Curiosidades

Adão e Eva: história e origem dos primeiros seres humanos

Sem dúvida, a história de Adão e Eva é uma das mais conhecidas da humanidade e, por isso, uma das mais controversas. Saiba mais!

Adão e Eva são considerados os primeiros humanos do mundo, de acordo com a cultura judaico-cristã. Deus, após criar o Universo, criou Adão no sexto dia, no entanto, um tempo depois houve a necessidade de criar uma companheira para ele e, desse modo, criou Eva a partir da costela de Adão

Conforme diz a Bíblia, Adão e Eva viviam muito bem no Jardim do Éden, que era um local paradisíaco, com muita fartura. No entanto, Deus deixou claro que, daquele local, poderiam comer tudo, menos os frutos de uma árvore específica, que era a árvore do conhecimento do bem e do mal. Se desobedecessem às recomendações, seriam expulsos daquele paraíso.

Muito tempo resistindo e seguindo às ordens divinas, um dia, Eva estava próximo à árvore proibida, uma serpente surgiu e convenceu Eva a comer o fruto, depois de muita insistência. Após comer um pedaço, Eva ofereceu a Adão, que também comeu o fruto. Em razão disso, ambos foram expulsos do Jardim do Éden e, a partir de então, se dava origem à humanidade, com o nascimento dos filhos do casal.

Origem de Adão e Eva

Por ser uma história tão conhecida, muitos estudiosos já buscaram entender suas origens a fim de aprender mais sobre ela. Diversas informações se contradizem nos textos bíblicos, pelo fato de ter sido por mais de uma pessoa, além de ter sido traduzida diversas vezes.

Ademais, o viés científico também apresenta informações que vão de encontro às Escrituras Sagradas, por exemplo, que o mundo não foi criado em 6 dias, mas que toda sua história de milhares e milhares de anos correspondem a 6 grandes eras geológicas.

Teorias e hipóteses

De acordo com diversas investigações, algumas teorias e hipóteses foram surgindo a respeito do primeiro casal da humanidade.

Continua após a publicidade

A palavra “Adão” é, na verdade, mais um símbolo judaico-cristão e islâmico. “Adam” é de onde originou o nome do suposto primeiro homem, e seu significado é “humano ou humanidade”, não sendo, no entanto, um nome próprio como está escrito na bíblia.

Também existem outras possibilidades, em que o nome “Adão” seja um nome antigo utilizado para denominar um grupo liderado por homens.

Em terceiro lugar, temos o termo hebraico “AdaMaH”, que é muito semelhante ao nome citado anteriormente. Seu significado é “Terra Fértil”, o que faz muito sentido, já que estamos falando do primeiro homem do mundo e que seria o pai de todos.

Eva também tem suas origens questionadas por estudiosos. O termo hebraico “HaVVah”, que significa “mãe dos sobreviventes”, está associado ao verbo HaYaH, que significa “viver”. Ambos os significados estão ligados ao papel da mulher de produzir e criar uma nova vida.

Além disso, existem teorias de que Eva poderia também ser o nome de um clã de mulheres.

O pecado e o fim do Éden

Após comerem o fruto proibido, cometendo o pecado original, Deus expulsou Adão e Eva do Jardim do Éden. A partir de então os seres humanos conseguiriam diferenciar o bem do mal, começaram a buscar conhecimento e também passaram a ser responsáveis pelo seu destino, por meio do livre-arbítrio. Em suma, os seres humanos se tornaram seres imperfeitos e devem sempre buscar a redenção durante a vida.

Continua após a publicidade

Depois de serem expulsos do paraíso, Adão e Eva, de acordo com a Bíblia, tiveram que enfrentar diversas adversidades, dentre elas, a escassez de alimentos e a dificuldade para criar seus filhos. Além disso, ainda viveram momentos trágicos, como o assassinato de seu filho mais velho pelo irmão. No entanto, depois disso, outros filhos nasceram e, segundo o Livro Sagrado, dentro de algumas décadas, a Terra estaria populada.

A ciência, contudo, não acredita nessa hipótese, apesar de alguns teólogos e até mesmo padres cientistas buscarem entender tal alegoria através de fatos. Uma das teorias mais aceitas é a de que Adão foi um grupo de homens que encontrou um grupo de mulheres e, a partir daí, se uniram e formaram primeira sociedade.

Adão e Eva na ciência

A genética chama de Adão e Eva os ancestrais comuns mais recentes de toda a humanidade. De acordo com uma pesquisa da Universidade de Stanford, eles não eram os primeiros indivíduos da espécie humana e, provavelmente, nem se conheceram. Eles seriam os últimos ancestrais a partir dos quais é possível traçar uma linha direta de descendência até os dias atuais.

Segundo a pesquisa, o Adão da genética teria vivido cerca de 120.000 a 156.000 anos, enquanto Eva, entre 99.000 e 148.000.

5 curiosidades sobre Adão e Eva

1. As duas criações de Adão

Uma parte muito controversa da Bíblia é justamente onde se encontra a criação da vida, incluindo a de Adão. Primeiramente, é mostrado que Deus criou o homem à sua semelhança e também a mulher, porém, no segundo capítulo de Gênesis, temos uma nova criação do homem. Dessa vez tudo é descrito de forma detalhada, e muitos defendem que o escritor estaria apenas dando detalhes para o que aconteceu no capítulo anterior.

Por fim, diversas possibilidades e contradições surgiram. Uma teoria bastante popular é que Adão teve uma mulher antes de Eva. Ela se chamava Lilith e, logo após fazer coisas terríveis, acabou se transformando em um demônio.

Continua após a publicidade

2. Costela ou báculo?

Conhecemos a história de Eva foi feita a partir da costela do homem, mas como o que lemos é uma tradução, algumas coisas podem ter mudado de sentido. A palavra “tsela” aparece em todo o texto 40 vezes, sendo apenas uma traduzida como costela. Além disso, significado literal da palavra é “membros laterais de um corpo humano ereto”.

Uma teoria diz que na verdade, o osso utilizado para fazer a mulher é báculo. Esse osso é presente em alguns mamíferos, localizado no pênis. O ser humano perdeu esse osso com o passar do tempo. Portanto, isso faria sentido, uma vez que homens tem todos os pares de costelas no seu corpo completos e não tem báculo.

3. Umbigos

O umbigo é uma grande cicatriz por onde a mãe passa nutrientes para o filho durante a gestação. Caso a gestação não tenha ocorrido, como é o caso de Adão e Eva, não existiriam motivos para terem tal caraterística.

Muitos livros se aprofundam nesse debate, mas cristãos fundamentalistas defendem que o casal não tinha umbigo. Segundo eles, essa seria uma “falsa indicação de que teriam sido gerados por uma mãe”, ou seja, Deus não faria isso.

4. O que era o fruto proibido?

No século IV d.C., o papa Damasco resolveu que a Bíblia deveria ser traduzida para o latim, então aconteceu uma dos maiores erros sobre Gênesis. Em um momento da história a palavra “mal” estava ligado ao fruto proibido, e a tradução da palavra é “malus”. Coincidentemente, malus também significa maçã e, a partir daí, esse trocadilho ganhou muita força.

Em hebraico, o fruto proibido é referido como a palavra “peri”, que na tradução para inglês pode significar qualquer fruta. Outros estudiosos ainda especificam que tal palavra pode significar figo, uva, damasco, uma cidra e até mesmo trigo, muitas coisas, mas não maçã.

Continua após a publicidade

5. O final alternativo para o casal

No Islã, também existe a história de Adão e Eva e, em princípio, tudo acontece da mesma forma até eles serem expulsos do Jardim do Éden. Em suma, os dois são expulsos, separados por 200 anos e, só quando se reencontram, eles têm Caim e Abel.

É dito também que Eva teve 20 pares de gêmeos antes de morrer, enquanto Adão tinha 40 mil filhos e morreu com 930 anos de idade.

Veja também:

Fontes: Heroes Bible Trivia, Info Escola, Veja.

Bibliografia:

POZNIC, D. G. et al. Sequencing Y Chromosomes Resolves Discrepancy in Time to Common Ancestor of Males Versus FemalesScience, vol. 341, n.6145.

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você