História

História da Coca-Cola: sucesso, estratégias e curiosidades

A história da Coca-Cola começou há 2 séculos e foi desenvolvida em uma pequena farmácia. Atualmente, está em mais de 200 países.

mais de 130 anos, a história da Coca-Cola iniciou. Primeiramente, o produto foi desenvolvido para ser um xarope contra a indigestão, em uma pequena farmácia, em Atlanta, e, hoje, está presente em mais de 200 países.

Sem dúvida alguma, a marca Coca-Cola é bastante relevante no mercado e é uma das mais conhecidas mundialmente. Essa fama se deve, sobretudo, às estratégias de marketing utilizadas, além das inovações propostas pela companhia e também dos projetos sociais.

Confira, em seguida, um pouco mais sobre a história da Coca-Cola, que cresce cada dia mais.

História da Coca-Cola

Garrafa na praia

A história da Coca-Cola teve início no ano de 1886, em Atlanta, nos Estados Unidos, quando um farmacêutico chamado John S. Permberton criou um xarope para combater indigestão.

No dia 08 de maio desse mesmo ano, então, a Coca-Cola iniciou sua trajetória, sendo comercializada, pela primeira vez, na farmácia de Jacobs, como um xarope misturado com água gaseificada.

Esse produto era vendido por 5 cents o copo, e, mesmo assim, cerca de apenas 9 copos eram comercializados por dia. Com o passar do tempo, no entanto, a bebida chamou atenção dos clientes que aceitavam experimentá-la e sua fama começou a aumentar.

Vendo que tal invenção tinha um grande potencial, o contador de Permberton, Frank Robinson, idealizou a bebida Coca-Cola, criando o logotipo com as suas próprias mãos. Infelizmente, Permberton morreu 2 anos depois de criar essa fórmula de sucesso.

Porém, Frank Robinson e os irmãos Candler, o farmacêutico Asa G. Candler e John Candler, fundaram The Coca-Cola Company, em 1891, para não perderem essa grande oportunidade.

O primeiro presidente da empresa foi Asa Candler, que conseguiu dar grande visibilidade ao negócio. Dessa forma, 2 anos depois, eles registraram a marca no Instituto Nacional da Propriedade Industrial dos EUA.

No entanto, o que realmente fez com que a Coca-Cola se tornasse uma grande marca, no período, foi a quantidade de estratégias de marketing utilizadas, por exemplo: cupons que davam direito a um copo do refrigerante de graça, alguns brindes grátis, entre outros.

Modelos engarrafados da Coca-Cola

Após passar cerca de 11 anos desde a primeira comercialização do produto na farmácia em Atlanta, a Coca-Cola saiu dos EUA.

E, em 1899, foi fechado o primeiro acordo, com exclusividade para a bebida ser engarrafada. A concessão foi dada aos advogados Benjamin F. Tomas e Joseph B. Whitehead por apenas U$ 1 dólar, sendo esse um dos momentos mais importantes da história da Coca-Cola.

Nos primeiros anos do século XX, mais de 400 fábricas começaram a engarrafar a Coca-Cola nos Estados Unidos, assim como no Panamá, Canadá e Cuba, o que causou um grande problema.

Isso, porque cada empresa usava um tipo de garrafa, existindo vários modelos, assim, gerando uma confusão nos consumidores.

Por conta disso, em 1915, a empresa decidiu realizar um concurso para padronizar o seu modelo de garrafa. O vencedor foi Alexandre Samuelson, que criou a garrafa contour. Bem como o logotipo Coca-Cola, que se tornou um dos ícones mais reconhecidos no mundo.

Sucesso da Coca-Cola

Garrafas de refrigerante no supermercado

O sucesso da Coca-Cola foi eminente. Assim, nos anos 20, surgiu a primeira caixa para seis garrafas, a famosa six-pack. Dessa forma, as vendas das garrafas superaram às dos dispensadores da bebida, pois facilitava o transporte.

Anos depois, os soldados americanos se tornaram importantíssimos para a popularização da bebida, ao lutarem na Segunda Guerra Mundial. E por conta disso criou-se um novo modelo de embalagem, de fácil transporte assim como mais resistente, a lata.

O sucesso dessa versão foi tão grande que, mesmo com o fim da guerra, o modelo continuou sendo comercializado.

Coca-Cola no Brasil

História da Coca-Cola - a marca mais conhecida do mundo

1941

A primeira fabricação de Coca-Cola no Brasil ocorreu em 1941. Primeiramente, em Recife, e, em seguida, em Natal.

Isso se deu graças à promessa feita pelo então presidente da empresa de que os combatentes americanos, na Segunda Guerra Mundial, teriam Coca-Cola gelada a 5 cents.

Como Natal e Recife eram paradas obrigatórias dos transportes militares estadunidenses que iam para a Europa, a companhia instalou por lá fábricas, utilizando estruturas de outras empresas, para produzirem e abastecerem os soldados norte-americanos e, assim, cumprir a promessa feita.

1942

Nesse ano, foi quando a Coca-Cola construiu, de fato, uma fábrica no Brasil. A propósito, isso se deu na cidade de São Cristóvão, no Rio de Janeiro.

No ano seguinte, houve a inauguração da primeira filial da companhia, em São Paulo.

1945

Em 1945, implantou-se, no Brasil, o sistema de franquia. Assim, a primeira autorização foi concedida à uma indústria do Rio Grande do Sul, seguida de uma indústria de São Paulo.

Nesse mesmo ano, aliás, com o fim da Segunda Guerra Mundial, houve uma expansão da marca no país, inclusive, contando com slogans exclusivamente brasileiros, como: “Coca-Cola borbulhante, refrescante, 10 tostões”.

1950

A partir da década de 1950, um dos slogans mais marcantes da companhia foi criado no Brasil: “Isto faz um bem”. Frase que foi utilizada nas propagandas do refrigerante por 14 anos.

1962

Em 1962, surgiram, no Rio de Janeiro, fornecedores de matérias-primas, e, por isso, o concentrado passou a ser fabricado em terras brasileiras.

Após 2 anos, a segunda marca da Coca-Cola foi lançada no Brasil: a Fanta Laranja.

1970

No fim dos anos 1960, já havia mais de 20 fábricas abastecendo todo o Brasil.

Já, em 1970, as máquinas de post-mix, que misturam o concentrado e a água gaseificada na hora, chegaram ao país.

1981

A década de 1980 trouxe diversas mudanças para os consumidores de refrigerantes no Brasil. Primeiramente, houve o lançamento do refrigerante em lata; depois vieram: as embalagens one way e a tampa de rosca.

1983

Neste ano, a campanha “Coca-Cola é isso aí”, marcou a companhia. Nos últimos anos da década de 1980, já havia, no Brasil, 36 franqueados da empresa.

Além disso, a Coca-Cola Brasil já investia em projetos sociais, culturais, esportivos e ambientais.

1990

No início da década de 1990, houve o lançamento da lata 100% reciclável e depois a garrafa plástica retornável de 1,5 litro.

Ainda em 1990, foi inaugurada a Recofarma, única fábrica de bases e concentrados de bebidas da Coca-Cola Brasil que, além de abastecer nosso país, também fornecia matéria-prima para o Paraguai, Colômbia e Venezuela.

2001

A clássica garrafa com curvas acentuadas de 237 ml, denominada contour, foi relançada no Brasil.

2003

Nesse ano, a Coca-Cola passou a patrocinar, mediante acordo com o Comitê Olímpico do Brasil, as equipes de ginástica artística, judô e natação, para preparar os atletas para as Olimpíadas do ano seguinte.

2005

Em 2005, a Coca-Cola Brasil comprou a empresa Sucos Mais e aumentou a sua linha de produtos.

Ainda nesse ano, a companhia conquistou um prêmio por ter a melhor operação da The Coca-Cola Company no mundo.

2009

Nesse ano, foi criado o Coletivo Coca-Cola, cujo objetivo é transformar a vida das pessoas a partir de toda a cadeia produtiva. Em suma, isso ocorre por meio de treinamentos técnicos, valorização da autoestima e acesso ao mercado.

2010

Em 2010, a Coca-Cola Brasil lançou a primeira garrafa PET da América do Sul à base de matéria-prima vegetal. Assim, dependendo menos de recursos não renováveis, como o petróleo.

2011

A Coca- Cola Brasil, em 2011, tornou-se pioneira em usar materiais reciclados em suas embalagens.

Além disso, nesse mesmo ano, teve o lançamento da Crystal eco, que é a água mineral que usa 20% menos de PET do que as versões passadas e até 30% de matéria-prima vegetal, no lugar de petróleo. O que reduziu 25% de emissões de dióxido de carbono no ambiente.

2014

Na Copa do Mundo da Fifa de 2014, a Coca-Cola Brasil criou a plataforma de Real Time Marketing, inovação que se tornou permanente. Assim, lançando uma nova forma de fazer marketing dentro da The Coca-Cola Company.

2016

Nesse ano, a The Coca-Cola Company anunciou a estratégia de marca única, unindo todas as versões da Coca-Cola em apenas uma campanha “Sinta o sabor”. Assim, o consumidor poderia escolher a versão mais adequada ao seu estilo de vida.

Em maio desse mesmo ano, a Coca-Cola com Stevia e 50% menos açúcares foi lançada, com intuito de incentivar o menor consumo de açúcar no mundo.

Em junho de 2016, a The Coca-Cola Company ampliou ainda mais seu escopo de produtos, ao comprar a empresa AdeS, produtora de bebidas à base de soja.

Coca-Cola Brasil atualmente

Nos dias de hoje, a Coca-Cola Brasil continua aumentando as opções de bebidas e atua em 9 segmentos diferentes — refrigerantes, água, chás, néctares, sucos, lácteos, água de coco, bebidas esportivas e bebidas vegetais.

São, ao todo, 26 marcas e 200 produtos, com versões com zero ou com baixa caloria.

Estratégias da Coca-Cola

História da Coca-Cola - a marca mais conhecida do mundo

A marca Coca-Cola não cresceu de uma hora para a outra. Durante a sua história, a empresa adotou várias estratégias para o seu progresso.

Dessa forma, nos anos 70, a propaganda que sempre foi muito importante, se tornou a alma o negócio, relacionando a marca com a alegria de viver e a liberdade.

Por exemplo, temos a propaganda de 1971, em que jovens de várias partes do mundo subiam para o pico de uma montanha na Itália. E juntos cantavam “I’d Like to Buy the World a Coke” que, na tradução livre, significa, “eu gostaria de comprar uma Coca-Cola para o mundo”.

Após 75 anos de sucesso, a empresa decidiu expandir seus negócios e começou a lançar novos produtos, como a Sprite, em 1961; a TAB, em 1963; e a Fresca em 1966. Porém, iniciou-se nos anos 80 o chamado “culto ao corpo”, o que fez com a The Coca-Cola Company tivesse mudanças.

O cubano Robert C. Goizueta se torna o novo CEO da companhia e, com uma visão estratégia, assume os riscos de uma forma inteligente.

Assim, ele organiza as inúmeras fábricas engarrafadoras dos EUA em uma única empresa, chamada Coca-Cola Enterprises. Além de lançar a Diet Coke, que se tornou a bebida de baixa caloria mais conhecida do mundo.

O fracasso na mudança da fórmula da Coca-Cola

Garrafa de refrigerante no gelo

Mesmo que a história da Coca-Cola seja um sucesso, nem tudo foram flores. Em 1985, o CEO da época, Goizueta, tentou mudar o sabor do refrigerante, sendo a primeira alteração da fórmula em 99 anos.

Inicialmente, na fase de teste, as pessoas “gostaram” do novo sabor, porém, no consumo real, essa alteração não foi muito bem aceita.

Dessa forma os consumidores pediram o retorno da fórmula original da Coca-Cola, sendo considerado um dos maiores erros de marketing da história, não só da Coca-Cola.

Então, a Coca-Cola com o sabor original voltou ao mercado. Mas como um nome diferente, chamada Coca-Cola Classic, suas vendas começaram a aumentar, assim, se tornando líder perto das concorrências.

O nascimento do famoso urso-polar

Urso-polar

Durante os anos 90, a Coca-Cola teve um crescimento contínuo. O que levou a empresa a se associar aos esportes, em que conseguiu apoio de alguns dos maiores eventos esportivos mundiais, como os Jogos Olímpicos e a Copa do Mundo.

Assim, em 1993, lançou-se a campanha “Always Coca-Cola” e, posteriormente, surge o famoso urso-polar, que acabou se tornando um grande símbolo da marca.

A Coca-Cola na atualidade

História da Coca-Cola - a marca mais conhecida do mundo

A história da Coca-Cola a tornou a marca mais valiosa do mundo, segundo a consultora Interbrand. Além disso, é a palavra mais famosa do mundo, bem como o segundo termo mais conhecido do mundo, atrás apenas da expressão “Ok”.

Dessa forma, atualmente, a companhia comercializa mais de 500 marcas, com 3.500 produtos dos mais variados, como por exemplo sucos, refrigerantes, chás e até cafés. Além de possuir quatro das cinco marcas de bebidas mais famosas do mundo, a Coca-Cola, Coca-Cola Light, Fanta e Sprite.

Assim ela se tornou uma empresa global que se compromete com os mercados locais. Ou seja, ela sempre está atenta a diversidade bem como as diferentes preferencias culturais existentes. Por isso, você será capaz de encontrar uma Coca-Cola em qualquer lugar do mundo.

Curiosidades sobre a Coca-Cola

Morte do inventor da Coca-Cola

John Stith Pemberton foi um farmacêutico que amava manipular fórmulas medicinais, porém era viciado em morfina.

Esse vício o levou a óbito 2 anos após criar a mistura que se tornou a bebida mais famosa do mundo.

Coca-Cola possuía cocaína

Até o ano de 1903, a cocaína era um dos principais ingredientes da Coca-Cola. Assim, cada garrafa possuía cerca de 60mg da droga.

Surgimento da Fanta

Durante o período da Segunda Guerra Mundial, não era possível conseguir todos os ingredientes necessários para fabricar a Coca-Cola.

Contudo, a produção do refrigerante nunca parou. Assim, a empresa foi “obrigada” a criar um novo produto para o mercado alemão: a Fanta.

Dona de aproximadamente 500 marcas

A Coca-Cola possui em seu catálogo cerca de 500 marcas, além de mais de 3,5 mil bebidas diversificadas.

Dessa forma, se você quiser experimentar uma bebida por dia você levará cerca de 9 anos para provar todos os produtos da empresa.

Alto valor gasto em publicidade

O valor gasto pela Coca-Cola em publicidade é mais do que a soma do valor investido pela Microsoft e a Apple juntas.

Só em 2010, ela teria desembolsado cerca de 2,9 bilhões de dólares em divulgações.

Maior consumidora e produtora de Coca-Cola

O país que mais consome Coca-Cola é o México, superando o consumo dos ingleses, americanos, indianos e chineses juntos.

Além disso, a fábrica com maior produção do mundo está localizada na Cidade do México.

Crescimento gradativo da Coca-Cola Company

A Coca-Cola levou 48 anos para vender seu primeiro bilhão de galões, mas, atualmente, a marca leva apenas 7 meses para vender a mesma quantidade.

No seu primeiro ano, a média de vendas era de 9 copos por dia. Hoje em dia, a marca vende cerca de 1.900 milhões de bebidas diariamente.

Consumo de Coca-Cola

Atualmente, cerca de 7 mil produtos da marca Coca-Cola são consumidos por segundo por todo o mundo.

Hong Kong consome Coca-Cola quente

Normalmente, o refrigerante é consumido gelado, porém, em Hong Kong, algumas pessoas consomem a bebida quente como remédio contra a gripe.

Primeiro anúncio da Coca-Cola

Seu primeiro anúncio aconteceu, de fato, três semanas após a sua ida para o mercado, que se deu no dia 08 de maio de 1886.

Assim como a sua primeira presença em um evento desportivo foi no Mundial de 82, com seu slogan “Coca-Cola. O sorriso do mundial”.

E você, conhecia a história da Coca-Cola? Gosta desse refrigerante que é sucesso mundial?

E, se gostou do nosso post, confira também: Segredos da Coca-Cola – Top 11 que você não conhecia.

Fontes: Coca-Cola Brasil, Voitto.

Próxima página »

Escolhidas para você