Curiosidades

15 teorias da conspiração sobre o mundo da música

O mundo da música está repleto de teorias da conspiração, como Michael Jackson ter forjado sua morte. Quer saber mais? Confira nesta matéria!

As teorias da conspiração são aquelas hipóteses criadas para explicar qualquer coisa que não tenha explicação (às vezes, até quando tem). No mundo das celebridades, a gente encontra as mais diversas e bizarras conspirações que até é impossível saber de onde vem tanta criatividade.

No mundo da música não é diferente! Há conspirações em relação aos artistas, às músicas, capa de álbuns, fotos e muito mais. Alguns exemplos conhecidos, que serão abordados a seguir, são a substituição de Paul McCartney, a gravidez falsa de Beyoncé, além do pacto da Xuxa.

Em alguns momentos, é difícil até reagir diante das conspirações, tanto por serem engraçadas quanto por serem completamente ‘fora da casinha’. Confira algumas delas!

Estranhas teorias da conspiração sobre o mundo da música

1. Jay-Z illuminati

Teorias da conspiração na música: Jay-Z illuminati
Foto: Reprodução

Embora o rapper não seja o único da música por quem as pessoas adoram levantar esse tipo de suspeitas, a verdade é que Jay-Z já intrigou muita gente devido ao símbolo que ele costuma fazer com as mãos. Tem gente por aí que jura que o cantor vive fazendo a forma de um triângulo com os dedos, especialmente em fotos, o que seria um dos principais símbolos illuminati.

Continua após a publicidade

Bom, mas o boato sobre Jay-Z ainda vai além. Há até quem diga que o cara tem poderes extraordinários, capazes de controlar a mente e de viajar no tempo… Mas, como falamos, não só o rapper é dito como illuminati no mundo da música. Há suspeitas de que Beyoncé, Rihanna, Ke$ha, David Bowie e Lana Del Rey também façam “parte do time”.

2. Teoria da conspiração sobre a morte (ou não) de Michael Jackson

Teorias da conspiração da música: Michael Jackson
Foto: Reprodução

Quando o chamado Rei do Pop morreu, em 2009, houve uma comoção mundial a seu respeito. Durante muito tempo, tudo o que se falava tinha como contexto a partida do cantor dessa vida. Acontece, no entanto, que as teorias da conspiração que questionam a morte do ídolo não são poucas.

Continua após a publicidade

Há quem diga, por exemplo, que Michael Jackson encenou a própria morte e que está vivo por aí, desfrutando suas férias permanentes… talvez até mesmo ao lado do “colega” Elvis Presley que, como todo mundo sabe, pode também não ter morrido.

Outros, no entanto, vão além em suas especulações. Para o Irã, por exemplo, a morte de Michael foi uma invenção americana para esconder as notícias sobre a guerra iraniana.

Continua após a publicidade

Segundo contam, na época, o povo protestava contra a reeleição de Mahmoud Ahmadinejad no país; mas quase que instantaneamente, tudo isso foi encoberto pelos plantões a respeito da morte do ídolo pop.

3. O assassinato de John Lennon

John Lennon
Foto: Reprodução

Outro assunto que também não é novo e que está diretamente ligado ao mundo da música é a morte de John Lennon, um dos ex-Beatles. Para muitos, embora a notícia divulgada seja de que o ídolo tenha sido assassinato por um fã, em 1981, a verdade é que a própria CIA teria dado fim ao cantor.

Chapman então, o autor do disparo que tirou a vida de Lennon, seria um contratado pela agência americana de inteligência, que andava incomodada com a visão anticapitalista do astro.

4. Teoria da conspiração sobre reptilianos e os líderes mundiais

Teorias da conspiração
Foto: Reprodução

Uma das mais mirabolantes teorias da conspiração já levantadas nos últimos tempos trata sobre, nada menos, que a possibilidade de existirem os reptilianos, que seriam pessoas capazes de se transformarem em répteis. A ideia, aliás, começou a se popularizar em 1999, quando foi lançado o livro “O Maior Segredo”, de David Icke.

Continua após a publicidade

A publicação, segundo contam, defende a ideia de que os mais representativos líderes mundiais, como políticos e celebridades, são verdadeiros reptilianos da constelação de Draco. Eles são capazes de adquirir a forma humana para controlar nosso planeta!

Aliás, no mundo da música, o grande suspeito é o cantor e compositor Kris Kristofferson, mas em outras áreas de domínio ainda há suspeitas contra Barack Obama, George W. Bush, Bill Clinton, Rainha Elizabeth e até mesmo o Papa Francisco.

5. Beyoncé e sua gravidez de mentira

Foto: Reprodução

Sim, a cantora pop tem uma filha e ninguém duvida disso. Acontece que muitos são os que comentam por aí que ela não ficou grávida da criança e contratou uma barriga de aluguel porque não queria engordar na gravidez.

Alguns “especialistas” no assunto garantem que ela usou uma barriga falsa durante todo o tempo da suposta gestação e que o objeto teria até se dobrado certa vez, quando ela se sentou para dar uma entrevista.

Continua após a publicidade

6. Rappers presos dão lucro a gravadoras

Teorias da conspiração
Foto: Reprodução

Acredita-se que, em 1991, aconteceu uma reunião secreta que contava com grandes nomes da indústria musical dos EUA que tinham investido em penitenciárias (no país, existem algumas que são privadas).

Segundo a teoria, a pauta do encontro seria a popularidade do gangsta Rap com o intuito de promover atos criminosos e, assim, fazer com que o número de presos aumentasse, o que geraria mais lucros aos empresários.

Infelizmente, é mais verossímil do que a gente gostaria, né?

7. Rebecca Black canta o assassinato de John Keneddy

artistas sucesso precoce
Foto: Reprodução

Essa teoria da conspiração diz que a música “Friday” da cantora Rebecca Black não é sobre ‘sextar’ como a maior parte das pessoas acredita (e que o clipe da própria artista mostra).  O pessoal da conspiração diz que a canção, na verdade, está falando da morte de John F. Kennedy, o ex-presidente dos EUA.

Continua após a publicidade

Como comprovação da teoria, são feitas algumas associações de partes da música com o episódio em questão, por exemplo, no verso “Kickin in the front seat” as pessoas relacionam o verbo ‘kickin’ com o sobrenome do motorista do carro do presidente.

Outro fato para que as pessoas se atentam é que o assassinato ocorreu em uma sexta-feira, conforme o título da música. Além disso, no fatídico dia, John Keneddy não havia tomado seu café da manhã típico com ovos e salsicha, mas havia comido uma tigela de cereais como no verso da música “got to have my bowl, got to have cereal”.

Por fim, a teoria diz que na música há uma referência ao contexto histórico do ocorrido, que seria na Guerra Fria, quando a Rebecca canta “everybody’s rushin” o que se assemelha foneticamente com ‘everybody is russian’ (todo mundo é russo).

Uma viagem, né?

Continua após a publicidade

8. Quem matou Tupac, Biggie e Eazy-E?

Foto: Reprodução

Suge Knight é um nome muito importante na cena do rap dos EUA, além de muito polêmico, já que foi preso por se envolver com gangues e praticar algumas atividades pouco comuns. Juntamente com essa ‘fama’, algumas mortes que ocorreram próximas a ele não foram consideradas coincidência.

Segundo a teoria, a primeira vítima foi Eazy-E, um rapper que perdeu sua vida em 1995 após um suposto diagnóstico repentino e grave de aids. De acordo com a conspiração, Suge teria mandado matar o rapper após terminar uma parceria de sucesso com Dr. Dre.

A segunda vítima fatal, conforme a teoria, foi Tupac. A motivação teria sido a provável saída do rapper da gravadora de Suge, por não querer mais estar sendo associado com o crime.

Por último, a conspiração ainda acrescenta The Notorious B.I.G. como vítima de Suge, o que seria um acerto de contas, em que B.I.G. representaria a Costa Leste do país e Tupac a Costa Oeste. Dessa forma, acredita-se que a motivação foi para acabar com a confusão entre os lados do país e aumentar mais ainda seu lucro.

Continua após a publicidade

9. Teoria da conspiração sobre Supertramp e 11 de setembro

Conspiracy Theory: SUPERTRAMP’s “Breakfast in America” Cover Predicted 9/11

O álbum “Breakfast in America” da banda Supertramp também é um alvo dos teóricos da conspiração. Isso porque acreditam que a banda previu o atentado de 11 de setembro na capa do álbum de 1979, começando pelo título, já que a tradução é “Café da manhã na América”, e o atentado ocorreu de manhã.

A imagem em questão apresenta uma ilustração da cidade de Nova York vista através de uma janela de avião. Além disso, quem acredita nessa teoria ainda se atenta ao fato de a logo da banda, que está acima das torres gêmeas,  se for vista de forma espelhada, forma 911 (referência a 09/11 – 11 de setembro).

10. Teoria da conspiração sobre o pacto da Xuxa

ilarie-significado
Foto: Reprodução

Uma das teorias da conspiração mais famosas do Brasil diz que a Xuxa fez um pacto com o capeta, por causa do sucesso impressionante que a artista fazia com as crianças. Não poderia ser talento, né? Só podia ser pacto.

Continua após a publicidade

Os conspiracionistas ‘comprovam’, pois as e músicas tocadas ao contrário traziam adoração ao demônio, por exemplo, “Ilariê”. Além disso, a artista se refere a Deus como ‘o cara lá de cima’, pois estaria proibida de falar ‘Deus’ por causa do pacto.

11. Visão de Stevie Wonder

Foto: Reprodução

Stevie Wonder é um músico que, segundo consta em fontes confiáveis, nasceu prematuramente e isso teria afetado a visão dele. No entanto, existem teorias da conspiração que alegam que isso não é verdade e que isso não passa de uma brincadeira do cantor.

Os argumentos utilizados se relacionam ao fato de Stevie sempre frequentar jogos de basquete na primeira fileira, além de as capas de seus álbuns serem bastante conceituais. Um outro ponto é quanto a uma ocasião em que Paul McCartney derrubou o suporte de um microfone e Stevie segurou rapidamente evitando a queda do objeto.

12. Teoria da conspiração sobre a substituição de Paul McCartney

Paul Mccartney na década de 60 — Foto: AP
Foto: Reprodução

Essa é mais uma teoria da conspiração clássica do mundo da música. Segundo acreditam, o ex-Beatles Paul McCartney morreu em 1966, em um acidente de carro conforme foi anunciado por rádios dos EUA. Para não afetar a fama da banda, as pessoas colocaram um sósia do baixista em seu lugar.

Continua após a publicidade

Como comprovação dessa conspiração, as pessoas apontam capas e músicas que indicam a morte de Paul, por exemplo, em “Strawberry Fields Forever”, em que pessoas dizem que John Lennon fala que enterrou o Paul, o que foi desmentido.

13. Composição musical da CIA

A música “Wind of Change” da banda Scorpions foi alvo de uma teoria da conspiração bem inusitada. Isso porque foi divulgado por um jornalista estadunidense que essa música era uma propaganda do governo para antecipar o fim da URSS.

Na explicação do jornalista, a URSS via o rock como uma influência negativa aos jovens soviéticos, enquanto que a CIA considerava o rock como uma arma cultural na Guerra Fria. O jornalista ainda afirmou que “Wind of Change” tinha uma mensagem leve de poder do jeito que a CIA queria promover.

Continua após a publicidade

No entanto, o vocalista da banda disse que nada disso é verdade, mas que achou bem divertida toda essa teoria.

14. Teoria da conspiração sobre John Dolmayan ter sido criado por computador

Foto: Reprodução

John Dolmayan, baterista do System of a Down, também é tema de uma conspiração que diz que ele não é humano, mas um ser artificial criado por computador. Essa teoria se baseia, principalmente, em uma análise feita do clipe “Chop Suey!” da banda em que um Youtuber aponta a falta de naturalidade do baterista se comparado aos demais membros da banda.

Reforçando a narrativa, o guitarrista da banda, durante um show, comentou que “odeia coisas que não são humanas” e nos bastidores desse mesmo show, ele alega que odeia John. Já em outro momento, o próprio John Dolmayan diz, em uma entrevista, que “não gosta de ser um robô” e, de vez em quando, perde o tempo das músicas.

15. Stairway to Hell?

Led Zeppelin
Foto: Reprodução

A música “Stairway to Heaven” da banda Led Zeppelin é considerada uma das canções mais lindas de toda a história. No entanto, segundo o pastor de televisão Paul Crouch, existem diversas referências satânicas, se ouvir ao contrário.

Continua após a publicidade

O pastor enumera algumas supostas mensagens, como “Esta é para o meu doce Satã/Aquele cujo pequeno caminho me deixaria triste, cujo poder é Satã/Ele vai dar àqueles com ele 666/Havia uma pequena casa de ferramentas onde ele nos fez sofrer, triste Satã”. A pergunta que fica é: por que esse pessoal escuta música ao contrário?

Leia também:

Fontes: Tenho mais discos que amigos, Tecmundo.

Continua após a publicidade

Próxima página »

Escolhidas para você