculo do Inferno: Limbo

Iniciamos o passeio macabro pelo Limbo, lugar em que se encontram as almas das pessoas que viveram antes do nascimento de Cristo e daquelas que não foram batizadas, vagando para sempre na escuridão e em silêncio. É nesse local que estão figuras clássicas, como Homero, Hesíodo, Platão, Sócrates, Aristóteles, Ovídio e o próprio Virgílio.

Continua após a publicidade

Além deles, alguns importantes personagens bíblicos também foram enviados para o Limbo, como Adão, Abel, Noé, Abraão, David e muitos outros, só que depois eles receberam de Deus a oportunidade de subir ao Céu.

Leia também: Detalhes da Bíblia que certamente você não reparou

2. Segundo Círculo: Vale dos Ventos – Luxúria

Quais são os 9 círculos do inferno de Dante?

O segundo círculo do Inferno é guardado pelo Rei Minos de Creta e abriga aqueles que se entregaram à luxúria, bem como aqueles que cometeram adultério. Em vida, essas pessoas sucumbiram a esses sentimentos e, no Inferno, suas almas recebem golpes em meio a ventos fortes, que simbolizam suas paixões e desejos.

Continua após a publicidade

Aliás, no segundo círculo do Inferno, Dante encontra a Rainha do Egito, Cleópatra, que permitiu que seu caso voluptuoso com Marco Antônio se intensificasse a ponto de resultar na conquista do Egito por Roma. Além dela, ainda se encontram: Semíramis, Helena de Troia, o Príncipe Páris e Tristão, o lendário Cavaleiro de Arthur que teve um caso com a mulher do próprio tio. 

3. Terceiro Círculo do Inferno: Lago da Lama – Gula

No terceiro círculo do Inferno, estão as almas dos que cometeram o pecado da gula ou se entregavam à comida ou à bebida excessivamente. Lá, as almas são castigadas, por toda a eternidade, debaixo de uma chuva de granizo, com flocos de neve e lama, tudo misturado. E elas ficam, deitadas num lago de água suja e lamacenta, imersos no próprio vômito

Além disso, são atormentadas pela fome, que agora é insaciável, e vigiadas pelo Cérbero, o gigantesco cachorro de três cabeças que era o guardião do Submundo Grego. E ali ele arranha, esfola e dilacera as almas dos pecadores.

Continua após a publicidade

Ciacco, uma nobre italiana, reside no terceiro círculo do Inferno e informa Dante que esse círculo guarda a alma de um grande número de políticos. E quem também está ali são os monges beneditinos que foram negligentes na sua abstinência. Ou seja, que comeram quando deveriam jejuar.

4. Quarto Círculo: Colinas de Rocha – Ganância e avareza

Os pecadores avarentos ou gananciosos residem no quarto círculo do Inferno. Em vida, essas pessoas acumulavam dinheiro, gastavam quantias excessivas ou eram altamente materialistas. Cada um deles se esforçou para manter o máximo de riqueza material possível.

No Inferno, eles devem empurrar grandes massas de peso: aqueles que eram avarentos empurram em direção oposta dos que desperdiçaram, colidindo a carga, num esforço eterno.

Continua após a publicidade

Nesse círculo, encontram-se os deuses Pluto e Fortuna, que são associados à riqueza e estão encarregados de vigiar as almas do local.

Veja também: Figuras mitológicas do Submundo em diferentes culturas

5. Quinto Círculo do Inferno: Rio Estige – Ira

Existem dois tipos de almas no quinto círculo: as que se irritam com facilidade ou violência e as que ficam mal-humoradas na vida. Assim, aqueles que cederam à sua raiva são punidos por estarem em uma batalha física constante entre si que ocorre na superfície do Rio Estige. Já os rancorosos são parcialmente enterrados na lama, onde engasgam com sua raiva por toda a eternidade.

Continua após a publicidade

Aliás, é neste círculo que Dante encontra seu inimigo político da vida real, Filippo Argenti, que é mais tarde dilacerado por outras almas do quinto círculo. Além disso, é lá que fica a cidade murada de Dite, que é cercada por fogo, fossos profundos e muralhas de ferro e é guardada pela própria Medusa, e também as Três Fúrias.

6. Sexto Círculo: Cemitério de Fogo – Heresia

Quais são os 9 círculos do inferno de Dante?

O sexto círculo do Inferno abriga as almas dos que cometeram heresia, ou seja, quem tinha crenças contrárias àquelas que os sacerdotes ensinam por teologias ortodoxas, como o cristianismo. Portanto, as almas no sexto círculo do Inferno de Dante não são católicos fiéis.

Assim, a punição delas é passar a eternidade dentro de tumbas envoltas em chamas enquanto suas cinzas são espalhadas pelo ar. Como essas almas não seguiram o caminho da vida eterna, elas estão presas para sempre. Além disso, quanto mais severa for a heresia da pessoa, mais ardentes serão as chamas. Esse Círculo é descrito como um lugar de dor e desespero, onde as almas daqueles que negaram a fé cristã são condenadas a uma eternidade de sofrimento.

Continua após a publicidade

É lá que está o filósofo grego Epicuro, que argumentou contra a existência de um deus que seja ao mesmo tempo onisciente, onipotente e benevolente.

7. Sétimo Círculo do Inferno: Vale do Flegetonte – Violência

Quais são os 9 círculos do inferno de Dante?

O Sétimo Círculo é bem profundo – como um grande precipício – sendo dividido em três níveis diferentes, os Três Anéis, ou Vales:

  • Primeiro anel: é chamado de Vale do Rio Flegetonte – patrulhado por Centauros e pelo Minotauro de Creta – e é onde estão todos aqueles que cometeram atos de violência contra outras pessoas, mergulhados num rio de sangue fervente – o sangue das pessoas que foram agredidas. Ali, encontram-se Alexandre, o Grande, e também Átila, o Huno.
  • Segundo anel: guarda as almas daqueles que cometeram atos de violência contra si mesmos. Por não respeitarem os próprios corpos, eles foram transformados em árvores e arbustos, cujas folhas são devoradas pelas harpias.
  • Terceiro anel: é o lugar daqueles que cometeram atos de violência contra Deus, ou seja, são os blasfemadores, que foram condenados a vagar para sempre sob uma chuva de fogo num deserto escaldante.

8. Oitavo Círculo: Malebolge – Fraude

Quais são os 9 círculos do inferno de Dante?

Continua após a publicidade

O oitavo círculo é o maior de todos e muito profundo se dividindo em dez valas diferentes, sendo elas:

  • Primeira vala: é para os sedutores, que são chicoteados por demônios. É lá que está o herói grego Jasão.
  • Segunda vala: é destinada os bajuladores, que são enterrados com esterco.
  • Terceira vala: onde estão todos os homens religiosos que venderam favores divinos e peças sagradas, além daqueles que aceitaram subornos eclesiásticos. Eles ficam presos de cabeça para baixo, em buracos no chão, com os pés queimando. É um lugar cheio de padres, bispos e papas, como o Nicolau III e o Bonifácio VIII.
  • Quarta vala: é destinada para os adivinhos, falsos profetas e astrólogos que alegam saber o futuro que apenas Deus sabe. Outra figura famosos dos mitos gregos, o Tirésias, está aqui. E a punição deles é ter a cabeça virada para trás, para que não possam ver para onde vão.
  • Quinta vala: é para os governantes corruptos e desonestos, além dos chantagistas. Eles são castigados por demônios em um poço de piche fervente.
  • Sexta vala: onde os hipócritas são forçados a marchar com capas de chumbo.
  • Sétima vala: onde os ladrões são comidos vivos por lagartos e serpentes, depois renascem e são comidos de novo.
  • Oitava vala: é para os maus conselheiros, as pessoas que aconselharam outras a tomar decisões ruins ou prejudiciais, como o Grande Odisseu, que está totalmente envolvido em chamas.
  • Nona vala: onde estão os causadores de discórdia, mutilados por demônios espadachins.
  • Décima vala: onde estão os falsificadores, falsários e mentirosos, que sofrem com feridas terríveis na pele que nunca param de coçar, ao ponto de enlouquecê-los.

9. Nono Círculo do Inferno: Lago Cócite – Traição

Dante denominou o nono círculo do Inferno – círculo dos traidores – como “Coccidius”, que é um lago congelado. Nele, também está o centro do Inferno, onde Satanás reside. Lá, eles congelam as almas no lago, dependendo do tipo e do grau de seus pecados em quatro diferentes esferas:

  • Caína: lugar onde os assassinos e traidores de seus parentes ficam presos no gelo até a altura do peito. É aqui que se encontra Caim.
  • Antenora: o lugar onde os traidores de seus países ficam presos com o gelo até a altura do pescoço. É o caso do Antenor, que traiu a cidade de Tróia ao se confidenciar com os gregos.
  • Ptolomeia: o lugar onde os traidores de seus hóspedes recebem punição com lágrimas congeladas para não desabafar e mergulhados no gelo apenas com o rosto para fora. O nome faz referência ao personagem bíblico Ptolomeu, que traiçoeiramente mata os seus convidados.
  • Giudecca: o lugar onde os traidores de benfeitores ficam completamente presos no gelo.

No fundo, em uma caverna escura e gelada, punidos pelo próprio Lúcifer – descrito como um gigante de três cabeças, podemos encontrar as almas de Judas, que traiu Jesus, de Brutus e de Cássio, que traíram César, e estão perpetuamente mutilados cada um por uma cabeça de Lúcifer.

Continua após a publicidade

Além disso, o corpo do anjo caído representa a única saída do Inferno, de fato, Dante e Virgílio o escalarão para ver o céu e as estrelas e a montanha do Purgatório.

Leia também: Quem escreveu a Bíblia Sagrada?

Como é o Purgatório?

Depois de saírem do Inferno, Dante e Virgílio se direcionam para o Purgatório que, segundo o narrador, é uma enorme montanha que se formou após a queda de Lúcifer, no topo da qual está o Éden, onde residem as almas dos Abençoados.

Continua após a publicidade

O Purgatório possui uma estrutura de 7 anéis em que as almas que ainda não estão prontas para subir ao Paraíso se purificam de seus pecados relacionados aos 7 vícios capitais, sempre de acordo com a lei da retaliação.

Assim, após cumprirem a pena, a alma é imersa em dois rios: o Letè, que elimina a memória do pecado, e o Eunoè, que restaura a memória das boas ações praticadas. Nesse ponto, a alma pode acessar o Éden.

Como é o Paraíso?

Quais são os 9 círculos do inferno de Dante?

Após passarem pelo Purgatório, os personagens se encaminham, finalmente, ao Paraíso que, conforme Dante, é um mundo etéreo também composto por 9 círculos, onde Virgílio não pode entrar. No entanto, Dante é escoltado por Beatriz, seu amor platônico, cujo sorriso se torna cada vez mais brilhante à medida que eles se aproximam da Santíssima Trindade.

Continua após a publicidade

No entanto, Dante escreve que não é possível detalhar o que ele vê quando está diante de Deus. Pois o que ele vê vai além da imaginação humana, mas ele percebe que o amor é o mecanismo que move o mundo e que a vida humana está em perfeita sintonia com o movimento circular divino.

Fontes: La Parola, Artrianon.

Outras postagens